quinta, 27 de fevereiro de 2020
Início » Região » Homem morre afogado em Bariri. Em Bocaina, fogo destrói casa.

Homem morre afogado em Bariri. Em Bocaina, fogo destrói casa.

Gravatar
19/02/2012 às 19h21

Galeria de Fotos

J.H. Teixeira

 Um homem morreu  afogado enquanto nadava no rio Tietê no local conhecido como ancoradouro de Marcos Beluzzo.   Testemunhas viram o seu desaparecimento nas águas  e o Corpo de Bombeiros de Jaú foi acionado. A equipe de mergulhadores,  à frente o sargento Milani, conseguiu localizar e retirar das águas o corpo por volta das 14h20 deste domingo (19).

O homem foi identificado como Raimundo de Assis Santos, de 32 anos. Nada mais foi informado sobre ele porque não havia nenhum parente seu no local.

Incêndio em Bocaina
 
Um incêndio de origem desconhecida destruiu completamente uma casa na tarde deste domingo, em Bocaina, na rua Alvarenga Rangel, 410, esquina com a rua 13 de Maio, no centro da cidade.  Não fosse a pronta atuação das brigadas de incêndio da Prefeitura e da Usina Tonon, o fogo poderia ter se propagado para imóveis vizinhos.  O Corpo de Bombeiros de Jaú chegou logo em seguida para o trabalho de rescaldo. Também em Bocaina esteve a equipe com o sargento Milani, isso por volta de 16h30.
 
Em meio ao combate ao fogo a grande preocupação de todos era se existiam pessoas dentro da casa, porque ali morav am uma mulher com três  crianças e, num cômodo contíguo, mais um rapaz. O alívio veio quando chegou a informação de que a mulher estava com as crianças na matinê do carnaval popular da Prefeitura, no Jardim Nova Bocaina, e que o rapaz também não estava em casa.
 
Dentro da casa tudo se queimou. O madeiramento do telhado também pegou fogo e as telhas caíram dentro dos cômodos. Tudo foi destruído. O piso é de assoalho, que também pegou fogo e atingiu o porão da residência.  Perda total. Além de combater as chamas, os homens da Prefeitura e da usina isolaram a área.
 
O prefeito João Francisco Bertoncello Danieleto acompanhou todo o trabalho de combate ao fogo e determinou à assistência social da Prefeitura que providencie acomodação aos desabrigados. Os que moravam na casa devem ficar provisoriamente num hotel, pago pelo município, até que se encontre outra solução.
 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados