sexta, 21 de fevereiro de 2020
Início » Política » Presidente do PTB diz que prefeito decide pelo partido

Presidente do PTB diz que prefeito decide pelo partido

Gravatar
24/02/2012 às 07h54
J.H. Teixeira

 

O presidente do PTB em Jaú, Eduardo Odilon Franceschi, negou que o apoio a reeleição do prefeito Osvaldo Franceschi Junior pelo seu partido esteja condicionado à indicação do candidato a vice-prefeito na chapa ou a futuras nomeações para secretarias. Na semana passada, o vice-prefeito João Brandão do Amaral disse que em reunião dos petebistas locais com assessor do presidente estadual do partido foram colocadas essas condições para o apoio ao prefeito, caso contrário o PTB teria que lançar candidatura própria.
 
“Essa manifestação pode ser a opinião pessoal do vice-prefeito João Brandão, não da executiva do PTB em Jaú. Aqui, quem tem que definir a melhor orientação do partido é o prefeito. Ele que tem que analisar alianças. Quem determina a orientação política do partido é o senhor Osvaldo Franceschi Junior”, disse Eduardo Franceschi.
 
-Quem determina a orientação do PV, do partido dele, é o prefeito?
-Não. Do PTB também. Nós somos uma coligação. Os partidos de sustentação política do prefeito são o PV e o PTB. O futuro político do prefeito depende de os partidos apoiarem a orientação dele, não do PTB determinar o que o prefeito deve fazer. O PTB não pode impor nada. O PTB está em função do prefeito se tornar elegível”, assegurou Eduardo Franceschi.
 
Conforme Eduardo Franceschi, o vice-prefeito passou uma impressão pessoal sobre a questão da sucessão municipal. “O prefeito tem apoio incondicional do nosso presidente, o deputado Campos Machado. João Brandão é vice do prefeito atualmente mas isso não está fechado para o futuro, eternamente. A política é dinâmica”, acrescentou o presidente local do PTB.
 
Sobre o temor de João Brandão de que possam acontecer coligações de última hora e o PTB ser passado para trás, Eduardo Franceschi reafirmou; “A política é dinâmica. O que um jura hoje amanhã pode mudar. Um partido escolhe um candidato porque ele tem potencial de voto. Então é ele, esse candidato, quem vai dar a orientação”.
 
Segundo Eduardo Franceschi, o deputado Campos Machado, presidente estadual do PTB, ratificou que o partido em Jaú “pertence ao prefeito Osvaldo e eu sou presidente em função de apoiar a orientação política do prefeito”.
 
Eduardo Franceschi aproveitou para se manifestar sobre a aprovação da Ficha Limpa pelo Supremo Tribunal Federal. “É excelente medida. Vai renovar o quadro político brasileiro. O Brasil será mais confiável perante a opinião pública mundial. O político que não for altruísta não terá futuro. A nós a Lei da Ficha Limpa não causa nenhuma preocupação”, concluiu.

 

2 Comentários(Deixe o seu)

  • José Getulio Scandiuzzi

    Muito boa Teixeira, eu ri do começo ao fim desta matéria. É hilário o ponto de vista do presidente do PTB, mas que o João Brandão, o Segura e o Zanatto irão infernizá-lo na época das convenções, isso eu não tenho dúvidas!

  • antonio aparecido serra

    Que balaio de gato, o vice pref fala uma coisa, o pres do partido fala outra, quem está com a verdade, muitos
    caciques, poucos indios. È incrível.

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados