quarta, 01 de abril de 2020
Início » Política » Lousas digitas: Prefeito e secretários tem bens bloqueados

Lousas digitas: Prefeito e secretários tem bens bloqueados

Gravatar
10/02/2012 às 06h01
J.H. Teixeira

 

A juíza Paula Maria Castro Ribeiro Bressan, da 1ª Vara Cível de Jaú, deu liminar na ação proposta pelo Ministério Público e decretou a indisponibilidade de bens do prefeito Osvaldo Franceschi Junior e mais três réus na ação civil pública que apura a compra de lousas digitais pela Prefeitura. Além do prefeito, tem os seus bens indisponíveis os secretários municipais Orivaldo Candarola (Educação) e Eduardo Odilon Franceschi (Economia e Finanças), além de Marcelo Amado, da empresa Clasus Brasil Informática, que foi a fornecedora de 147 lousas digitais ao município.
 
O secretário de Educação, Orivaldo Candarola, confirmou ontem à noite a decisão judicial. “Recebemos hoje (ontem) à tarde a notificação. Ainda não conversamos sobre o assunto e deveremos nos reunir amanhã (hoje) para tomar alguma medida que, com certeza, será a de recorrer desta decisão”, disse Candarola. Ele quis dizer que após ser notificado ainda não havia se reunido com o prefeito e o colega secretário de Finanças.
 
A ação do MP foi proposta a partir de representação feita pelo vereador Fernando Frederico de Almeida Junior (PMDB), que na Câmara denunciou a compra das lousas e levantou a suspeita de que o valor pago estava acima do preço de mercado. A denúncia acontece em março e abril do ano passado.  Pelas .lousas a Prefeitura pagou R$ 4,7 milhões, ou em torno de R$ 32,5 mil cada.
 
Após a denúncia do vereador, os secretários de Finanças e de Educação deram entrevista coletiva para explicar a compra das lousas. Isso foi em 30 de março do ano passado. Jaú e Araraquara compraram as lousas da mesma empresa Clasus, pelos menos preços. Só que naquele cidade fizeram pesquisa e encontraram lousas digitais por R$ 5 mil.
 
Na coletiva, o secretário de Finanças, Eduardo Franceschi explicou:  "A composição de todo o aparato não é só a lousa. É uma solução multimidia, que tem software, equipamento e mais a capacitação. Podem ser encontrados televisores de R$ 300,00 e de R$ 300 mil. A solução para atender a educação é esse componente, que tem a capacitação. A capacitação e o software são os mais caros no processo. Do valor de pouco mais de R$ 30 mil de cada lousa, R$ 18 mil são só para capacitação dos professores, o que representa R$ 2,6 milhões do custo total”.

 

15 Comentários(Deixe o seu)

  • edson

    e ainda o cara quer se reeleger.....isso so pode ser uma piada....o melhor seria renunciar e pedir desculpas a populaçao...dizendo...realmente nao sou politico...PEDE PRA SAIR !!!!!!2

  • Mauricio Silva

    Marcio,você deveria averiguar os fatos verdadeiros,para depois dar sua opinião.

  • Márcio

    Não tenho mas nem o que comentar com tantas denuncias e essa administração continua negando. PEDE PRA SAIR!!!!!!!

  • Paulo César

    Concordo plenamente com você Maurício. Não é bem assim Márcio! O ex-prefeito João responde até hoje na justiça, e nós podemos ter a certeza de que ele fez tudo correto. Fazer parte da administração pública é complicado. Por exemplo: e o Tribunal de Contas porque aprovou o edital das lousas? O edital passou por eles!!!!Por que eles não apontaram??? Então não julguem!!!! Aqui em Jaú esse edital também passou por um jurídico que não viu empecilho algum!!!!

  • Pai de Aluno

    O fato é que as lousas estam sendo usadas para jogar dinheiro fora, ja que o Sr Orivaldo e os demais secretarios dizem que foi bem aproveitado, façam uma visita na escola e na creche do JARDIM OLIMPIA mas junto com o denunciante e olhem lousa por lousa, alem delas estarem sendo usadas como telão para filmes(ordem de superiores) muitas delas estão cheia de marcas, manchas sou pai de aluno e fico decepcionado em ver a situação da nossa educação onde se preocupão em aparencias.

  • airton troijo

    Como cidadão jauense sugiro que de imediato ,em qualquer licitação municipal de Jaú seja indicado um conselho técnico formado por representantes da sociedade.,pois assim o fazendo vamos evitar esses dissabores.É uma questão de transparência.Vamos aguardar o final do processo,que deve apurar o que de fato ocorreu.
    Coronel Troijo

  • LUCIANO

    O problema está no preço. No mercado, uma lousa digital custa R$ 7.000,00; um notebook custa R$ 1.600,00 e a capacitação, no máximo, uns R$ 1.000,00. Então o preço final do kit seria em torno seria de R$ 9.600,00 a no máximo R$ 10.000,00. Ocorre que a prefeitura pagou mais de R$ 30.000,00 por cada lousa! Não precisa falar mais nada.

  • Gustavo Silva

    Não vou discutir a ação - não sou Juiz! Mas a situação relatada pelo "Pai de Aluno" da Creche do Jardim Olímpia é lamentável! Lá tem diretor e coordenadora que não deveriam deixar que essa situação ocorresse! As lousas digitais são fantásticas, instrumentos pedagógicos modernos e não devem ser utilizadas como um telão! É uma pena! E as professoras??? foram treinadas!!!! Passar filmes "mata" aula né!!!

  • Cristina

    Então é por isso que os professores estão sendo obrigados a usar a lousa digital uma vez por semana, tirar fotos e escrever relatórios.....Precisam de material pra provar a utilidade da lousa....Realmente o equipamento é bom, mas a educação tem tantas carências para se gastar valores tão altos com lousas digitais .....as reformas feitas recentemente nas escolas são uma VERGONHA.....a tinta é passada por cima das pinturas antigas sem nenhuma preparação na parede....resultado...em pouco tempo tem-se bolhas nas paredes e toda a tinta sai...a pintura fica grossa demais.....

  • Cristina

    Continuando.....
    Fora outros problemas como ter poucas torneiras funcionando em algumas escolas, a mesma torneira que se bebe água, se escova os dentes e lava as mãos, crianças que ficam o dia todo na escola são enfiadas em salas super lotadas,,,,Salas de vídeo dividindo o mesmo espaço que o refeitório...dentre outros milhares de problemas! Fica a dica Senhor Prefeito....Preocupe-se com coisas mais simples, mas muito mais importantes para nossas crianças!!

  • JOSEP CADURA

    Na verdade, lousas digitais são excelentes ferramentas para o aprendizados, porém, a secretaria da educação poderia, antes de comprá-las, providenciar os materiais básicos para a escola: cadernos, folhas sulfite, lápis, borracha, produtos de limpeza, e outros mais.
    Para se ter o moderno, é preciso ter primeiro o básico.

  • jose siquieira

    VAMOS ASSISTIR MAIS UMA DESSAS NOVELAS VAI DAR PIZZA

  • Márcio

    Mauricio e Paulo eu acho que voceis deveriam melhor averiguar porque tantas denuncias e não averiguar minha opinião a população está cheia desta conversa, e os preços voceis concordam, em relação ao edital é o 3° ou 4° edital que não é aprovado. PEDE PRA SAIR!!!!!!

  • Joao Roberto de Castro

    Na minha opnião o Sr. Prefeito Dr. Osvaldo Franceschi Junior, é uma excelente pessoal e um bom médico, mas político é igual a mim jogando bola, PÉSSIMO, por isso torno a ratificar, está a administração que mais teve processos, mais teves corrupção, O Jardim Cila, só está asfaltado graças ao Programa Fala Cidade ficar cobrando. E vou mais longe, vamos recordar os escandalos: CONSOLIDEL, QUEIMA DE LIVROS EM POTUNDUVA, NAO PUBLICAÇÃO DE ATOS SECRETOS, LINGUIÇA JOGADA NO RIO, SUMIÇO DE 163.000,00 DA CAMARA MUNICIPAL, NAO PUBLICAÇÃO DE ATOS NAO JORNAL OFICIAL, COMPRA DE LOUSA, álias porque não compra notebook e retroprojetor é mais barato...e outros escandalos...
    Agora quer se reeleger...Há não sei não dessa vez o Agostini vai papar...

  • Jahu

    À exemplo do nacional, o executivo municipal faz e desfaz à vontade. O Legislativo não faz nada para impedir e o judiciário faz muito pouco. Assim, o crime do colarinho branco, compensa!!! Isso, com toda a insitência do MP, já imaginou se o MP parar!?

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados