sexta, 21 de fevereiro de 2020
Início » Política » Aprovados 12 cargos em comissão no SUS mas faltam médicos

Aprovados 12 cargos em comissão no SUS mas faltam médicos

Gravatar
13/12/2011 às 08h12
J.H. Teixeira
Maria Mansini, diretora do NGA

Maria Mansini, diretora do NGA

 

A nova diretora do Núcleo de Gestão Assistencial (NGA) do SUS em Jaú, Maria Aparecida Mansini, há três meses no cargo, esteve na Câmara ontem acompanhando a votação do projeto que cria cargos de confiança na unidade recém-municipalizada. Segundo ela, seriam criados cinco cargos de diretores, a serem preenchidos por pessoas concursadas e que já atuam no NGA. O projeto do prefeito Osvaldo Franceschi Junior (PV) cria, no entanto, 12 cargos de confiança, um deles o da própria Maria Mansini, que é o de diretor geral. São criados também mais seis cargos de diretor e cinco de assessor.
 
“O que mudou foi só a direção nesses três meses. A única diferença é que agora é gerido pelo município”, disse Maria Mansini, sobre o órgão que o município assumiu em meados deste ano. Não mudou nada também em relação a falta de pessoal para o atendimento aos usuários do sistema. “Agora acredito que a administração municipal vai se inteirar das lacunas existentes e vai tentar supri-las”, disse a nova diretora.
 
A falta de pessoal, conforme Mansini, já vinha desde o final da gestão do Estado, que não fazia concursos para o preenchimentos das vagas dos que se aposentam ou deixam o serviço público. “Temos falta principalmente de especialistas nas áreas de cardiologia, ortopedia e psiquiatria”, disse.
 
As chefias que foram criadas agora, pelo projeto do prefeito enviado à Câmara, serão preenchidas, conforme Maria Mansini, por funcionários concursados e que já estão no sistema de saúde do Estado. “O município assume esses cargos mas vai receber verba do Estado para ajudar a paga-los porque a unidade continua atendendo a região e não apenas Jaú”, explica a diretora. A própria unidade mudou de nome com a municipalização. Agora é Ambulatório de Especialidades Dr. Edwin Benedicto Montenegro. A unidade assumiu também o Ambulatório de Saúde Mental.
 
Além da diretoria geral, foram criados os cargos de diretor adjunto, diretor de enfermagem, diretor de recursos humanos, diretor de atendimento, diagnóstico e terapia; diretor de saúde mental e diretor de serviço social. Para cada diretoria, excero a geral, que tem um adjunto, está sendo criado um cargo de assessor.

 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados