domingo, 29 de março de 2020
Início » Política » Aterro, cemitério e distrito industrial são prioridades para 2012

Aterro, cemitério e distrito industrial são prioridades para 2012

Gravatar
13/12/2011 às 08h10
J.H. Teixeira
Cemitério particular que pode ser assumido pelo município

Cemitério particular que pode ser assumido pelo município

 

Ao inaugurar a revitalização de um parque infantil e um mini-campo de futebol de areia, no noite de sábado no Jardim Estádio, o prefeito Osvaldo Franceschi Junior destacou quatro prioridades para 2012, o último ano da sua administração. Disse que vai cuidar de instalar um distrito industrial no distrito de Potunduva; completará a revisão do Plano Diretor com a Lei de Zoneamento; fará o aterro sanitário e o novo cemitério para Jaú.
 
Franceschi lembrou, ainda que no ano que vem vai puder utilizar um bom volume de recursos do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) do Governo Federal, para as obras de macrodrenagem urbana.
 
Compromisso de campanha do prefeito Franceschi, a instalação do distrito industrial em Potunduva voltou a ser prometida à Associação de Moradores em reunião realizada no início deste mês. A previsão era que as obras fossem iniciadas ainda neste ano, só que a área a ser utilizada para a instalação de indústrias está tomada pela cana. O prefeito diz que o processo de desapropriação está em andamento e logo estará concluída e a área será liberada.
 
Quanto ao aterro sanitário, problema herdado de adminitrações passadas, tanto o atual, como o ex-prefeito João Sanzovo Neto (PSDB) já foram condenados, em primeira instância, em agosto deste ano, por descumprirem ordem judicial de 2001 que determina a instalação do aterro.
 
Além das condenações, das quais o ex e o atual prefeito estão recorrendo, também o município tem que pagar multa pela não destinação correta do lixo e, ainda, gasta R$ 245 mil por mês para mandar o lixo para um aterro particular na cidade de Guatapará, região de Ribeirão Preto.
 
Sobre o novo cemitério municipal, em julho de 2009 a Prefeitura foi condenada a construir um cemitério em seis meses, sob pena de multa diária de R$ 10 mil. Como o município recorreu, o prazo deixou de ser contado. Em agosto deste ano, o promotor Jorge João Marques de Oliveira oficiou a Prefeitura para saber quais as providências que estão sendo tomadas –mais de dois anos após a condenação- para a construção do cemitério.
 
A última resposta do prefeito Franceschi foi que a construção do cemitério em Jaú não está na dotação orçamentária deste ano e não há recursos em caixa para a obra. Por várias vezes o prefeito manifestou a intenção de o município adquirir um cemitério particular, já murado, ao lado do Jardim Bela Vista, que é da iniciativa privada. A negociação não avançou.
 
Com relação ao Plano Diretor, a Lei de Zoneamento ficou mesmo para 2012. Depois de o projeto ter sido votado e retirado do Legislativo em setembro, a Prefeitura ainda não enviou um novo projeto ao Legislativo. Com ele aprovado, o prefeito Franceschi espera maior facilidade para implementação de novos empreendimentos imobiliários e, ainda, cuidar melhor da macrodrenagem urbana, já que o projeto determina onde é permitido e onde não é possível construir loteamentos.
 
Sobre o terceiro ano de mandato que está terminando, o prefeito Franceschi considera que Jaú “deu um salto muito grande em educação, saúde, infraestrutura, habitação e logísitca”. O prefeito considera também que aconteceram avanços na área social. “Nesta semana fizemos a entrega de três mil diplomas do Proip. Junto com o Senai, Sesi, Fuss, estamos cuidando da qualificação profissional da população e, por conseqüência, da sua melhos qualidade de vida”, concluiu o prefeito.

 

2 Comentários(Deixe o seu)

  • João Roberto de Castro

    Acho legal a atitude do Sr. Prefeito em se preocupar com a construção do novo cemitério municipal, só desejo e espero que o mesmo, não adquira o CEMITERIO PARTICULAR, construído ao lado do jardim São José, pois aquele cemitério está SUPER FATURADO, foi construído com este intuíto, ou seja, foi construído para ser vendido para prefeitura por um preço absurdo...advinhe que é esta obra magnifica.......Não preciso nem falar né....

  • luiz

    nossa o jardim bela vista ficou um bairro tao bom, e nao seria legal um cemiterio do lado, o sr. prefeito arruma outro lugar pra fazer cemiterio ..

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados