quinta, 27 de fevereiro de 2020
Início » Política » Banco tem 24h para informar dono da conta no desvio da Câmara

Banco tem 24h para informar dono da conta no desvio da Câmara

Gravatar
12/07/2011 às 20h00
J.H. Teixeira

A agência do Banco Santander, em Jaú, tem 24 horas, que estão sendo contadas desde às 16h20 desta terça-feira (12) para informar à Câmara quem é o titular da conta onde foi depositado um cheque de R$ 12.905,00 do Legislativo, que era para ter ido para a conta da Prefeitura. A informação foi dada pelo presidente, vereador Carlos Alberto Lampião Bigliassi Magon, que obteve liminar judicial após o jurídico da Casa entrar com medida cautelar no Fórum local visando obter a informação que o banco recusava-se a fornecer.

O caso do cheque é o pivô de um escândalo que veio à tona em 31 de maio último. Resultante dos rendimentos da sobra do orçamento da Câmara em 2010, o cheque deveria ter sido entregue à tesouraria da Prefeitura. Só que foi depositado em outra conta. O responsável pela entrega do cheque à Prefeitura, Edson Aleixo, que era assessor no Legislativo e ex-cunhado do presidente Magon, foi demitido logo em seguida. O cheque foi compensado no mesmo dia em que foi emitido, mas não para a conta da Prefeitura.

Lampião também pediu ao banco a microfilmagem dos cheques do Legislativo que foram compensados e já recebeu os documentos referentes a 2010 e 2011. Faltam ainda os de 2009, o primeiro ano da atual legislatura.
Após esse escândalo do cheque desviado vieram à tona outras suspeitas de desvio de dinheiro da Câmara. Fala-se em mais R$ 161 mil que seriam do Imposto de Renda Retido na Fonte e que não foram parar na conta da Prefeitura.

A Câmara abriu sindicância, que está em andamento e a Polícia Civil abriu inquérito, após busca e apreensão de computadores e documentos na sede do Legislativo. O inquérito já ouviu várias pessoas, entre elas o atual, Magon, e o ex-presidente da Câmara, Paulo de Tarso Nuñes Chiode(PV). A suspeita do desvio dos R$ 161 mil foi divulgada em 9 de junho.
 

5 Comentários(Deixe o seu)

  • Margarida Alves

    Tomara que descubram lógo esse jogo sujo e que isso não vire em pizza igual a tantas outras coisas.Que se possa punir todos os culpados,inclusive quem deu credibilidade pra esse Edson Luiz Aleixo exercer esse cargo tão importante,até agora ninguém fala nada...Se ele foi colocado lá é pq era de confiança de alguém...e esse alguém sairá ileso?

  • Cadu Salvador

    Espero que isso não acabe em pizza... Pelamor!!! Exemplo que vem de cima, né... Brasília... Só me expliquem: como pode ser "resultado de sobra do orçamento" se tem tanta coisa que dá para fazer com essas 12 mil pilas??? Eu como residente e eleitor desta cidade acho que os políticos e todos os envolvidos deveriam cutucar isso... doa a quem doer...

  • João Roberto de Castro

    Com todo respeito ao Sr. Dr.Osvaldo Franceschi, que infelizmente, na administração fatica que ele esta exercendo só esta aparecendo escandalo, dos quais vou lembrar abaixo:

    Escandalo da Linguiça
    Escandalo dos Atos Secretos
    Dinheiro desviado da Camara
    Compra de Lousa digitais que nao estao sendo usadas
    Falta constante de agua
    Compra de cemiterio sem necessidade
    e outros, dessse jeito nao da para se reeleger, não Dr.


  • flavio

    tem muita gente que ainda nao sabe que camara e prefeitura sao coisas diferentes sera que a colega se refere do cemiterio do distrito?tem muita gente que ainda nao sabe que camara e prefeitura sao coisas diferentes sera que a colega se refere do cemiterio do distrito?

  • Joao Roberto de Castro

    Primeiramente quero dizer ao Sr.Flavio,
    que sei muito bem que Camara Municipal e
    Prefeitura e outra, acontece que as pessoas
    que fazem parte dessas autarquias tomam café,
    almoçam e fazem os jogos politicos juntos,
    um exemplo CEI dos atos secretos, eles se
    uniram para proteger o Prefeito e seus secretários.
    Em relação ao cemiterio, o de Potunduva e uma
    solução Paleativa e temporaria, se os prefeitos
    anteriores tivessem se preocupado isso nao teria
    acontecido e a Camara Municipal não fez nada para
    evitar, sabe porquê?. Existe um cemiterio particular
    que de empresario do ramo imobiliarios, da qual a prefeitura vai ser obrigada a comprar e pagar mais de 1.000.000,00, por o processo judicial movido pelo poder publico, vai aplicar multa diaria,se nao solucionar o problema.ENTENDEU,ok.

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados