sexta, 21 de fevereiro de 2020
Início » Política » Vereador diz que estão querendo desestabilizar as CEIs

Vereador diz que estão querendo desestabilizar as CEIs

Gravatar
02/05/2011 às 21h40
J.H. Teixeira

Os vereadores de Jaú negaram, em sucessivas manifestações na tribuna, na sessão desta segunda-feira (2/5) que já tivessem discutido os rumos de Jaú após eventual cassação do mandato do prefeito Osvaldo Franceschi Junior (PV). É que correram rumores de que eles se reuniram após a sessão da semana passada e já teriam até discutido o loteamento de secretarias municipais entre eles.

"Tenho percebido a tentativa de algumas pessoas de desestabilizar os membros da CEI", disse o presidente da CEI dos Atos Secretos, vereador e advogado Fernando Frederico de Almeida Junior (PV). Ele acrescentou que a alguns lugares que vai tem feito se acompanhar por um advogado, "para que ninguém possa depois inventar nada".

"Acredito que a partir de agora até nas nossas reuniões em restaurantes tenhamos que ter a presença da imprensa, para que depois ninguém passe informações distorcidas a repórteres por um telefone sem fio”, disse o vereador e ex-presidente da Câmara, Paulo de Tarso Nuñes Chiode.

A reunião em questão aconteceu mesmo na segunda-feira da sessão passada, após a sessão ordinária do Legislativo, com a presença de nove dos 11 vereadores. Foi, segundo disseram os participantes, para comemorar o aniversário do colega Carlos Ramos, o Kakai, do PT. Não estavam presentes os vereadores José Carlos Zanatto (PP) e Paulo Gambarini (PSDB). Este último disse que pediu ao presidente, Carlos Alberto Lampião Bigliassi Magon (PV), que o representasse.

“Toda segunda-feira os vereadores se reunem após a sessão, às vezes são dois, quatro, oito. Dessa vez eram nove por conta do aniversário do Kakai. Não dá para não falar de CEI hoje em dia. Os demais vereadores que não são membros das comissões queriam saber como estão os trabalhos, então falamos de CEI”, disse Frederico.

No encontro, conforme Frederico, especularam o que podia acontecer no caso da CEI dos Atos Secretos, que está mais adiantada. “Explicamos que pode acontecer a cassação, mas isso depende do relatório e da instauração de Comissão Processante que terá o voto de todos os vereadores. Dissemos que na hipótese de cassação do prefeito e do vice-prefeito quem assume por 30 dias é o presidente da Câmara que, nesse prazo, terá que convocar eleição indireta, pela Câmara, que vai escolher o novo prefeito”, observou o presidente da CEI dos Atos Secretos. Segundo Frederico, em nenhum momento falou-se na divisão de secretarias entre os vereadores e nem na decisão de cassar o prefeito.

O vereador José Aparecida Segura Ruiz (PTB), que foi à tribuna com um pedaço de corda nas mãos, disse que aquilo era para alguém se enforcar ou para quem “vai roer a corda”. Segundo ele, os presentes concordaram com uma Comissão Processante e que se o prefeito fosse cassado haveria outra reunião para discutir a sucessão. "Tem gente que concordou na hora com certas coisas e agora quer pular do barco”, disse Segura.

A apresentação do relatório deste CEI não acontecerá mais nesta quata-feira (4) como havia sido anunciado. Conforme nota distribuída pela assessoria de imprensa da Câmara,  a reunião ocorrerá no dia 6 de maio, às 10h, porém, ainda sem apresentação do relatório. Na reunião do dia 6 de maio serão deliberadas novas oitivas de testemunhas, dentre elas, oitiva do secretário de Finanças, Eduardo Franceschi.

 

5 Comentários(Deixe o seu)

  • Andre Martins

    Espero que não abalem as CEIS pois se o prefeito errou tem que pagar mesmo que seja com a sua saida, e os vereadores que quiserem atrapalhar ou que estão com graçinhas durante as seçoes, que sejam afastados tambem, pois se querem aparecer " amarra uma melancia no pescoço"
    pois politica é coisa seria, por isso que a cidade esta essa porcaria devido a esses comediantes que fazem parte da camara.

  • José Getúlio Scandiuzi

    O doutor Segura deu um show, pois mostrou que os vereadores concordaram que a situação é grave e que votariam a favor da Comissão Processante, mas depois que foram para casa ou para escritório de alguém, já começaram a mudar de ideia, ou seja, roeriam a corda. O correto é abrir esta CP e se tiver que cassar e/ou mandar pro Ministério Público tem que mandar. Chega!!!!
    A cidade não aguenta mais este desgoverno. E prá piorar o prefeito conseguiu, com a ajuda daquele Bissoli tomar o PV dos verdes de verdade. Frederico será perseguido e fatalmente terá que sair deste partideco em Jaú.

  • Ronaldo Santiago

    Acho que a saída do Fernando Frederico desse partido seria a melhor coisa pra ele, pois associamos o PV ao Prefeitinho. Vá para o PT Fernando e aí vamos formar uma ajuda para o próximo prefeito.

  • marcos cunha

    agora a senhora bronca, da direçao do pv guentaaaa!!!!!!!!!!!!!!!

  • João Roberto de Castro

    Primeiro quero parabenizar o Sr. Dr. Fernando Frederico de Almeida Junior, pelo trabalho e pela coragem de enfrentrar em receio as deretrizes do partido e prinpalmente por respeitar os votos que recebeu de seus eleitores. Pois quando votamos nesses vereadores, esperamos que eles fiscalizem o chefe o executivo, e não para ficarem fazendo conchavos com outros partidos para defenderem, acobertarem, fazendo parte dessa bagunça que ai está. Existe um dito popular que diz, " QUEM NÃO DEVE NÃO TEME", por que eles não aprovam a CEI, estão com medo, de que?

    Parabens, Dr. Fernando Frederico de Almeida, a população vai lembrar dessa briga nas próximas eleições, e principalmente dos vereadores que junto querem esconder essa vergonha............

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados