sexta, 28 de fevereiro de 2020
Início » Política » Professoras aprovam contraproposta salarial da Prefeitura

Professoras aprovam contraproposta salarial da Prefeitura

Gravatar
20/04/2011 às 20h37

Galeria de Fotos

J.H. Teixeira

Com parte dos servidores denunciando que a assembléia teve manipulação, foi aprovada na noite desta quarta-feira, na Câmara, a terceira contraproposta salarial apresentada pela administração municipal aos salários do funcionalismo. Foram 346 votos favoráveis, 70 contrários e um nulo. No olhômetro podia se ver que 95% ou mais dos presentes eram mulheres e a maioria professoras da rede municipal. Ao contrário das duas assembléias anteriores, dessa vez a imprensa não foi informada para anunciar a realização desta terceira reunião.

"As professoras foram convocadas para a assembléia e até dispensadas das atividades da noite. Isso foi feito para que elas aprovassem a contraproposta, já que terão os 6,01% da inflação e mais 10% do Fundeb. Nós só teremos os 6,01% e não concordamos com esse reajuste", disse uma merendeira ao final da assembléia, junto a um grupo delas que expressava a mesma opinião.

A presidente do Sindicato dos Funcionários Municipais, Eliana Contarini, nega que tenha havido essa manipulação. "Os professores são 709 na rede e o total de servidores, incluindo os inativos, é 3.565. Nós distribuimos panfletos, demos entrevistas em todas as rádios, conversamos com o pessoal da saúde. Para nós não há diferença entre os servidores. Ocorre que se os professores vieram em maior número é porque eles são unidos, o que talvez não aconteceu entre os funcionários dos outros setores", disse a presidente.

À Rádio Jauense ninguém do sindicato deu entrevista nesta semana anunciando a assembléia, ao contrário do que ocorreu nas outras duas vezes. Nem o Jaunews recebeu qualquer e-mail comunicando a realização da reunião.
 

Contraproposta

Pelo voto foi aprovada a proposta do prefeito Osvaldo Franceschi Junior (PV) que mantém o mesmo reajuste de 6,01% oferecido desde o início das negociações, sem nenhum aumento real, exceto para os professores que terão os 10% do Fundeb.

"A contraproposta do Executivo trouxe agora os itens que eles haviam excluído das anteriores, como a reestruturação de cargos e salários de todos os servidores; um piso salarial de R$ 620,00, quando antes era de R$ 570,44 e iria para R$ 603,00 o que beneficia diretamente quase 350 pessoas na Prefeitura e mais 40 no Saemja; houve aumento diferenciado para o motorista, para o operador de máquinas; e a alteração na licença-prêmio. Agora, quando o servidor completa a 31ª falta, zera tudo e começa a contar de novo a partir daí o quinquênio para a licença-prêmio. Antes ele tinha que completar aquele quinquênio, iniciar e completar outro para ter o direito ao adicional. Isso é valorização para o servidor", falou Eliana Contarini.

O valor do cartão de compras foi elevado para R$ 253,00 sendo mantidos os 15% de aumento oferecidos na segunda contraproposta. Os servidores reivindicavam 75% de aumento ou, um cartão no valor de R$ 385,00. “A partir de junho, o valor será creditado no cartão no primeiro dia útil de cada mês e ele será reajustado trimestralmente. Havendo aumento de arrecadação da Prefeitura o cartão terá aumento real”, observou a presidente do sindicato.

 Quanto à reestruturação de cargos e salários, Contarini disse que, exceção aos professores cujo processo já está sendo encaminhado, para os demais funcionários ela vai acontecer só no ano que vem.
 

10 Comentários(Deixe o seu)

  • SANDRA APARECIDA ARROYOS

    MUITO SUSPEITO.NO SETOR QUE TRABALHO NÃO CHEGOU NENHUM CONVITE PARA A ASSEMBLÉIA DE HOJE.NEM UM CONVITE PELA INTERNET COMO SEMPRE FAZEM OS MEMBROS DO SINDICATO.SUSPEITO MESMO SÓ TER PROFESSORES EM MASSA NESSA ASSEMBLÉIA,NUNCA COMPARECERAM ASSIM EM MASSA.SE TEVE ALGO ERRADO UM DIA FICAREMOS SABENDO.

  • José Ricardo Batista

    Da forma como foi colocado aos professores achei absurdo e lamento esse jogo que fazem. Insisto em dizer que se houvesse o repasse do fundeb coerentemente o aumento seria de muito mais. Lamentável.

  • Glaucia Bebber

    Sobre a assembléia fiquei sabendo pelo orkut e além do mais quem tem interesse em saber dos seus direitos tem que ir atrás, se informar, questionar e não ficar esperando que se bata em sua porta para avisá-lo.
    Há dois anos o repasse do fundeb é feito em cima da hora o que gera muita confusão e desentendimentos, de fato podia ter sido muito mais que 10% e todo ano temos que brigar por um direito adquirido nos colocando numa condição estressante.

  • Anry

    Naõ sei não tá cheirando sujeira!!!!!!!!!!!!!!!!

  • SANDRA APARECIDA ARROYOS

    PEÇO DESCULPAS PARA OS MEMBROS DO SINDICATO,POIS DISSE QUE NÃO TERIAM CONVIDADO OS FUNC. DO CANIL.FORAM LÁ SIM MAS COMO PROVAVELMENTE ERA HORARIO DE ALMOÇO,NÃO ERA TODOS OS FUNC.QUE SE ENCONTRAVA PRESENTE,E QUEM RECEBEU O RECADO NÃO SEI O MOTIVO ,MAS NÃO PASSARAM PRA FRENTE.ENTÃO DIGO QUE AINDA CONTINUO ACREDITANDO NA ARMAÇÃO,MAS NÃO POR PARTE DO SINDICATO. COM CERTEZA EM BREVE FICAREMOS SABENDO O QUE REALMENTE ACONTECEU.

  • Fabiano

    Bom pessoal, tem professor no meio, então tem coisa errada...
    Ta na cara que aprovaram vendo apenas o beneficio da classe deles de professores, e não da coletividade dos funcionarios publicos...

    Ora eles tiveram 10% do fundeb néééé prometido pra já o que nao haveria nada antes da votação....

    Suspeito gente muito sustpeito...

  • joao

    voces sabiam que as professora tem beneficio de 800 reais em seu pagamentos elas sao uma strairaras sao as que mais faltam o nosso ensino esta muito ruim elas foram trairas, como sempre são, peca para alguem pedir as listas de presenças das professoras, e outra coisas tomara que elas nao recebam o fundeb

  • Fabiana

    Sou professora e me senti usada, manipulada,ou seja, um verdadeiro fantoche nas mãos do poder...
    Lamento pelo valor insignificante de aumento salarial e pelo baixissimo salario que vão receber pais de família que não tiveram a chance de sequer, protestar ou lutar por salários mais dignos.

  • Meire

    Achei estranho e senti falta dos funcionários dos outros setores na Assembléia, já que para nós foi até nos oferecido troca de HTPC. para votar favorável à proposta , já que foi nos passado que se não fosse aceito o acordo, teríamos o risco de perder até os 10% de FUNDEB (benefício esse que já é nosso por direito). Eu me sinto envergonhada por ter sido chantageada e manipulada. Enfim, lamentável

  • José Ricardo Batista

    João, que benefício é esse de R$ 800,00 que eu não recebo? Quanto ao acontecido, eu lamento. Foi nítida a manipulação das professoras, senti que houve muita falta de informação. Não concordo com um miserável aumento de 6% frente a tanta coisa aí. Não estive no dia da votação e se tivesse, com certeza votaria NÃO.
    Não devemos julgar todo mundo pelo comportamento de algumas pessoas. Eu não falto, desempenho meu papel como professor da melhor maneira que posso e, então, mereço o FUNDEB e um aumento bem maior que 6%. FALTA UNIÃO E INFORMAÇÃO.

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados