quarta, 19 de fevereiro de 2020
Início » Política » Kakai diz que PV piorou a água e que quer privatizar Saemja

Kakai diz que PV piorou a água e que quer privatizar Saemja

Gravatar
11/04/2011 às 21h44
J.H. Teixeira

A crônica falta de água em Jaú voltou a ser assunto na tribuna da Câmara. Na sessão desta segunda-feira (11/4), o vereador Carlos Alexandre Ramos, o Kakai (PT) disse que a administração do PV "conseguiu piorar o problema da água na cidade". O petista criticou o fato de o município ter assumido uma dívida, questionável, de R$ 16 milhões, em quatro anos, com a Sanej, para a empresa completar o tratamento de esgoto na cidade, em vez de investir esses recursos na melhoria da captação de água. Kakai disse que são fortes os indícios de que a administração quer privatizar o Saemja (Serviço de Água e Esgoto do Município de Jaú).

"O caixa do Saemja se comprometeu com essa dívida de R$ 4 milhões por ano, sob a falso argumento de que era preciso pagá-la para a empresa completar o tratamento do esgoto. Não é verdade. O contrato previa o complemento do tratamento do esgoto. Bastava fazer com que a empresa cumprisse o contrato. Com R$ 4milhões por ano daria para melhorar e muito a situação da água. Pensei que com o PV no governo as questões ambientais estaria como prioridades na pauta, mas estou surpreso: o PV conseguiu piorar o problema da agua em Jaú", falou Carlos Ramos.

O ex-líder do prefeito Osvaldo Franceschi Junior (PV) na Câmara, o vereador Fernando Frederico de Almeida Junior (PV), disse que o chefe do Executivo é um estranho no ninho no PV. Não foram exatamente estas as palavras, mas Frederico disse o PV "trouxe alguém que não tem compromisso com os ideais, os princípios e os valores do partido". E completou: Deu no que deu. Quando se tem um chefe do Executivo que deixa o lixão ser interditado, que trabalha para reprovar nossas emendas que estimulavam e promoviam a preservação ambiental, fica a pergunta: Será que essa pessoa é do Partido Verde? Pessoa que não teve coragem de sancionar expressamente a lei da licitação verde, que esta Casa aprovou por unanimidade. Será que essa pessoa tem compromisso com o PV?"

Até o vereador Ademar Pereira da Silva (PT), que muitas vezes tem se portado como se fosse líder do prefeito na Câmara, concordou com as colocações de seu colega de bancada Carlos Ramos. "Falta de água virar regra é lamentável. A dívida de R$ 16 milhões poderia ser questionada judicialmente. Deixar de pagá-la daria condições de fazer investimentos para melhorar a captação de água, perfurar poços. Foi uma decisão político-administrativa errada", falou Ademar da Silva.

No final, Kakai disse que "hoje caminhamos para mais de 50% de possibilidade de privatização do Saemja. Se não tomarmos providência, vão privatizar".
 

Mais sobre: Saemja, água

3 Comentários(Deixe o seu)

  • Andre Martins

    O prefeito conseguiu piorar tudo na cidade até a agua que nunca foi as mil maravilhas, mas nesta gestão se tornou calamidade publica pois nunca tem agua e qualquer chuva que da para o abastecimento por varios dias ate por semanas. Privatizar o Saenja seria uma palhaçada né, apesar que o Saenja privatizado ou não o atendimento é um lixo eles não estão nem ai com o povo, pois me lembro bem das desculpas idiotas da Claudia Baccaro quando faltava agua devido as chuvas era sempre argumentos absurdos.
    Tomara que o vereador Carlos Ramos fique de olho e não permita que a coisa fique ainda pior, pois me parece que ele é um dos unicos que pensa no povo com sinceridade, Parabens vereador.

  • marcos cunha

    quer melhorar o saemja, tira a dita cuja que o toffano colocou la, só o prefeito que nao ve, ou finge que nao ve!!!!!!!!!!!!

  • rita

    privatizar o saenja, nem pensar!!!!! nóis vai e quebra tudoooooooooooo....

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados