segunda, 26 de junho de 2017
Início » Política » Deputados condenam espetáculo em depoimento de Lula a Moro

Deputados condenam espetáculo em depoimento de Lula a Moro

“Acredito piamente que Lula praticou os crimes que lhe são imputados”, disse o deputado Carçps Sampaio em vídeo publicado em sua página no Facebook.

Gravatar
11/05/2017 às 18h50

Diferentemente do verdadeiro clima de comício montado por petistas, parlamentares do PSDB consideram natural que o ex-presidente Lula, como qualquer cidadão acusado de cometer crimes, dê explicações à Justiça. Nesta quarta-feira (10), por cerca de cinco horas,  ele esteve diante do juiz Sérgio Moro na 13ª Vara Federal em Curitiba (PR). O depoimento representa a fase final do processo que se arrasta há quase um ano, no qual pesa contra ele a suspeita de ter recebido propina por meio um triplex no litoral paulista dado, supostamente, pela empreiteira OAS. Como esperado, negou qualquer irregularidade e alegou até mesmo desconhecer uma visita feita por Dona Marisa ao imóvel em 2014.

Ao longo do dia, no plenário e nas redes sociais, tucanos se manifestaram contra a estratégia de Lula de tentar transformar processos jurídicos em campanhas políticas e, ao final, se colocar como mera vítima de policiais, juízes e procuradores, apesar de responder por vários crimes, como corrupção, lavagem de dinheiro, tráfico de influência e obstrução de justiça em cinco ações penais.

CIDADÃO COMUM

O deputado Daniel Coelho (PE) disse que o depoimento de Lua deve ser visto com naturalidade. “A lei é para todos. A Lava Jato está investigando diversos políticos – da oposição e da base aliada. O carnaval, a tentativa de transformar num espetáculo, em nada agrega”, reprovou. “Quem cometeu crime, vai pagar”, completou.

As provas dos crimes cometidos por Lula foram listadas pela revista Época. De acordo com a reportagem, houve pagamento de propina que totalizam R$ 80 milhões. A publicação aponta fartura de documentos: extratos bancários, documentos fiscais, comprovantes de pagamento no Brasil e no exterior, contratos fajutos, notas fiscais frias, e-mails, trocas de mensagens, planilhas, vídeos, fotos, registros de encontros clandestinos e depoimentos de empresários.

O deputado Carlos Sampaio (SP) disse que Lula foi “o chefe da quadrilha que se instalou no governo federal” e prestou contas “de seus atos criminosos” ao juiz Sérgio Moro. “Acredito piamente que Lula praticou os crimes que lhe são imputados”, disse Sampaio em vídeo publicado em sua página no Facebook. Da tribuna, o deputado João Gualberto (BA) também foi duro e disse que o petista foi “o chefe da quadrilha que acabou com o Brasil”. Para o tucano, o governo petista destroçou o país, acabando com o sonho e a esperança de 13 milhões de brasileiros que agora enfrentam o desemprego.

PETISTAS AUSENTES

Apesar da agenda repleta de atividades na Câmara e no Senado, parlamentares petistas e de outras legendas de esquerda preferiram viajar para a capital do Paraná.Em Plenário, o deputado Fábio Sousa (GO) defendeu que, além de cobrir as despesas com recursos próprios, esses deputados e senadores sofram as consequências administrativas em virtude da falta no Congresso. 

(reportagem: Ana Maria Mejia/charge: Ricardo Mauricio)

Mais sobre: Lula e Moro

Um comentário(Deixe o seu)

  • José Pires

    Luiz inacio virou o Maluf da esquerda, o negocio agora é queimar pneus em vias publicas, O MTST assim como o MST vivem ameaçando a sociedade e incitando ações terroristas que impedem nosso direito de ir e vir e de trabalhar. Lá na europa, por mais que sejam ingênuos, não tratam o IRA e o ETA como movimentos sociais, são grupos terroristas e ponto final. Está na hora de dar nome às coisas. Vagabundos que aterrorizam a população são terroristas sim.

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados