segunda, 30 de março de 2020
Início » Política » 14 projetos entram na primeira sessão da Câmara

14 projetos entram na primeira sessão da Câmara

Um farto material de expediente será apresentado, com indicações, requerimentos e projetos propostos pelos vereadores após um mês e meio de recesso legislativo

Gravatar
01/02/2014 às 09h18

A Câmara de Jaú inicia o segundo ano do atual mandato na próxima segunda-feira com sessão ordinária a partir das 19h. Um farto material de expediente será apresentado, com indicações, requerimentos e projetos propostos pelos vereadores após um mês e meio de recesso legislativo. São 14 projetos que entram no expediente como objeto de deliberação para serem submetidos às comissões permanentes e posteriormente votados.

Entre os projetos propostos, três são do vereador Gilberto Vicente (Solidariedade). Um obriga a realização do teste de oximetria nos bebês nascidos em Jaú; outro diz que shoppings e outros centros comerciais devem oferecer internet sem fio gratuita aos seus frequentadores; o terceiro propõe um cadastro de pessoas desaparecidas através de fotos no site da Prefeitura

O vereador Carlos Lampião Magon (PV) também apresenta três projetos. Num deles pede que as caçambas colocadas nas ruas para a coleta de entulhos tenham dispositivo para escoamento de agua, evitando que acumulem água da chuva. No segundo projeto Lampião quer que os recursos contra multas de trânsito sejam divulgados na internet no site da Prefeitura. O terceiro propõe auxílio-transporte a ser dado pelo município aos desempregados por 90 dias.

Dois projetos são de autoria do vereador Ronaldo Formigão (Pros).  Um quer que os contribuintes em débito com o município sejam notificados antes de serem inscritos na dívida ativa e antes de serem cobrados judicialmente. O outro propõe parcerias para a criação de hortas orgânicas comunitárias.

O vereador João Carlos de Toledo (PT) propõe três projetos de denominação. Um dá nome de Fábio Rogério Turatti a um largo público; outro denomina João Mário Molan, outro largo público; e o terceiro dá o nome de Claudio Ferracini a uma praça no Jardim Paraty. Entre as homenagens há dois projetos de título de Cidadão Jauense, um para João Batista Bergamasco e outro para Laerte Padilha Logiziam, ambos dos vereadores Carlos Lampião e  Charles Sartori (PMDB).  De Sartori há também projeto que altera lei de  1984 que permite dar o nome de pessoas vivas a próprios públicos.

Por fim, entra projeto da mesa da Câmara que permite celebrar convênio com o Banco do Brasil para o processamento da folha de pagamento dos funcionários do Legislativo, ou seja, para a abertura de “conta salário”. Este projeto possivelmente seja votado em urgência.

Mais sobre: Câmara de Jaú

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados