sábado, 28 de março de 2020
Início » Política » Aloisio defende mais recursos federais para São Paulo

Aloisio defende mais recursos federais para São Paulo

Gravatar
28/09/2010 às 19h14
J.H. Teixeira

O ex-ministro, ex-secretário estadual e agora candidato ao Senado, Aloisio Nunes Ferreira (PSDB) esteve na tarde desta terça-feira em Jaú. Caminhou pelas ruas centrais acompanhado pelo ex-prefeito e candidato a deputado estadual João Sanzovo Neto, bem como pelo deputado federal Edson Aparecido. Na praça Siqueira Campos, onde começou a caminhada, ele foi recebido também pelo prefeito Osvaldo Franceschi Junior (PV), por secretários municipais e por peemedebistas como o ex-secretário Rui Pacheco e o secretário Celso Pacheco Filho. O prefeto Franceschi pregou no peito um adesivo de Aloisio e declarou que ele é o seu segundo candidato a senador.

Aloisio Ferreira falou sobre propostas para o desenvolvimento do interior do Estado. "O Brasil é muito desigual. O governo central absorve a maior parte dos impostos que pagamos e devolve muito pouco. Nós de São Paulo contribuimos com 40% da receita do governo federal e nos vêm de volta 12%. A atribuição do senador é representar este país que é São Paulo para que possamos receber um retorno maior. Na área da saúde, é urgente atualizarmos a tabela do SUS, pois o que ele paga aos hospitais não cobre os custos dos procedimentos médicos. Nesta região, com presença forte da cana, precisamos de recursos para a formação rápida dos trabalhadores que hoje cortam cana e que não poderão mais cortar com a mecanização que está chegando. Existe dinheiro federal para isso no FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador). É preciso que o senador vá buscar esse dinheiro. Na área da segurança, eu criei quando ministro da Justiça o Fundo Nacional de Segurança Pública. São Paulo não recebe nada desse fundo e precisa receber para desenvolver principalmente a inteligência policial, a capacidade de investigação da Polícia", disse .

O candidato ao Senado disse que nessa reta final de campanha as perspectivas são muito boas. "Continuo apresentando as minhas propostas, junto com o Alckmin (Geraldo Alckmin, candidato a governador) e junto com o Serra (José Serra, candidato a presidente da República) quando isso é possível porque o Serra tem que correr o Brasil inteiro. Estou bastante otimista. Temos grandes chances de chegar lá e eu me sinto preparado para ser um bom senador".

Sobre a eleição presidencial, Aloísio Nunes disse, agora que são maiores as possibilidades de um segundo turno entre o seu candidato, José Serra, e a candidata do presidente Lula, Dilma Roussef, que nunca acreditou que a eleição estivesse decidida no primeiro turno. "Houve uma onda da candidata do PT, excessiva, abusiva pela participação do governo federal. Agora chegou a hora da refelexão. O eleitor vai ver quem é que tem realmente condições de dirigir o país, quem é que tem reais compromissos com a democracia, com a liberdade de imprensa. Essa reflexão vai levar a eleição para o segundo turno e, segundo turno, é outra eleição", completou o candidato ao Senado.
 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados