domingo, 17 de dezembro de 2017
Início » Política » Homem é detido e sessão é encerrada por tumulto

Homem é detido e sessão é encerrada por tumulto

O presidente Roberto Carlos Vanucci pediu que os manifestantes fizessem silêncio e, em vez disso, um cidadão o teria chamado de “fascista”. O presidente ordenou que policiais retirassem esse homem do recinto. Formou-se a confusão e a sessão foi encerrada.

Gravatar
30/09/2013 às 21h13

A sessão da Câmara da noite desta segunda-feira em Jaú foi mais uma marcada por tumulto por conta de manifestantes que estavam no plenário. No início, o presidente Roberto Carlos Vanucci (PT) agradeceu aos que estavam assistindo aos trabalhos de forma ordeira e citou que os agitadores tinham ficado do lado de fora. Nem a metade da 87 cadeiras estavam ocupadas no início dos trabalhos.

Mas depois os manifestantes foram entrando, após se identificar na porta, tornando-se um grande número. Estes começaram a se manifestar de forma mais veemente quando o vereador Ronaldo Formigão (DEM) estava na tribuna e fazia críticas à aprovação do aumento de 40% da Planta Genérica de Valores, que corrige o IPTU.

O presidente havia pedido que os vereadores não incitassem o público e Formigão não o fez, mas alguns presentes começaram a se manifestar de forma ruidosa. Vanucci pediu que fizessem silêncio e, em vez disso, um cidadão o teria chamado de “fascista”. O presidente ordenou que policiais retirassem esse homem do recinto. Os demais vaiaram e gritaram palavras de ordem. O presidente encerrou a sessão, às 20h25,  alegando o motivo de tumulto.

O homem ofereceu resistência mas foi retirado e levado ao plantão por policiais militares. Com a sessão encerrada, um grupo de manifestantes ficou no saguão da Prefeitura aguardando a saída dos vereadores e gritando palavras de ordem. Outro grupo falava em ir ao plantão policial para tentar liberar aquele que havia sido detido. O homem, que é médico, vai responder por injúria, resistência e lesão corporal. Vanucci, alguns vereadores e testemunhas também foram ao plantão prestar depoimento.

Apenas um projeto foi votado ontem e, pelo visto, a sessão seria encerrada logo após a fala de Formigão na tribuna, mas o encerramento acabou sendo precipitado pela  agitação que tomou conta do plenário.

Desfiliação

Três vereadores da Câmara de Jaú estão deixando os seus respectivos partidos. O PSDB está sofrendo duas baixas: Paulo Gambarini e Fábio Dornelles estão saindo. Vai ficar apenas Tito Coló Neto como representante dos tucanos. No DEM ficará apenas Ronaldo Formigão, já que Wagner Brasil de Barros está se desfiliando. Eles devem migrar para um dos novos partidos criados recentemente, possivelmente o PROS.

 

 

Mais sobre: Câmara de Jaú

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados