sábado, 21 de outubro de 2017
Início » Política » Sessão terá público limitado e sem tribuna livre

Sessão terá público limitado e sem tribuna livre

Ao anunciar essas medidas o presidente da Câmara, Roberto Carlos Vanucci (PT) disse que assim agia para evitar problemas de segurança no local e exaltações do público em razão de manifestações na Tribuna Cidadã.

Gravatar
29/09/2013 às 19h18
Roberto Carlos Vanucci, presidente da Câmara

Roberto Carlos Vanucci, presidente da Câmara

A sessão da Câmara de Jaú desta segunda-feira (30/9) vai ter a presença de público até o limite de 87 pessoas, que é a capacidade de pessoas sentadas no recinto. Todos também terão que se identificar, com documento com foto, para ter acesso ao local. Também não haverá o uso da Tribuna Cidadã, que acontece sempre na última sessão legislativa de cada mês.

Ao anunciar essas medidas o presidente da Câmara, Roberto Carlos Vanucci (PT) disse que assim agia para evitar problemas de segurança no local e exaltações do público em razão de manifestações na Tribuna Cidadã. Ao mesmo tempo, o presidente registrou na Delegacia Seccional de Polícia a tentativa de agressão de um manifestante contra vereadores. Imagens da TV Câmara mostra uma pessoa atirando um objeto contra a mesa legislativa, o que depois constatou-se ser uma base de pé de cadeira. Acrescentou que os vereadores Cleonice Furquim e Charles Sartori registraram queixas contra manifestantes por injúria e difamação.

“O movimento deles perdeu o foco, numa manifestação desordenada e tendenciosa. Vereadores que votaram o aumento do salário do prefeito, na gestão passada, agora são aplaudidos. Tem gente que não sabe nem porque está vindo aqui e nem o que está fazendo aqui. Aqui é a casa do povo, mas não é casa da mãe Joana”, disse Vanucci

Conforme o presidente, quem atirou objeto contra vereadores na sessão passada será impedido de entrar na sessão desta segunda. “Com as imagens e a apresentação de documentos na porta temos condições de identificar cada um e responsabilizar aqueles que cometem excessos”, falou Vanucci.

O presidente disse que indeferiu a Tribuna Cidadão porque um dos inscritos era um representante da associação dos surdos e muitos dos deficientes auditivos pretendiam comparecer. “Não posso expor essas pessoas a um outro grupo enraivecido. Se acontecer alguma coisa, o responsável sou eu”, justificou.

Vanucci entregou à polícia as gravações em vídeo da sessão e o objeto jogado contra vereadores. “As imagens mostram nitidamente a agressão. Agora compete à Polícia fazer o seu trabalho. Na próxima sessão, quem se exceder será convidado a deixar o recinto”, completou Vanucci.

Manifestantes tem lotado o recinto da Câmara nas duas ultimas sessões ordinárias e uma extraordinária. Eles protestam contra o aumento de 40%  na Planta Genérica de Valores, base de cálculo para o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e  a aprovação em urgência do projeto que permite ao Executivo fazer a concessão do Saemja (Serviço de Água e Esgoto do Município de Jaú).

Mais sobre: Câmara, Câmara de Jaú

65534 Comentários(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados