segunda, 20 de novembro de 2017
Início » Política » Câmara vota mudança de horário das sessões

Câmara vota mudança de horário das sessões

O projeto entra em primeira votação neste dia 29, terá a segunda votação no dia 5 de agosto e depois será sancionado e publicado. O novo horário das sessões deve valer para o dia 12 ou dia 19 de agosto.

Gravatar
27/07/2013 às 08h18

Praticamente um mês depois de terem sido entregues ao presidente da Câmara de Jaú,  Roberto Carlos Vanucci (PT) começa a ser atendida a primeira das oito reivindicações apresentadas pelo movimento “Vem pra Rua” na manifestação do dia 1º de julho.  Começa a ser votada segunda-feira (29) a alteração do horário de início das sessões da Câmara, das 16h para as 19h.  Também será votada a redução do tempo de uso da tribuna pelos vereadores nas “explicações pessoais”, de 10 minutos para 5 minutos.

O projeto entra  em primeira votação neste dia 29, terá a segunda votação no dia 5 de agosto e depois será sancionado e publicado. O novo horário das sessões deve valer para o dia 12 ou dia 19 de agosto.

Das oito reivindicações apresentadas, o presidente Vanucci disse que três eram de competência da Câmara. Uma é a redução do número de vereadores de 17 para 11. O presidente disse que não pode ser votada este ano porque já foi rejeitado projeto que previa a redução para 13 cadeiras. Na verdade pode, porque não é a mesma redução para 13, mas para 11, portanto é um projeto diferente daquele que já foi rejeitado este ano.

Sobre a redução dos salários do prefeito, vice-prefeito e vereadores, Vanucci disse que essa questão é mais complexa. “Nós vamos fazer uma análise mais minuciosa. Encaminhamos ao Jurídico para que possa fazer consulta a outros órgãos, como o Tribunal de Contas, o Cepam”, completou o presidente.

Quanto às reivindicações que são competência do Executivo, elas foram encaminhadas à Prefeitura. São elas:  redução do custo do transporte coletivo, instalação do pronto-socorro municipal,  melhorias na saúde, discutir o Estatuto do Magistério Municipal e pagamento do auxilio-transporte aos universitários. Destas, o prefeito Rafael Agostini (PT) diz que já atendeu a questão da melhoria da saúde com a renovação do convênio com a Santa Casa.

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados