segunda, 23 de outubro de 2017
Início » Política » Sindicatos vão parar dia 11

Sindicatos vão parar dia 11

“No dia 11 vamos iniciar um movimento nacional. Estamos lutando contra várias coisas que estão erradas hoje no nosso país”, disse Gilberto Vicente, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos e vereador.

Gravatar
04/07/2013 às 23h13
Gilberto Vicente, em pé, de braço estendido, na reunião em seu sindicato.

Gilberto Vicente, em pé, de braço estendido, na reunião em seu sindicato.

Atendendo orientação de suas centrais, sindicatos de Jaú estão se mobilizando para uma paralisação geral do país no próximo dia 11. Ontem aconteceu reunião à tarde no Sindicato dos Metalúrgicos, com a participação de 12 dirigentes sindicais,  para tratar da mobilização e outro encontro foi marcado para segunda-feira quando serão definidos os últimos detalhes. Os manifestantes pretendem fazer passeata pela cidade, com carro de som, pedindo o apoio da população às suas reivindicações.

“No dia 11 vamos iniciar um movimento nacional. Estamos lutando contra várias coisas que estão erradas hoje no nosso país”, disse Gilberto Vicente, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos e vereador. Ele enumerou itens que são da pauta básica do movimento: fim da corrupção, mais segurança, mais saúde e mais educação,  fim do fator previdenciário, redução de mensalidades das faculdades, dentre outros.

O movimento das centrais sindicais se mistura, conforme o próprio Vicente, com o movimento “Vem para rua”.  “As centrais sindicais estão se reunindo para que paremos o país. Se for preciso vamos parar também as rodovias”, disse.

A reunião do dia 8 vai definir como será o movimento em Jaú. “Vamos pedir a população que nos ajude. Vamos fazer passeata mas será tranquila, sem violência, sem quebra-quebra, sem algazarra. Vamos apenas lutar contra tantas coisas erradas que acontecem neste país”, falou Gilberto Vicente.

Vicente disse que alguns não compareceram à reunião de ontem por conta do horário, mas que na segunda-feira estarão presentes. “Vamos nos juntar todos para dar mais força ao movimento. O povo de Jaú também precisa ter consciência do que significa essa nossa luta”, completou o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos.

Saúde

Os trabalhadores da saúde, por exemplo, vão aproveitar o movimento do dia 11 para manter a sua luta pela jornada de trabalho de 30 horas semanais. O projeto de lei da jornada reduzida tramita na Câmara dos Deputados.

“Assim como todos os brasileiros, a categoria está cansada de promessas eleitoreiras  e de manipulação. É por isso que vamos aderir ao movimento que é nacional. Vamos exigir respeito e o cumprimento das promessas”, disse o presidente da Federação dos Trabalhadores na Saúde do Estado de São Paulo, Edison Laércio de Oliveira.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de Jaú, Edna Alves,já fez duas manifestações recentes pela jornada de 30 horas pelas ruas da cidade.

 

Mais sobre: greve geral, sindicatos

6 Comentários(Deixe o seu)

  • Juca

    Os sindicados em geral estão virando uma empresa bem remunerada ,que não paga imposto e recebe muito dinheiro nos acordos trabalhista.Tanto é que seus presidentes ficam vitalício e quando morrem deixam seus parentes,é uma verdadeira "mamata",vemos esses sindicalistas o dia inteirto no centro de Jau ,sem fazer nada no centro de Jaú,tomando café.
    Agora querem pegar uma carona,com segundas intenções.
    Cuidado pessoal voces vão ser massa de manobra.]
    O governo deveria fazer uma devasa financeira ,para ver o que eles fazem com a grana que recebem dos trabalhadores e padronizar as eleiçoes nesses sindicados para não se tornarem monarquias e cabidão de emprego.
    Analisem as pessoas que lá estão e verão ,o que elas fizeram até agora e quanto estão ganhando ,
    Ninguém engana ninguem,vamos protestar contra eles.

  • Professor Alcides

    Eu tenho acompanhado os comentarios do Juca e desde já pabenizo pelas excelentes colocações que é a expressão da verdade.
    se eu tivesse um Jornal o senhor ja estaria contratado.
    Continue a comentar,é bom que as pessoas possam ler e comparar opiniões
    ninguém é dono da verdade
    e vc não tem o rabo preso

  • Afonso

    A contribuição sindical, diga-se, "obrigatória", data, salvo engano, de lei de 1940 (Getúlio Vargas), quando se instituiram direitos trabalhista - mas necessita de revisões, justamente para que não se perpetuem desvios e arbitrariedades que representam perdas para os trabalhadores (enquanto 'sindicalistas' profissionais se locupletam) - se há políticos que não nos representam, também são muitos os Sindicatos que não nos representam. Basta lembrar o triste e vergonhoso episódio das negociações entre o SINFUNPAEM (dos servidores públicos municipais) e a Prefeitura - restou, ao final, uma bonificação sem incorporação salarial real. Convém perguntar, o SINFUNPAEM vai aderir a tal paralisação? Os servidores municipais "estão convidados"? Ao vereador sindicalista é bom lembrá-lo que ele pode contribuir bastante com as nobres causas alencadas, como melhorias para a saúde e educação ou contra a corrupção, basta fiscalizar 'de verdade' o poder Executivo e lutar para se empregar corretamente os recursos repassados pelo governo Federal para as referidas pastas.

  • Josep Cadura

    Atualmente os Sindicatos não exercem a suas principais funções: lutar por melhorias nas condições de trabalho e por salários mais justos. Como acontece desde sempre no Brasil, muitos dos dirigentes dos Sindicatos se esquecem da coletividade e se beneficiam dos cargos que ocupam. A individualidade e a ganância prevalecem.
    Por fim, os maiores prejudicados são os trabalhadores.

  • edwin.hernandes@hotmail.com

    E sobre o ato médico???? vai afetar mais, de dez categorias que trabalham com a saúde

  • marcos cunha

    para o que!! em jau já tá tudo parado faz tempo precisamos de empresas para gerar empregos ..

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados