sexta, 20 de outubro de 2017
Início » Política » Associação perde kartódromo

Associação perde kartódromo

Cinco vereadores que haviam dado voto contra a revogação da concessão de uso, agora votaram a favor. Isso porque o prefeito Rafael Agostini acenou com outra área para a construção da pista de velocidade.

Gravatar
18/06/2013 às 07h50
Vereadores aprovaram revogação da concessão por 14 a 3

Vereadores aprovaram revogação da concessão por 14 a 3

A margem agora foi bem mais ampla e a Câmara aprovou ontem (17) por 14 votos contra três o projeto do prefeito Rafael Agostini (PT) que revoga a concessão de uso do kartódromo municipal pela Associação de Kart e Moto de Jaú. Os representantes da associação que acompanhavam esta que foi a segunda votação saíram irritados e protestando contra os vereadores que aprovaram a revogação da lei. Votaram contra o projeto do prefeito apenas os vereadores  Tito Coló Neto e Paulo Gambarini, do PSDB, além de Ronaldo Formigão, do DEM.

Cinco vereadores que haviam dado voto contra a revogação da concessão de uso, agora votaram a favor.  Isso porque, conforme foi falado na sessão, os dirigentes da associação que vem utilizando o kartódromo tiveram uma reunião com o prefeito Rafael Agostini que acenou com outra área para a construção da pista de velocidade, com entrada de máquinas para a terraplenagem da área em breve.

Nivaldo Campos, um dos integrantes da associação presente à sessão saiu revoltado. “Quando vão dar uma outra área para um novo kartódromo? Isso ninguém sabe. Daqui 50 anos? Todo mundo faz um joguinho com a gente. Hoje à tarde o vereador Charles Sartori (líder do prefeito na Câmara) fez uma proposta para nós que não é nada disso que aconteceu aqui. A proposta era a Prefeitura entrar com medida liminar para liberar o kartódromo para a gente até o final do ano”, disse Campos.

Sobre a área que a Prefeitura estaria disposta a ceder para a Associação de Kart e Moto, Campos disse que ela fica muito longe. “Querem dar uma área lá no estande de tiro (do Tiro de Guerra). Se acontecer um acidente lá, com sete quilômetros de terra, como vai fazer para o Samu chegar a resgatar um acidentado? Quanto tempo esse atendimento vai demorar?”.

O kartódromo foi fechado judicialmente para treinos e provas de kart e de moto por causa da poluição sonora. Campos se queixou que outros pontos de som muito alto são permitidos. “E as casas noturnas. Eu moro a mais de mil metros de uma e não durmo de madrugada. Ninguém fala nada disso. É só com a gente”, protestou.

“A situação tem que ser resolvida. O prefeito se comprometeu a fazer um novo kartódromo e que em poucos dias as máquinas estariam no local fazendo a terraplenagem. Mesmo acreditando no prefeito, em voto contra”, disse  vereador Coló. 

Para o vereador José Aparecido Segura Ruiz (PTB) que na semana passada votou contra o projeto do prefeito e agora votou favorável, a votação apertada por 9 a 8 no dia 10 foi que levou o Executivo a encontrar uma saída rápida para o impasse. “O prefeito não é bobo e viu que podia atender a associação dos kartistas. Quem ganha com isso é a cidade, a associação, o prefeito e os vereadores”, falou.

O vereador Carlos Lampião confirmou o seu voto a favor do projeto depois de ter a resposta de membros da associação que estavam na Câmara que de fato tinha havido a conversa com o prefeito e o compromisso de outro local para o kartódromo. “Então eu voto favorável”, disse.  Ronaldo Formigão, do DEM, no entanto, disse que só votaria favorável se já tivesse em mãos um projeto do novo kartódromo. “Só deveria revogar essa concessão de uso quando já estiver pronta a nova pista”, observou.

O líder do prefeito na Câmara, Charles Sartori, disse que já foi encaminhado em 14 de maio um pedido de verbas ao governo estadual, através do deputado Baleia Rossi, presidente do seu partido, para a construção de um novo kartódromo. “Quando ele estiver pronto, a associação vai administrar o local por 20 anos, por concessão de direito de uso”, falou.

A informação dada por vários vereadores situacionistas de que será construído o novo kartódromo levou o vereador Coló a questionar:  “Está no PPA?”. Ele quis ser se tem recursos previstos para a obra no Plano Plurianual. “Faz-se uma emenda”, reagiu o líder do PT, Lucas Flores.

 

Mais sobre: kartódromo de Jaú

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados