domingo, 17 de dezembro de 2017
Início » Política » Lampião preside o PV

Lampião preside o PV

“Vamos chamar os que se afastaram e conversar com todos. Aí vai ficar claro quem quer ficar e quem quer sair mesmo do partido”, disse Lampião, o novo presidente do PV em Jaú.

Gravatar
09/06/2013 às 09h59
Vereador Lampião na tribuna da Câmara

Vereador Lampião na tribuna da Câmara

O vereador  Lampião (Carlos Alberto Lampião Bigliassi Magon), único do partido com mandato eletivo atualmente em Jaú, é o novo presidente do Partido Verde (PV) na cidade. A ex-presidente Claudia Baccaro é agora vice-presidente. Estão também na executiva municipal Nádia Magon (secretária de organização), Paulo Crozera (secretário de finanças), Éder Henrique da Silva (secretário de comunicação) e mais sete membros que compõe o diretório.

A eleição de Lampião para a presidente do PV de Jaú se deu por aclamação, em reunião realizada em Araraquara, neste sábado, da chamada Bacia 15, que congrega o PV  de 34 cidades do centro do Estado.

Logo após ser confirmado presidente do PV jauense, Lampião disse que a sua intenção é recompor o partido na cidade.  Ele lembrou  que o PV teve um deputado federal (José Paulo Toffano), o prefeito no mandato passado (Osvaldo Franceschi Junior) e começou esse mesmo mandato com três vereadores. Hoje está resumido a apenas ele próprio com mandato eletivo.

“Vamos chamar os que se afastaram e conversar com todos. Aí vai ficar claro quem quer ficar e quem quer sair mesmo do partido”, disse Lampião.

A reunião da Bacia 15 deliberou que a grande região central do Estado, compreendida por São Carlos, Araraquara, Jaú e Bauru deve apresentar cinco nomes a deputado federal e outros cinco a deputado estadual para as eleições do ano que vem .  Um desses nomes pode sair de Jaú, conforme o próprio Lampião. Pode até ser ele mesmo, que vem ensaiando uma possível candidatura a deputado em 2014.

Mais sobre: politica de Jaú, PV, Lampião

Um comentário(Deixe o seu)

  • DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE NO PLANETA TERRA
    A partir da primeira Conferência das Nações Unidas Sobre o Ambiente Humano, que aconteceu em Estocolmo, capital da Suécia, de 1 a 5 de Junho de 1972, ficou definida internacionalmente a data de 5 de Junho como sendo o Dia Mundial do Meio Ambiente. A motivação deste acontecimento foi a constatação científica do fato gravíssimo da acelerada degradação da vida, devido ao uso desordenado dos recursos naturais, assim como a poluição em suas diversas formas e a destruição das florestas. O objetivo é alertar e conscientizar a humanidade da importância da ecologia para a boa qualidade de vida das pessoas e de todos os seres vivos que habitam o nosso Planeta Terra.
    No Brasil, o passo mais importante foi a inclusão na Constituição Federal de 1988, do Capítulo VI, Do Meio Ambiente, Artigo 225: “Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações”. Este fato obrigou todas as Constituições de todos os Estados do Brasil a reproduzirem este princípio em seus textos. Do mesmo modo aconteceu com as Leis Orgânicas dos municípios brasileiros.
    No ano passado foi aprovado pelo Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado Federal) e sancionado (com alguns vetos) pela Presidenta da República, o Novo Código Florestal Brasileiro (Lei nº 12.651, de 25/05/2012), após um grande debate entre os diversos setores da sociedade. Sabemos que ainda não é um texto perfeito, mas poderá ser aperfeiçoado ao longo do tempo, principalmente como resultado da educação ambiental a médios e longos prazos.
    Estamos, também, comemorando neste mês de Junho um ano da Conferência das Nações Unidas Sobre Desenvolvimento Sustentável (CNUDS), ou seja, a RIO+20 que aconteceu no Rio de Janeiro, Brasil, em 2012, portanto 20 anos após a ECO-92 e 40 anos depois da primeira Conferência de Estocolmo. O objetivo principal da RIO+20 foi consolidar um comprometimento político atualizado sobre a vida no Planeta Terra no contexto ecológico do desenvolvimento sustentável. “O Futuro que Queremos” é o documento final da Conferência.
    Neste ano de 2013, aqui em Castanhal, foi aprovado pela Câmara Municipal o Código Ambiental Municipal, que ainda está em fase de regulamentação de alguns de seus artigos, como, por exemplo, o que trata do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente. O Artigo 16 incluiu a educação ambiental como disciplina obrigatória no Ensino Básico das escolas situadas no município de Castanhal e coloca o Código Ambiental Municipal como parte do seu programa. No Artigo 183 diz, que: “O dia 23 de março será considerado o “Dia do Município Verde”, devendo o poder público promover ações de cunho ambiental, visando estimular a consciência ecológica da população do município de Castanhal”.
    O Partido Verde (PV) está sempre acompanhando os temas importantes a nível internacional, nacional, estadual e municipal. Tem dado uma contribuição histórica significativa, principalmente no que diz respeito ao Meio Ambiente.
    Que São Francisco de Assis, Patrono Mundial da Ecologia, ajude a iluminar os nossos governantes na defesa da vida em todos os seus aspectos e dimensões, principalmente a vida humana desde a concepção até a morte natural.
    Viva o Dia Mundial do Meio Ambiente!

    Castanhal, Pará, 05 de Junho de 2013.


    Professor EUGENIO BARTOLOMEU COSTA FERRAZ
    Suplente de Vereador - Partido Verde (PV)
    E-mail: ebcferraz@hotmail.com
    Visite meu Blog: http://defesadavidahumana.blogspot.com
    Celulares: (91) 9601-8380 (Op.OI); 8258-2118 (Op. TIM)
    9121-4836 (Op. VIVO); 8418-5680 (Op. CLARO).
    Meu endereço: Rua Rio Grande do Norte, nº 49, Santa Helena, Bairro Nova Olinda, CEP 68742-050, Castanhal – Pará.

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados