segunda, 21 de agosto de 2017
Início » Política » Reforma é aprovada em urgência pela Câmara

Reforma é aprovada em urgência pela Câmara

Embora elogiando o projeto pela redução dos cargos comissionados e de secretarias, os vereadores Tito Coló Neto e Paulo Gambarini, do PSDB, mais Ronaldo Formigão, do DEM, e Carlos Lampião Magon, do PV, votaram contra por não concordarem com a urgência.

Gravatar
09/04/2013 às 07h57

Depois de uma hora e 36 minutos de discussão, os vereadores aprovaram na sessão de ontem da Câmara de Jaú o projeto do prefeito Rafael Agostini (PT) que faz a reforma administrativa, extinguindo 100 cargos em comissão, quatro secretarias municipais e criando um nova pasta. Em regime de urgência e com os vereadores da oposição reclamando que tiveram conhecimento do projeto minutos antes do início da sessão, a propositura foi aprovada por 13 votos contra quatro.

Embora elogiando o projeto pela redução dos cargos comissionados e de secretarias, os vereadores Tito Coló Neto e Paulo Gambarini, do PSDB, mais Ronaldo Formigão, do DEM, e Carlos Lampião Magon, do PV, votaram contra porque alegaram que não tiveram tempo para estudar a proposta enviada pelo prefeito.

“O projeto até pode ser bom, mas eu quero entende-lo. O prefeito falou em reforma durante toda a campanha, continuou falando durante a transição e antes da posse e só agora, quando vai chegando aos 100 dias de governo, manda para a Câmara um projeto que só tive acesso ás 16h30, com 40 páginas.  Parabéns pela extinção das secretarias, mas e os 24 efetivos que estão em cargos de comissão, não entram nessa conta dos 190 que ficam?”, questionou o vereador Carlos Lampião.

“Para a oposição é difícil até de assimilar esse choque de gestão. Nunca viram algo assim. Hoje é um dia histórico para Jaú”, disse o líder do PT, vereador Lucas Flores. “Faz 12 anos que estão prometendo e agora alguém teve a coragem. Precisou um ‘moleque’ , como dizem por aí, assumir a Prefeitura para fazer isso. Essa Câmara tem a chance de entrar para a história, junto com o prefeito, aprovando esse projeto”, falou o líder do PMDB, Fernando Frederico de Almeida Junior.

“Ninguém aqui tem dúvida de que o projeto é bom. O PSDB é contra o envio de projetos de afogadilhio e por isso vai votar contra”, disse o líder dos tucanos na Câmara, Tito Coló Neto. Mais uma vez, sua recomendação não foi seguida pelo segunda secretário da mesa, vereador Fábio Dornelles (PSDB) que alegando sua independência, votou a favor do projeto do prefeito.

“Sei que o projeto será aprovado, mas gostaria de ter a oportunidade de estuda-lo melhor. É louvável o projeto, mas era mesmo necessário extinguir as secretarias do Deficiente e do Idoso e de Transportes e Trânsito?”, questionou Ronaldo Formigao.

3 Comentários(Deixe o seu)

  • Rafael

    Parabéns prefeito pela atitude nobre ,só esta faltando coragem para o senhor em atender a população do Jardim Sempre Verde ,para nos passar medidas que serão tomadas para evitar a enchente em nossa cidade .

  • Oswald Mosley

    Deixe-me ver se eu entendi. A Câmara comemora que a Prefeitura reduz 100 cargos em comissão, mas cria 17 cargos em comissão de Assessor Parlamentar? Dois pesos e duas medidas?

  • Juca

    Em Jau a Camara de um modo geral não cumpre o seu papel,todos ali tem um interesse particular ,o coletivo pasou longe,o eleitor é so par votar.
    Ainda bem que jau tem um MP atuante,que esta sempre atento a qualquer desvio,acho também que jau deveria ter um ONG da transparencia para denunciar qualquer caso de corrupção,sejA ELA NA PREFEITURA ,SAEMJA OU AQUALQUER ORGAO PUBLICO OU PARTICULAR
    VAMOS AGUARDAR AS LICITAÇOES E CARTAS CONVITES E COMPARAR COM AS AJUDAS DE CAMPANHA PARA VER SE HOUVE ALGUM FAVORECIMENTO OU TROCA
    EU VOU DENUNCIAR,SE CONSTATAR QUALQUER FATO DESTE.

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados