segunda, 20 de novembro de 2017
Início » Política » Prefeitura vai reduzir repasse à Santa Casa

Prefeitura vai reduzir repasse à Santa Casa

Gravatar
12/01/2013 às 08h32

 

A Santa Casa pleiteava o aumento de 32,8% no repasse da Prefeitura ao hospital para a manutenção dos prontos socorros adulto e infantil. A Prefeitura, no entanto, vai reduzir o repasse, que até o ano passado era de R$ 640 mil mensais e que agora o hospital reivindicava R$ 850 mil. O valor ainda não está definido, mas por enquanto será mantido o valor do ano passado devido a liminar judicial que obriga o município a repassar a mesma quantia. A Santa Casa, por sua vez, com a redução do repasse disse que vai readequar o seu atendimento, realizando cortes no número de consultados que hoje chegam a 14 mil mensais.
 
A questão da renovação do convênio entre o município e a Santa Casa foi discutida nesta sexta-feira em reunião entre os dirigentes do hospital, o prefeito Rafael Agostini, o secretário de Saúde, Gilson Scatimburgo e o secretário de Economia e Finanças, Luís Vicente Federice.
 
Ao anunciar que vai reduzir o repasse à Santa Casa, a Prefeitura adiantou que irá investir na rede básica de saúde. A mudança na rede básica , conforme Scatimburgo,  vai privilegiar dois pontos principais. “Primeiro, temos que fazer o fortalecimento da atenção básica de saúde. Também vamos ver a necessidade de fortalecer o sistema com serviços de pronto-atendimento, como já era feito anteriormente”, disse. Isso significa a reativação do pronto socorro municipal. Além disso, com recursos federais, a Prefeitura vai construir uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento. “É uma grande obra, mas para daqui um ano e meio a dois anos. Isso também vai desafogar a Santa Casa”, disse o secretário.
 
Com a redução do repasse pela Prefeitura, o diretor clinico da Santa Casa, médico Luiz Alfredo Teixeira Junior, disse que a rede básica terá mesmo que se reestruturar. “Os pacientes que não apresentarem quadro de urgência ou emergência deverão procurar a rede básica de saúde”, disse. Está descartada por enquanto uma triagem no pronto socorro, mas ela deve acontecer no futuro.  “Por enquanto, isso não vai acontecer, mas mais pra frente vai. O paciente vai ser encaminhado para o posto onde haja consulta”,  diz o diretor clínico do hospital.
 
“Hoje, é impossível mantermos o valor que está em vigor, que é o repasse de R$ 640 mil por mês, muito menos o valor que o hospital pediu de R$ 850 mil”, diz o secretário Scatimburgo. “Nós vamos cumprir a determinação judicial, pagar os R$ 640 mil. Porém, nós vamos, juntamente com o hospital, definir novos fluxos de atendimento para ver qual é o papel do município de fortalecimento do sistema de saúde para tentar diminuir a demanda de atendimentos da Santa Casa”, completou.
 

 

Um comentário(Deixe o seu)

  • luiz

    FALA SE EM TANTA REDUÇAO PARA ECONOMIZAR ATE HORAS EXTRAS REDUZIU O REPASSE DA SANTA CASA REDUZIU TB,MAS NAO SE OUVE ELE FALAR DE REDUZIR O SALARIO DE PREFEITO DE 19 MIL REAIS E DO VICE DE 11 MIL E DOS SECRETARIOS PORQUE SERA HEIN? EM EPOCA DE CRISE NAO SERIA JUSTO REDUZIR SALARIO DE PREFEITO E DE VICE TAMBEM ?QUERIA OUVIR ESSE TIPO DE COMENTARIO NAS RADIOS E IMPRENSA DA CIDADE...

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados