segunda, 20 de novembro de 2017
Início » Política » Jaú tem mais comissionados do que prefeituras bem maiores

Jaú tem mais comissionados do que prefeituras bem maiores

Gravatar
27/11/2012 às 08h02

 

A gestão do prefeito Osvaldo Franceschi Júnior (PV) detinha, até o final de outubro, a dianteira de um ranking nada recomendável em termos de contenção de despesas para a montagem e manutenção da máquina administrativa. Antes da exoneração, no final do mês passado, de 113 ocupantes de cargos comissionados (sem concurso e de livre nomeação do chefe do Executivo), a Prefeitura de Jaú possuía o maior número de servidores em funções dessa natureza entre as administrações das três maiores cidades da região. Eram 153 cargos em comissão, para um total de 3.150 funcionários ativos da administração direta no município.
 
Os dados, que têm como base 2011, integram a Pesquisa de Informações Básicas Municipais, divulgada na semana passada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizada junto às prefeituras dos 5.565 municípios brasileiros.
Os números do instituto foram apresentados por classes de tamanho da população, Grandes Regiões e Unidades da Federação, buscando a atualização das variáveis investigadas pela pesquisa desde 1999, quando de sua primeira edição. Além da estrutura administrativa das prefeituras, os outros temas pesquisados pelo estudo do ano passado foram: Articulações Interinstitucionais, Educação, Saúde, Habitação, Saneamento Básico e Direitos Humanos.
 
MAIS QUE BAURU
O número de cargos de confiança na Prefeitura de Jaú superava os de Bauru e Botucatu, conforme o estudo. Com 5.637 funcionários na ativa até 2011, Bauru, com população estimada pelo IBGE em 346.077 habitantes no ano passado, possuía 111 servidores comissionados na administração direta. Botucatu, com população bem mais próxima a de Jaú (128.789 habitantes), possuía até o ano passado 108 comissionados na prefeitura, ante 2.618 funcionários na ativa.
 
O estudo considerou funcionários comissionados os que não têm nenhum outro tipo de vínculo, excluindo dos dados servidores de carreira nomeados para cargos de chefia.
O número de Jaú supera ainda os de Marília e Araraquara, que possuíam, respectivamente, 145 e 155 cargos do tipo na administração direta em 2011.
 
Quando consideradas prefeituras de regiões mais distantes do Estado, o número de comissionados na Prefeitura de Jaú em 2011 também superava o de várias outras cidades de maior porte e população. (veja quadro).
 
REDUÇÃO
O prefeito eleito de Jaú, Rafael Agostini (PT), tem declarado que promoverá uma redução de quase 40% na quantidade de cargos comissionados na prefeitura durante o seu governo. Outra medida anunciada pelo petista e que já se encontra em andamento é a realização de processo seletivo para a escolha daqueles que ocuparão cargos de confiança de segundo e terceiro escalões na administração a partir de 1 de janeiro.
 
Os requisitos que estão sendo considerados no processo seletivo são o currículo profissional, a capacidade para exercer a função e a habilidade de trabalhar em equipe.
A coordenadora da equipe de transição de Agostini, Ana Carolina de Andrade Martins, disse ontem que o processo de escolha é composto de um questionário elaborado por uma empresa de Recursos Humanos (RH) contratada para avaliar determinadas capacidades do candidato, seguida de entrevista com psicóloga, que realiza uma espécie de teste vocacional para traçar o perfil do candidato e indicar em qual possível área da administração ele se encaixa.
 
“A idéia é avaliar os nomes que possuem o melhor perfil para cada uma das funções em comissão que precisão ser preenchidas na administração”, afirma Ana Carolina.
O método de escolha que está sendo adotado por Agostini é respaldado por um defensor apaixonado da meritocracia no serviço público, o suíço Egon Zehnder, dono de uma empresa de recrutamento com escritórios em 38 países, inclusive o Brasil. Tendo participado com sua empresa da seleção e escolha de presidentes de estatais e de instituições públicas da Inglaterra, da Áustria, de Singapura e da Suíça, Zehnder disse recentemente em entrevista às páginas amarelas da revista Veja considerar absurda a proliferação de cargos de confiança da administração pública brasileira.
 
“Quando se fazer concursos públicos ou se adotam outros métodos objetivos de seleção, a chance de que os critérios utilizados tenham sido justos e adequados é maior”, disse Zehnder à revista. A sociedade, afirma, precisa ter a garantia de que o escolhido é o mais capaz para desempenhar a função, conhece a área e já passou por várias situações parecidas com as que terá que enfrentar no futuro.
 
Outras cidades de maior porte que Jaú com menos cargos comissionados na Prefeitura
 
 

 

CIDADE                              POPUL.                  FUNCION. ATIVOS                        COMISSIONADOS

 

 

 

Araraquara                    210.673 hab.                  5.425                                                 155

 

 

 

Marília                           218. 229 hab.                  5.041                                                 145

 

 

 

Pirassununga               148.605 hab.                  3.549                                                    85

 

 

 

Franca                          321.012 hab.                   4.220                                                    93

 

 

 

Rio Claro                      187.638 hab.                   3.860                                                   148

 

 

 

Araçatuba                     182.526 hab.                  3.520                                                  119

 

 

 

Santos                          419.509 hab.                 11.673                                                   143

 

 

 

Pres. Prudente            209.025 hab.                   4.050                                                    142  

 

Taubaté                       281.336 hab.                    6.677                                                      59
 

Fonte: Pesquisa Perfil dos Municípios/2011-IBGE                                                            

 

3 Comentários(Deixe o seu)

  • joao

    péssima gestão, é como eu defino a atual prefeitura, tanto do seu comandante quanto dos seus comandados, a "cara" do sujeito nao negava nas ultimas eleições...só nao viu quem nao quis...

  • PAULO CESAR DESTRO

    Põem o site "Jaú News" pra gente curtir no Facebook! Cria uma pagina por lá!

  • francisco franco

    po, falta apenas 30 dias pra mudar, adeus até nunca mais

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados