domingo, 20 de outubro de 2019
Início » Política » Segura é suspenso pela Câmara e vai pedir nulidade das votações

Segura é suspenso pela Câmara e vai pedir nulidade das votações

Gravatar
27/04/2012 às 16h53

Galeria de Fotos

J.H. Teixeira

 O vereador José Aparecido Segura Ruiz (PTB) foi condenado a suspensão de três meses do uso da palavra livre nas sessões legislativas. A decisão foi dada nesta sexta-feira (27) em longa e tumultuada sessão da Câmara. Foram quatro horas de muitas discussões e ao final as votações, por seis votos contra quatro, aplicaram a penalidade sugerida no relatório do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. O vereador Segura, que se absteve de votar em todas as vezes, por seu parte interessada, pediu a nulidade das três votações porque o vereador Paulo de Tarso Nuñes Chiode (PV), que foi quem o denunciou ao conselho, votou todas as vezes e, segundo o artigo 96, inciso III do Regimento Interno, não poderia ter votado.

 
Segura foi condenado pelos seus pares porque teria denunciado na tribuna um “acordão” para cassar o prefeito quando da tramitação de três Comissões Especiais de Inquérito no Legislativo, no ano passado. O tal “acordão” teria sido feito numa reunião, num bar, após a sessão, comemorando o aniversário do vereador Carlos Alexandre Ramos, Kakai (PPL). Este condenação foi por dois meses. A outra, por um mês de suspensão de uso da palavra, foi por ter denunciado que uma funcionária da Câmara, de nome Léa, teria avisado o atual, Carlos Lampião Magon, e o ex-presidente, Paulo de Tarso, de atitudes estranhas de um funcionário que, depois, descobriu-se, desviou R$ 163 mil do Legislativo.
 
Os vereadores também aprovaram o envio ao Ministério Público do relatório do Conselho de Ética sobre a acusação de Chiode de que Segura agiu em causa própria ao aprovar projeto que estabeleceu convênio para a realização de cirurgias eletivas na Santa Casa, pagas pela Prefeitura, e ele mesmo, como médico, realizar os procedimentos cirúrgicos.
 
Votaram pela punição ao vereador Segura, os vereadores Ademar Pereira da Silva (PSD), Atilio Durval Gasparotto (DEM), Carlos Lampião Magon (PV), Carlos Alexandre Ramos (PPL), Paulo de Tarson Nuñes Chiode (PV) e Ronaldo Formigão (DEM). O vereador Segura não votou. Votaram a seu favor os vereadores Fernando Frederico de Almeida Junior (PMDB), José Carlos Zanatto (PTB), Paulo Gambarini (PSDB) e Tito Coló Neto (PSDB).
 
“Sentimos que realmente existe um bloco que vota coeso, não analisa os fatos. O acusado não pode votar. Eu pedi a abstenção porque é o mais lógico.  O Regimento da Casa é claro. Se votar, a votação é nula. Por isso que eu pedi a nulidade. A gente nota que existe um blocão e vai ser difícil reverter as votações de todos os projetos que entrarem na Casa”, manifestou-se o vereador Segura após a decisão do plenário.
 
O ex-presidente Paulo de Tarso Chiode não acredita a votação seja anulada por ter votado nos processos em que foi o autor da denúncia.  “Acredito que não vai ser anulada a votação. Em outras situações foram considerados votos das pessoas que tinham interesse ou parte nas ações. Não pode valer para um e não para outro. A decisão do plenário foi até meiga, na tentativa de apaziguar, de não criar mais conflito”, analisou.
 
 
 
FRASES
 
“O que estamos vendo aqui é uma ditadura. Querem cassar a palavra do vereador Segura”. (José Carlos Zanato, PTB)
 
“Sem a liberdade de expressão não existe nenhuma outra liberdade. É um precedente perigoso para o estado democrático de direito”. (Fernando Frederico de Almeida Junior, PMDB)
 
“Vereador acusa e não prova nada. É só para aparecer na mídia”. (Ademar Pereira da Silva, PSD)
 
“Quero confirmar tudo o que falei da tribuna. Está confirmado. O ex-presidente e o atual presidente desta Câmara tinham conhecimento dos fatos desde 2009, pois foram alertados por uma funcionária”. (José Aparecido Segura Ruiz, PTB, referindo-se à funcionária Léa que tinha falado sobre o comportamento suspeito de Edson Aleixo, funcionário demitido e acusado do desvio de R$ 163 mil da Câmara)
 
“Até o TCE (Tribunal de Contas do Estado) foi tapeado, porque as minhas contas de 2009 foram aprovadas. Eu sou tão vítima como o resto da sociedade”. (Paulo de Tarso Nuñes Chiode, PV, ex-presidente da Câmara, autor das denúncias contra Segura, falando sobre o sumiço dos R$ 163 mil)
 
“Tem que recomendar a alguns vereadores terapia de grupo, psicólogo, psiquiatra, pois estão discutindo o que não tem nada a ver”. (Carlos Alexandre Ramos, PPL)
 
“Vamos deixar o julgamento nas mãos do eleitor. Ele decide quem ele quer que volte e quem quer que não volte aqui no ano que vem”. (Tito Coló Neto, PSDB).
 

 

7 Comentários(Deixe o seu)

  • xxxxxxxxxxxx

    isso é uma vergonha

  • Ricardo

    segundo Carlor A. Ramos PPL o vereador Segura disse ter provas e informaçoes a respeito do desvio de verba da camara perem nao apresentou as dentro do prazo determinado,e a respeito das acusaçoes do suposto acordao , acho que tem que fazer valer o regimento interno elaborado pelos proprios vereadores a respeito de falta de decouro ,calunia ou qualquer outra situaçao que venha a expor a casa,no caso o vereador Segura quebrou,falou e nao provou,acredito que deva se manter a decisao tomada nesta sexta feira pelos vereadores,acho que independente de qualquer vereador tem que se respeitar a decisao.
    Este é meu pon
    to de vista

  • José Getulio Scandiuzi

    Em minha opinião esta é a pior Câmara da história de Jaú. Agora que puniram o doutor Segura eu queria saber: vai aparecer os 163 mil desviados sob as barbas do ex-presidente do legislativo pelo ex-cunhado do atual presidente?

  • luiz

    JA QUE ELE ESTA SUSPENSO POR TRES MESES, E SE PEGAREM ESSES TRES MESES DE SALARIOS E FIZESSEM UMA DOAÇAO PRA ALGUMA ENTIDADE DE JAU? SERIA UMA BOA IDEIA NE TIPO OS ASILOS, A APAE TIPO ASSIM. BOM FICA AI A DICA AOS NOSSOS GOVERNANTES....

  • Rafael

    As eleicoes ja estao próximas,precisamos trocar todos esses indivíduos que se julgam honesto ,e ainda tem vereador que pretende se candidatar a prefeito, estou envergonhado de ser jauense. bando de ladr????????

  • Henrique Sajovic De Conti

    Concordo plenamente com José Getulio Scandiuzi. Esta é a pior Câmara da histório de Jaú. Eu nunca vi uma Cãmara votar tanto em bloco. São, projetos e mais projetos sendo votado em bloco, sempre os mesmos. Esta faltando ideologia e personalidade para alguns. A propósito foi uma grande injustiça praticada contra o Dr Segura, grande vereador. Se ele sofreu essas punições e os outros vereadores ???Parece que foi praticado uma grande injustiça!

  • marcia gualhiarelo

    GENTE QUE GOSTA DE CONDENAR E PARA ESCONDER SUA PROPRIA SUGEIRA JAUENSE PENSE BEM ASTES DE VOTAR POIS SE SUMIU 163 MIL O ANO QUE VEM SABE QUANTO VAI SUMIR PENSE PENSE POIS NAO VENHAM RECLAMAR QUE A NOSSA CIDADE NAO ANDA.

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2019. Todos os direitos reservados