sábado, 22 de fevereiro de 2020
Início » Opinião » Cortar o mail pela raiz - J.H. Teixeira

Cortar o mail pela raiz - J.H. Teixeira

Gravatar
12/09/2010 às 15h14

José H. Teixeira

Fico indignado com o que está acontecendo neste meu país. Um homem que teve um governo marcado pela maior série de escândalos que se tem conhecimento na história, está concluindo os seus oito anos à frente do cargo com uma popularidade em torno de 80% e vai, pelo menos tudo caminha para isso, eleger um poste para sucedê-lo. E ele dá risada de tudo, faz galhofa, tripudia sobre os adversários e sobre a legislação.

Que fenômeno é esse? Só pode ser de um país onde a população é completamente alienada. Parece que a grande maioria do povo está como que hipnotizada por esse homem de bravatas, que um dia, ainda jovem, perdeu um dedo numa máquina, nunca mais teve trabalho com registro em carteira, também não procurou se aprofundar nos estudos, mas chegou a presidente da República.

Se não fosse uma nação de maioria alienada, esse homem já teria perdido o cargo no primeiro mandato, quando estourou o escândalo do mensalão. Mas nada: vieram aloprados, dólares na cueca, súbito enriquecimento do filho dele, tantas coisas, e ele continua lá, inatingível. Rindo de todos nós, a minoria, que sabemos de todos os seus escândalos.

Transformou-se como um novo padre Cícero do nordeste, por causa de um programa assistencialista que foi criado pelo seu antecessor, mas que ele ampliou. Virou um novo pai dos pobres. Mas a vida dessas pessoas melhorou, você dirá. Melhorou? À primeira vista sim. Basta percorrer uma cidade do interior num dia qualquer e ver um punhado de gente fazendo churrasco e bebendo cervejas nas portas dos bares. Carro com porta aberta e som ligado a todo volume. Êta povo feliz ! É tudo por causa do Lula. Mas muitas vezes é engano.

Muitos daqueles estão devendo várias prestações da casa construída pelo sistema financeiro, ou atrasando o aluguel de onde moram. Mas dinheiro para cerveja e churrasco eles têm. São inspirados pelo próprio presidente. Se ele pode, nós também podemos. Isso no sentido de ter do bom e do melhor, se bem que o dessa turma não chega nem nos pés do bom e melhor dele.

Esses oito anos desse governo aprofundaram no Brasil a já disseminada impunidade. Se lá ele faz e não acontece nada, então também posso fazer aqui. Aprofundou-se a falta de responsabilidade e de respeito pelas pessoas e pelas coisas. Virou um vale tudo. Institucionalizou-se a Lei de Gerson.

É bom que se diga que se esse homem conseguiu melhorar alguma coisa economicamente falando neste país, os méritos não são só dele. Ele apenas administrou uma situação que seu antecessor havia deixado. Popularmen te falando, o governo de FHC fez a cama e ele deitou.

Agora, rindo e escarnecendo de seus adversários, transgredindo a lei e fazendo campanha para a sua candidata o tempo todo, ele quer nos impor uma presidente que nunca foi nem mesmo vereadora. Nunca disputou nenhum cargo eletivo. Ela foi sim guerrilheira, que pegou em armas e roubou para financiar a instalação do comunismo no Brasil. Felizmente não conseguiu. Isso tudo aquele povo que o idolatra como a um padre Cícero não sabe. Ou não quer saber.

Pensem os senhores: eleita a candidata que ele está nos impondo, em 2014 ele volta. Ou alguém dúvida disso? Voltando, será reeleito em 2018, porque essa onda de ignorância tenderá a aumentar. Significa que teremos que ficar com essa gente nos governando pelo menos até 2022. Eu não mereço isso. Você não merece isso. O Brasil não merece isso. O ideal seria cortar o mal pela raiz agora. Mas, infelizmente, pelo que estou vendo.... Eu faço parte daqueles 4% das pesquisas de aprovação de governo.
 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados