sexta, 21 de fevereiro de 2020
Início » Geral » Banco do Brasil destina IR retido para entidades assistenciais

Banco do Brasil destina IR retido para entidades assistenciais

Gravatar
23/02/2012 às 08h06

 

Nesta sexta-feira (24), às 18h30, o Banco do Brasil, através do gerente de relacionamento com o setor público, Luiz Wanderley Gonsalves Soares, destinará parte de seu Imposto de Renda devido para três entidades de Jaú selecionadas através de projetos enviados para a Fundação Banco do Brasil (FBB). O evento ocorrerá na sede da Pró Meninas Sociedade de Amparo, localizada à Rua João Mandruzatto, 21, Jardim Santo Ivo.
A Fundação Banco do Brasil tem o propósito de apoiar a execução de ações voluntárias que contem com o apoio de funcionários voluntários do BB desenvolvidas em entidades do terceiro setor voltadas à comunidades sob risco social. A FBB seleciona projetos em andamento ou em fase de planejamento que contemplem ações diretas relacionadas às atividades de implantação, implementação, expansão, aperfeiçoamento ou reaplicação de recursos a serem destinados pelo Banco do Brasil aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente (FIA) referentes a até um por centro do seu Imposto de Renda.
 
Conforme o gerente de relacionamento do BB, “a Pró Meninas Sociedade de Amparo tem como padrinho do projeto “Produtoras de Cultura” o funcionário Ignácio de Almeida Prado Bisneto. O Centro Promocional São José (Colméia) irá desenvolver uma brinquedoteca, e terá como madrinha Cristina Sardinha Santos. Já o Fraterno Auxílio Cristão (FAC) fará a aquisição de um veículo para transporte das crianças assistidas pela entidade, e terá como madrinha Ana Carina de Paula Leite Pavanelli. Essas entidades foram contempladas pelo fato dos projetos estarem em conformidade com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e com os artigos 15 e 16 da Resolução Conanda Nº 137, de 21 de janeiro de 2010”.
 
Segundo a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Jaú, Vanda Lucia Barbosa Teixeira, “o Banco do Brasil, CMDCA e entidades de Jaú realizaram um trabalho em conjunto para enviar projetos para o FIA. Essa parceria foi extremamente benéfica, e o CMDCA gostaria que mais empresas pudessem ter esse compromisso com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade”, reforça.
 
Conforme Vanda, o total do Imposto de Renda destinado para o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA) este ano foi cerca de R$ 400 mil.
 
Também estarão presentes ao evento Hélio Massao Kawano, gerente de segmento de mercado de desenvolvimento regional sustentável (DRS) e Antonio Carlos Soares, gerente regional do setor público da região de Bauru.

 

Um comentário(Deixe o seu)

  • Coronel Troijo

    Parabéns ao BB e aos responsáveis pelas entidades,que fora atrás dos recursos.Coronel Troijo

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados