sábado, 22 de fevereiro de 2020
Início » Geral » Prefeitura deve retirar no fim do mês médicos da Santa Casa

Prefeitura deve retirar no fim do mês médicos da Santa Casa

Gravatar
15/02/2012 às 15h33
J. H. Teixeira

 

Ao completar quatro meses da desativação do Pronto-Socorro Municipal e do início das atividades do Pronto-Socorro Infantil na Santa Casa, a Prefeitura vai retirar o seu pessoal que atua no hospital e aumentará em R$ 140 mil o repasse à instituição. A data fixada para que isso aconteça é o próximo dia 29. A partir de 1º de março, com o aditivo de verba que receberá do município a Santa Casa terá que colocar equipe própria para atender no PS Infantil.
 
Quando a mudança ocorreu, em 1º de novembro passado, a proposta era que a Prefeitura manteria sua equipe na Santa Casa até o final do ano. O prazo acabou sendo estendido por mais dois meses. A Secretaria de Saúde confirmou que o convênio para o repasse adicional ao hospital deve ser assinado até o próximo dia 24. O documento está sendo finalizado, segundo o secretário-adjunto Norberto Leonelli Neto.
 
Ao utilizar-se da tribuna na sessão da Câmara da última segunda-feira, o vereador José Aparecido Segura Ruiz (PTB) questionou a mudança no sistema de atendimento. “A Santa Casa pode virar refém da Prefeitura. Se perder os funcionários municipais a Santa Casa não terá condições de bancar o atendimento”, disse. O vereador também criticou a ampliação a ser feita no Pronto Socorro. “Sou contra fazer um puxadinho no estacionamento”, completou.
 
“É claro que aumentando as nossas instalações aumentam também os nossos problemas. Estamos prontos para enfrentar desafios para que melhore o atendimento de saúde à população. Vamos oferecer mais conforto para as pessoas. Vamos ter mais duas salas para atendimento além de uma sala de esperar maior. Se quisermos só um hospital de curativos não precisa aumentar nada, mas se queremos evoluir, fazer cirurgias cardíacas, temos que assumir compromissos”, disse o provedor da Santa Casa, Alcides Bernardi Junior.
 
Bernardi falou que serão ampliadas também as UTIs adulto er infantil. Também anunciou que virão mais R$ 220 mil de verbas de emendas parlamentares. “Virão R$ 120 mil do ex-deputado Roberto Felício e mais R$ 100 mil do deputado Major Olímpio, que serão utilizados para equipamentos e reformas”, disse.
 
O secretário de Saúde, Abdalla Atique admite que se a Santa Casa tiver dificuldade para substituir de imediato os funcionários municipais que estão atuando no hospital, “a gente pode adiar mais um pouco o plano”. Atique não precisou quando profissionais do município estão na Santa Casa. “São vários médicos. O Pronto Socorro Municipal tinha 15 médicos e quando foi desativado parte deles foi para a Santa Casa e parte para o pronto-atendimento do Jardim Paraty”, falou.
 
Quando aos profissionais que estão atuando na Santa Casa mas são vinculados ao município, o secretário de Saúde disse que eles irão reforçar o atendimento em outras duas unidades. “Parte vai para o Padre Augusto Sani e parte para a Policlínica no Pedro Ometto”, explicou.

 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados