segunda, 17 de fevereiro de 2020
Início » Geral » Teatro está em péssimo estado e não há verba para reforma

Teatro está em péssimo estado e não há verba para reforma

Gravatar
09/12/2011 às 08h15
J.H. Teixeira
Várias poltronas estão quebradas

Várias poltronas estão quebradas

 

O Teatro Municipal Elza Munerato, de Jaú, apresenta vários problemas, inclusive poltronas quebradas que derrubaram espectadores em apresentação recente realizada no local. Por estar precisando de uma ampla reforma, o presidente da Câmara, vereador Carlos Alberto Lampiãom Bigliassi Magon (PV) vai apresentar requerimento na sessão legislativa do próximo dia 12 cobrando providências. Ele quer saber se está confirmada a reforma no teatro e se existe verba específica para essa finalidade.
 
A secretária de Cultura e Turismo, Jaci Toffano, diz que não há previsão de reforma e que não existe verba destinada especificamente para isso. A Prefeitura teria recebido R$ 350 mil do governo federal para a execução das obras. Também foi obtida através de emenda do ex-deputado José Paulo Toffano uma verba de R$ 200 mil, para a compra de equipamentos e, uma outra emenda, do mesmo Toffano, de R$ 150 mil, para cllimatização do teatro.
 
Ainda em abril deste ano, a secretária de Cultura e Turismo dizia que iria verificar a possibilidade de resgatar as verbas dessas emendas. “Verba liberada mesmo não há. Estamos lutando para não perder o que estaria destinado para as obras do teatro, que devem ficar em torno de R$ 500 mil”, disse Jaci Toffano. Ela considerou que é normal que poltronas estejam quebradas, “porque o teatro tem 40 anos”.
 
Lampião cita em seu requerimento que nesta época do ano o Teatro Municipal é muito requisitado para formaturas, espetáculos musicais e de dança. “É visível o desconforto das pessoas que vão assistir a essas apresentações. Nem mesmo a cantina que funcionava no saguão do teatro fica aberta nas noites dessas apresentações”, disse.
 
O presidente da Câmara questiona se há verba federal para a reforma e qual o valor repassado. Quer saber porque não aconteceu ainda a reforma e se existem estudos sobre os problemas apresentados e projeto para a recuperação. Lampião quer saber, ainda, se existe interesse da administração na reforma do teatro. Ele sugere que o restante da verba a ser devolvida pela Câmara à Prefeitura neste final de ano, e torno de R$ 1 milhão, seja utilizada para a reforma do teatro.
 
Jaci Toffano diz que, embora existam outros problemas a serem sanados, vários serviços já foram executados no Teatro Municipal Elza Munerato desde que ela assumiu a pasta. “Já fizemos a pintura do prédio, trocamos carpete e as fechaduras das portas”, falou.

 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados