terça, 11 de dezembro de 2018
Início » Geral » HAC faz encontro anual de voluntários no dia 7

HAC faz encontro anual de voluntários no dia 7

Gravatar
22/07/2010 às 09h11
Ass. Comunicação HAC

O Caiçara Clube de Jaú é palco mais uma vez de festa em comemoração aos 14 anos de Ligas de Combate ao Câncer da Fundação Amaral Carvalho (FAC), que ocorre no sábado, 7, a partir das 9h30. O objetivo do evento, de acordo com o superintendente da FAC e presidente da Febec (Federação das Entidades de Combate ao Câncer), Antonio Luís Cesarino de Moraes Navarro, é enaltecer o trabalho dos 96 grupos que auxiliam a instituição, proporcionando a eles um dia de festa e confraternização. "É uma pequena forma de agradecer todo apoio que essas pessoas dão aos pacientes de câncer", afirma.
A confraternização entre as ligas começa logo pela manhã irá contar com a presença de mais de 2 mil pessoas de cerca de 100 cidades. Dentre as atrações está agendada a participação da banda Maresias e do grupo de voluntários da entidade Anna Marcelina de Carvalho, Remédicos do Riso. A maior atração da festa ainda é uma incógnita: anualmente o Amaral Carvalho traz um cantor ou cantora de renome, cuja participação é uma surpresa ao voluntariado. Também são aguardados representantes e parlamentares das esferas estadual e federal, além de autoridades locais.
A cada ano, conquistas da instituição são comemoradas. Em 2010 a FAC celebra pelo segundo ano consecutivo a classificação entre os 10 melhores hospitais em atendimento ao Sistema Único de Saúde do Estado de São Paulo, eleito pelos pacientes junto à Secretaria de Saúde do Estado; a liderança na realização de transplantes de medula óssea alogênicos não-aparentados; o credenciamento para ser referência na realização de cirurgias bariátricas (redução de estômago) para o SUS, além da aquisição de um PET-CT, equipamento de última geração para diagnóstico de tumores e de mais uma bomba de cobalto para o tratamento de radioterapia.
"A cada ano os voluntários do Hospital Amaral Carvalho nos surpreendem. Com a dedicação, a solidariedade e o carinho dispensado aos pacientes. Em cada cidade onde existe um grupo voluntário, uma aura de amor e carinho envolve a tudo e a todos", diz dr. Antonio.
Pesquisa realizada pelo Registro Hospitalar de Câncer (RHC) do Amaral Carvalho aponta que os voluntários não oferecem somente ajuda aos doentes, mas são responsáveis por maiores chances de cura dessas pessoas. De acordo com a pesquisa "Importância do trabalho voluntário para um hospital oncológico", do RHC (Registro Hospitalar de Câncer), é estimado que, pela maior proporção de estadios iniciais em pacientes vindos de municípios que possuem ligas de voluntários, é de 11,6% o ganho potencial em sobrevida para estes pacientes em relação aos municípios que não possuem voluntariado. "A capacidade de encontrar soluções para que a cura se torne mais rápida e definitiva sempre fez a diferença, e é por isto que o Hospital Amaral Carvalho atinge as excelentes marcas de atendimento humanizado e de resultados positivos no tratamento e combate ao câncer", completa o superintendente do Amaral Carvalho.
 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2018. Todos os direitos reservados