sábado, 28 de março de 2020
Início » Geral » Ampliação do Fórum está parada e sem previsão de reinício

Ampliação do Fórum está parada e sem previsão de reinício

Gravatar
09/09/2011 às 08h05
J.H. Teixeira
Obras estão paradas há mais de três meses

Obras estão paradas há mais de três meses

As obras de ampliação do Fórum de Jaú está paradas há mais de três meses e formalmente a Prefeitura ainda não rescindiu o contrato com a empreiteira Construtora MJV Ltda., de São José do Rio Preto, vencedora da licitação mas que não vem cumprindo as etapas da obra. Depois da rescisão contratual é que poderá ser aberta uma nova licitação e se contratar outra empresa para dar sequência aos trabalhos. Não há uma previsão de quando isso irá acontecer.

A Construtora MJV venceu a licitação, no valor de R$ 1,4 milhão e praticamente abandonou a obra. Até os funcionários do Fórum já se mostram preocupados. Por falta de espaço, por exemplo, o Serviço Social e de Psicologia, da Vara da Infância e da Juventude, está funcionando em imóvel alugado na rua Santo Antonio, atrás do Fórum.

O prefeito Osvaldo Franceschi Junior (PV) mostrou-se indignado com a situação. “São firmas desqualificadas, irresponsáveis, que vem aqui, participam de uma licitação por tomada de preços, ganham, e depois não conseguem cumprir a sua parte. São firmas totalmente irresponsáveis, que temos que engolir por causa de uma licitação”, disse. Franceschi acrescentou que o processo de rescisão de contrato está em andamento mas que “infelizmente tem que começar o processo de licitação tudo de novo”.

O rompimento do contrato com a empreiteira foi anunciado desde 28 de julho, só que até agora não se concretizou. Na época falava-se na possibilidade de ser chamada a segunda colocada na licitação, a Alfalix Ambiental Ltda., ou até a terceira colocada, Mazza & Fregolente Eletricidade e Construções Ltda., para assumir a obra; ou, realizar nova licitação, aí acrescida da reforma do prédio do Fórum.

O secretário de Negócios Jurídicos da Prefeitura, José Carlos de Pieri Belotto, diz ter mandado um termo para a rescisão amigável do contrato com a Construtora MJV. “Agora temos que aguardar que essa rescisão seja consumada para abrir nova licitação. E essa deverá ser mesmo para a ampliação e também a reforma, com um aditivo de recursos pelo Estado da ordem de R$ 400 mil. O Estado está concordando. Seria interessante fazer a ampliação e também a reforma de todo o prédio”, disse.

Não há uma previsão, no entanto, de quando a Prefeitura poderá abrir uma nova licitação para completar as obras de ampliação e, havendo o repasse de mais recursos, também fazer a reforma do prédio do Fórum.
 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados