sexta, 28 de fevereiro de 2020
Início » Geral » Polícia do Rio vem conhecer Necrim, criado na região.

Polícia do Rio vem conhecer Necrim, criado na região.

Gravatar
09/06/2011 às 21h25
J.H. Teixeira
Edson Maldonado, delegado do Necrim de Jaú

Edson Maldonado, delegado do Necrim de Jaú

Completando seis meses de atividades em Jaú, o Necrim (Núcleo Especial Criminal) já realizou 257 audiências de composição, das quais 239 resultaram em acordo entre as partes. Foram favorecidas 514 pessoas, sendo 257 autores e 257 vítimas, evitando-se assim que fossem instaurados 257 processos civeis e outros 257 criminais no Fórum de Jaú. Criado na região, o Necrim só existe, por enquanto, em 12 cidades, mas já despertou interesse da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

"Entendemos que o Necrim favorece a população na medida em que acelera a solução de conflitos, evitando processos desnecessários na Justiça e alivia a carga de procedimentos nas delegacias de Polícia", disse o delegado Edson Maldonado, titular do Necrim de Jaú.

Conforme o delegado Maldonado, o Necrim teve importantes apoios em Jaú, seja do Ministério Público, através dos promotores Luiz Fernando Rossetto e Luiz Guilherme Gomes dos Reis Sampaio Garcia; bem como do Poder Judiciário, na pessoa da juíza Betiza Sória Prado. "Eles entenderam o espírito do projeto como uma ferramenta a mais para a agilização dos trabalhos da Polícia Judiciária e da Justiça", disse o delegado. Também houve o apoio importante do delegado seccional de Polícia, Roberto Tucunduva.

De todos os casos tratados no Necrim de Jaú, 80% são de acidentes de trânsito com vítimas. Os outros 20% foram casos de lesão corporal, perturbação do trabalho, ameaça, dano, desobediênc ia, crimes ambientais e crimes contra no consumidor.

Para a execução do seu trabalho, o Necrim firmou parcerias com a Associação dos Médicos Veterinários de Jaú, para o combate aos crimes ambientais que vitimam animais; com a Faculdade de Tecnologia de Jaú (Fatec), também no combate aos crimes ambientais; com o Canil Municipal, em relação aos crimes ambientais; com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente; com o Procon e Vigilânia Sanitária para a defesa do consumidor.

Além fronteiras

O Necrim foi criado pelo delegado diretor do Deinter-4, de Bauru, Licurgo Nunes, no ano passado. Até agora, 12 cidades do Estado já implantaram o Necrim para resolver delitos de menor gravidade. O delegado Marcos Pires, do Rio de Janeiro, visitou Bauru esta semana para conhecer o novo sistema e o considerou "uma bela iniciativa".

O novo órgão tem chamado a atenção de delegados de outras localidades. "Quando os estudiosos do Direito perceberem que isso é uma alternativa para desafogar o Fórum, para agilizar os trabalhos nos distritos policiais, vão acelerar a instalão de mais Necrim", disse o delegado Maldona, acrescentando que o governador Geraldo Alckmin, ao tomar conhecimento do novo õrgão, ficou muito interessado em disseminá-lo pelo Estado.
 

Mais sobre: Necrim

3 Comentários(Deixe o seu)

  • Benedito Alves dos Santos

    Quando um iluminado Ser Humano, pertencente a uma "Instituição Pública de Inteligência", ousou parar um instante e usar sua reflexão própria para tentar melhorar as relações humanas, nasceu a pérola única chamada NECRIM; esta jogada no tabuleiro de um intrincado jôgo de xadrez chama-se: XEQUE-MATE...a sociedade agradece a Polícia Civil por mais esta extraordinária iniciativa!!!

  • Andre Martins

    A criação do necrim foi muito vantajosa pra sociedade e para as autoridades,e realmente merece ser copiada essa iniciativa. Mas não adianta resolver apenas os delitos leves tem que por um fim nos graves delitos, tipo roubo de automoveis que cresce sem controle na cidade e a policia não consegue pegar esses ladroes de carros, pois todo fim de semana o numero de roubos de carros cresce,e o trafico de drogas, assaltos a mão armada que ocorrem todos os dias em pleno centro de Jaú, esses casos que tem que ser resolvidos não adianta só ficar resolvendo brigas de marido e mulher e batidinhas de transito, tem é que acabar com o mau maior, pois em Jaú a bruxa esta solta.

  • Esse delegado é um gato..
    Pronto falei ¡¡

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados