sábado, 28 de março de 2020
Início » Geral » Caminhada no centro denuncia exploração sexual de menores

Caminhada no centro denuncia exploração sexual de menores

Gravatar
18/05/2011 às 08h03

Prefeitura Municipal de Jahu através do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) juntamente com o Conselho Tutelar irá realizar nesta quarta-feira (18), a partir das 13h30, uma caminhada para marcar o “Dia de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, aderindo à Campanha Nacional, com o tema: “Faça Bonito. Proteja nossas crianças e adolescentes”. A saída será do pátio da Igreja Matriz Nossa Senhora do Patrocínio.

A presidente do CMDCA, Irmã VandaTeixeira, convida a todos para assumirem o compromisso no enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes, para que tenham uma vida digna, saudável e protegida. “O objetivo dessa caminhada é a conscientização da sociedade, pois temos observado o aumento dos casos de denúncia a nível nacional. Segundo dados do Disque 100, da Secretaria dos Direitos Humanos, no ano passado o Brasil teve 145 mil denúncias de abusos infanto-juvenis. Já em 2009, esse número foi de 15 mil denúncias. A mobilização da sociedade é extremamente importante no combate a esse tipo de crime.”

O Brasil instituiu desde o ano 2000 pela lei 9.970 a data de 18 de maio como “Dia de Combate” a esses crimes. Este dia foi criado para ser um dia de mobilização. Esta data foi escolhida porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória – ES, um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Crime Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, seqüestrada, drogada, violentada e morta numa orgia de sexo e drogas.

Neste ano, a campanha nacional traz o símbolo da flor justamente mostrando a sensibilidade da criança e a vulnerabilidade infanto-juvenil frente ao abuso e exploração sexual.

A caminhada descerá a Rua Edgar Ferraz, contornará o Jardim de Baixo e subirá pela Rua Major Prado, finalizando no mesmo local.

“É preciso denunciar. Sem denúncia, nada acontece e as redes de proteção não podem ser acionadas”, defende a presidente do CMDCA Irmã Vanda Teixeira. Para denunciar ligue: 3624-6404 (Conselho Tutelar) e 3602-5789 (CMDCA).
 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados