quarta, 19 de junho de 2019
Início » Geral » Projeto fixa remuneração para a atividade delegada

Projeto fixa remuneração para a atividade delegada

Projeto inclui bombeiros e policiais civis na prestação de serviços ao município.

Gravatar
19/05/2019 às 08h32

O prefeito Rafael Agostini está mandando à Câmara projeto de lei que fixa a gratificação a ser paga aos policiais que exercerem a Atividade Delegada em Jaú. A mesma propositura inclui no serviço de segurança a ser prestado por policiais em horários de folga ao município os integrantes da  Polícia Civil e também do Corpo de Bombeiros, além dos policiais militares da chamada infantaria.

Falta ainda a assinatura do convênio com a  Secretaria de Segurança Pública do Estado, que está  prestes a ser assinado.  A partir daí, em torno de 10 policiais  por dia estarão a disposição para prestar serviços ao município, seja na área de segurança ou na fiscalização de posturas.

A gratificação será  fixada em Unidade Fiscal do Estado (Ufesp),  que neste ano ficou estabelecida em R$ 26,53. Os que ocupam postos de coronel,  tenente-coronel, major,  capitão,  1º  tenente, 2º tenente, aspirante a oficial e delegado de Polícia receberap 110% da Ufesp por hora trabalhada, ou seja, R$ 29,18.  Para os subtenentes, primeiro, segundo e  terceiro sargentos, cabos,  soldados e policiais civis das demais carreiras operacionais, a gratificação será de 100% da Ufesp, ou R$ 26,53  por hora trabalhada.

No caso de os oficiais e delegados  trabalharem seis horas por dia,  receberão uma diária de R$ 175,08. Para os demais,  pelas mesmas seis horas diárias, a remuneração será de R$ 159,18.

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2019. Todos os direitos reservados