domingo, 16 de junho de 2019
Início » Geral » Ex-servidor da Câmara é preso por peculato

Ex-servidor da Câmara é preso por peculato

O ex-funcionário depositou em sua própria conta um total de R$ 163.712,84 em 29 cheques nominais à Prefeitura de Jaú.

Gravatar
21/03/2019 às 18h43

Condenado a cinco anos e quatro meses de prisão, em principio em regime fechado,   foi preso na manhã desta quinta-feira o ex-servidor da Câmara de Jaú,  Edson Luiz Aleixo.  Ele responde pelo crime de peculato. Como consta dos autos, o ex-funcionário depositou em sua própria conta um total de R$ 163.712,84 em 29 cheques nominais à Prefeitura de Jaú,  referentes a Imposto de Renda retido na fonte de funcionários do Legislativo.

O crime de peculato veio à tona em meados de 2011, quando o Tribunal de Contas do Estado descobriu o desvio de  um empenho no valor de R$ 12.905,17. Levantando-se a conta da Câmara junto à Caixa Econômica Federal descobriu-se que o cheque, embora nominal à  Prefeitura, foi endossado pelo funcionário e depositado em sua própria conta.

Instaurada a sindicância pelo então presidente do Legislativo, Paulo de Tarso Nuñes Chiodi, foi descoberto que o rombo era bem maior, totalizando R$ 163.712,84 em cheques desviados por Aleixo para a sua conta pessoal.

A prisão aconteceu na manhã desta quinta-feira (21/3) e Aleixo  foi recolhido à carceragem da Central de Polícia Judiciária, de onde deverá ser transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Bauru.

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2019. Todos os direitos reservados