sábado, 15 de dezembro de 2018
Início » Geral » Comprou veículo pela rede e ficou no prejuízo de R$ 92 mil

Comprou veículo pela rede e ficou no prejuízo de R$ 92 mil

Foi a São Paulo buscar a camionete e ao tentar transferir o veículo este era furtado.

Gravatar
22/07/2018 às 09h09

 

Um morador de Jaú viu pelo site Web Motors o anúncio da  venda de uma picape Fiat Toro Vulcano, 2017,  por R$ 92 mil e se interessou pelo negócio. O vendedor seria um tal Ricardo Borges, de São Paulo.  Após vários telefonemas e trocas de mensagens,  o jauense  foi com a esposa para a Capital, de ônibus, para fechar o negócio e  voltar com a camionete. A transação seria concluída no próprio  terminal de ônibus da Barra Funda, em São Paulo. O vendedor disse que para adiantar já iria assinar  o recibo de venda e reconhecer firma da assinatura, com o que o comprador concordou.  Só que antes de o comprador chegar na Capital o  vendedor da camionete lhe informou que não poderia estar no terminal da Barra Funda e quem estaria ali para concretizar o negócio seria o seu cunhado, de nome Jonathan.

Chegando lá com a  esposa,  o jauense encontrou o  tal do Jonathan.  Foram almoçar juntos e, em seguida, o comprador  fez  dois depósitos com dois cheques seus, um do Banco do Brasil e outro do Banco Santander, cada qual no valor de R$ 46 mil,   numa conta da Caixa Federal, indicada por Jonathan, na agencia 3.393.  O jauense ´pegou a camionete e junto com a  esposa retornou com ela para Jaú.

Aqui,  procurou um despachante para efetuar a transferência  do veículo.  Foi informado que havia uma pequena rasura no recibo e que esperasse o prazo legal de 30 dias para transferir a camionete enquanto se resolvia essa pequena pendência.  Ele esperou. No dia 19 de julho último, quando foi efetivar a transferência, o Fiat Toro passou por vistoria em Jaú, quando o vistoriador constatou que pelo número do chassi e do motor  a placa que estava na camioneta, a EJR-1908-Bertioga,  não era a dela.  Havia sido substituída. A placa original do veículo era QAE-0678-São Paulo.  Com base nessas informações, descobriu que a camionete havia sido furtada na Capital, no bairro de Santana, no dia 1º de junho deste ano e pertencia a Carlos Adriano de Souza Araújo. Resumo: o veículo foi apreendido e o comprador de Jaú ficou no prejuízo de R$ 92 mil.

 

TOMOU CARTEIRA DO DEVEDOR

Quando em patrulhamento pela região da avenida Frederico Ozanan, o cabo Mesquita e o soldado Spoldaro foram  abordados por um tal de Marcos que contou ter sido agredido e roubado por quatro indivíduos e que um deles seria um tal de Vitinho.  Contou que os autores do roubo estavam num bar. Os policiais foram até o bar mas não encontraram os supostos autores. Depois foi encontrado o Vitinho, que confessou ter tomado a carteira do Marcos porque este lhe devia  R$ 50,00 que lhe emprestou para por combustível no veículo.  Ao cobra-lo, Marcos disse que não tinha dinheiro e quando tirou a carteira para mostrar que estava “liso”  o  Vitinho arrancou-a de sua mão e disse que só devolveria quando ele lhe pagasse o que deve, mas que não agrediu o Marcos.  O caso foi registrado como exercício arbitrário das próprias razões.

 

FURTARAM OS RELÓGIOS DE LUZ

Marcos Eduardo é  proprietário de um imóvel na rua Santo Antonio, atrás do Fórum,  onde existem salas para locação. Na manhã de sábado, ao chegar ao local notou  que  haviam estourado três cadeados e  furtaram dali dois relógios medidores de energia elétrica. Foi até o plantão da CPJ e registrou a queixa.

EX-ESPOSA  IMPEDE  VISITA À  FILHA DO CASAL

Victor Augusto  foi casado com Janaína e desse união eles tem uma filha com dois anos de idade. O Victor tem,  por decisão judicial,  o direito de visitar a filha. Só que neste sábado, por volta das 13h,  foi até a  casa da ex-mulher,  na rua Sebastião Mantovanelli, no Jardim Sãop Crispim,  para a visita e  não encontrou ninguém ali.   Foi ao plantão da CPJ e deu queixa, exibindo a cópia da decisão judicial que lhe permite a visita.

 

FUGIU DO HOSPITAL PSIQUIÁTRICO

Um técnico de enfermagem que trabalha no Hospital Thereza Perlatti  esteve no plantão da CPJ para comunicar a fuga de um paciente.  Conforme seu relato, o paciente Juliano Cristian Cruz, de 29 anos,  evadiu-se do local.  Ele estava internado no hospital psiquiátrico por determinação  judicial.

 

COBROU PENSÃO DO EX-MARIDO E FOI AGREDIDA PELA ATUAL MULHER DELE

Conforme o relato de Aila, 23 anos,  na  CPJ, ela viveu uma união estável com o Adilson e eles tiveram uma filha, agora com quatro anos.  Como o ex  atrasou a pensão da menina, ela ligou para cobrar o pagamento.  Foi atendida pela Vânia,  atual companheira de Adilson.  Depois disso, o próprio  Adilson e a Vânia foram até a casa  onde a Aila mora e a  Vânia passou a agredi-la  com chutes, puxões de cabelos e  arranhões.  Aila ficou com o rosto marcado pelas agressões.  Disse ter sido pega de surpresa mas que o seu ex não tocou nela, apenas a sua atual companheira.

 

ACADEMIA É FURTADA NO ITAMARATY

Na madrugada de sexta-feira, mediante arrombamento de janela,  um  homem entrou na Academia do Bill, na rua Alvarino Gomes de Oliveira e Silva, no Jardim Itamaraty.  Dali ele levou uma garrafa de espumante personalizada, com o nome da empresa no rótulo, um notebook Acer e, ainda, R$ 300,00  em  dinheiro. Pela câmera de monitoramento o proprietário disse na CPJ que o autor do furto é uma pessoa de uns 25 anos, que trajava moleton e tem uma tatuagem em forma de cruz na mão esquerda.

 

MULHER É PRESA POR NÃO PAGAR PENSÃO

Não são apenas homens, mas mulheres também podem ser presas por não pagamento de pensão alimentícia.  Foi o que aconteceu com Marcela Eliana, de 35 anos, moradora no Jardim Padre Augusto Sani.   Há contra ela um mandado de prisão expedido pela 3ª Vara Cível de Jaú  por não pagamento de pensão.  Foi recolhida ao sistema.

 

TRAVESTI AMEAÇA O OUTRO DE MORTE

O travesti que usa o nome social de Luma contou na Polícia que exerce a atividade de “garota” de programa e que vem sendo ameaçado por outro da mesma profissão, de nome Fernanda. Os dois estão cadastrados no site Gata Gold.  Os desentendimentos vem do passado e  agora “Fernanda”   foi mais  longe e disse que vai matar a “Luma” se este não deixar a cidade.  O fato foi registrado no Jardim Padre Augusto Sani  na noite de sexta-feira.

 

NÃO COMPROU MAS RECEBEU A CONTA

Um morador do Jardim Campos Prado, em Jaú, ao verificar na internet a sua conta corrente num banco notou que  haviam sido cobrados dois boletos, cada qual no valor de R$ 1.222,80  sobre os quais ele não tem qualquer conhecimento do que seja. Seriam de uma compra feita na loja Nicnan Comércio de Produtos Eletroeletrônicos localizada na avenida Bandeirantes, em São Paulo, Capital.  Ligou para a  loja e foi informado que tratou-se de uma venda física, ou seja, que o comprador esteve ali na loja e não comprou pela internet. O vendedor disse, ainda, que foi apresentada uma cópia da CNH do morador de Jaú. Pior ainda:  informou que além desses dois boletos, existem mais sete a vencer, cada qual no valor de R$ 1.111,89.  A vítima de Jaú disse que não esteve na loja, não comprou nada ali e que alguém se fez passar por ele.

 

FICOU NO PREJUÍZO NO PÁTIO DE POSTO

Paulo Edson Praxedes de Souza, 54 anos,  ficou num prejuízo  razoável ao estacionar o seu veículo Fiat Strada, placas HEQ 3939-Nanuque-SP, num posto na rodovia Jaú-Araraquara, município de Bocaina.  Disse ter se ausentado do veículo por uns 15 minutos e ao retornar notou que de seu interior haviam furtado sua carteira com documentos, diversos cheques pré-datados totalizando R$ 4.600,00 e mais  vários cheques devolvidos no total de R$ 20 mil, além de cartões bancários e de crédito, cartão para dirigir veículo na Comunidade Européia, 40 libras em duas notas de 20; 60 euros em diversas  notas e  R$ 640,00. A vítima não informou se deixou o veículo travado ou aberto.

 

AGREDIU A MULHER EM ITAPUÍ

Políciais militares de Itapuí foram acionados para um caso de violência doméstica na rua João Ribeiro de Barros, naquela cidade.  No local depararam com a Márcia Regina, 44 anos, com sangramento no peito e numa das mãos, relatando que fora agredida pelo seu marido, o Marcos Antonio, 40 anos, que se encontrava no local visivelmente embriagado e que continuou ameaçando a mulher mesmo na presença dos policiais. A  agressão aconteceu na casa do pai dele, que  intercedeu em favor da nora e deu uns socos no próprio filho. Marcos disse ter agredido a mulher porque ela saiu de casa sem dizer onde ia e levou o seu dinheiro. Márcia teve que passar por atendimento médico em Itapuí mesmo e foi orientada que tem seis meses para representar contra o marido.  Ele foi preso em flagrante e  vai passar por audiência de custódia.

 

MENOR É APREENDIDO COM 4,5 QUILOS DE MACONHA

O sargento  Aguinaldo e o soldado Diego receberam a informação, via rádio, de que um veículo Gol, cor marrom, placas BJJ 0178, estaria  transportando drogas para o distrito de Potunduva através da vicinal José Maria Verdini.  Ficaram de campana próxima da Venda Seca e, dali a pouco, por volta das 20h deste sábado, o veículo apareceu.  Foi dado sinal de parada e foram abordados os seus dois ocupantes. Com o motorista nada foi encontrado. Com o seu acompanhante, um menor de 16 anos, de iniciais G.P.S.,  que estava enrolado em um cobertor, os policiais encontraram 1 quilo e 40 gramas de maconha. O menor confessou a propriedade da droga e disse que iria vende-la no distrito.  Disse que tinha mais na casa de sua avó, em Jaú, na rua Angelo Mussio. Os policiais foram até o local e encontraram, em local indicado pelo menor, mais 3,5 quilos de maconha. O menor disse que o motorista do carro é seu vizinho e que nada sabia sobre a droga. Foi elaborado o auto de apreensão do adolescente que será  apresentado ao Ministério Público da Infância e da Juventude.

 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2018. Todos os direitos reservados