segunda, 22 de outubro de 2018
Início » Geral » Motorista embriagado bate em vicinal e é preso

Motorista embriagado bate em vicinal e é preso

Além deste, o fim de semana teve outros acidentes, um atropelamento, foragidos capturados e agressões.

Gravatar
11/03/2018 às 19h55

Um condutor  não habilitado,  que depois constatou-se que estava embriagado e deu trabalho para a Polícia,  provocou um acidente por volta das 23h30 deste sábado, na vicinal José Maria Verdini.   Ivson  Alves Machado, 33 anos,  conduzia o veículo Fiat Uno S, ano 1986, placas BNN 6712, branco, quando colidiu com a traseira da moto  Honda XRE, placa FTC 4160, que seguia à sua frente e que era pilotada por Manoel Soares da Silva, também não habilitado.  Com o impacto o motociclista  foi atirado para a pista e sofreu ferimentos generalizados, sendo  levado pela viatura de Resgate dos Bombeiros ao Pronto-Socorro da Santa Casa. Os policiais Rafael e César  não conseguiram falar com ele porque estava sedado no hospital. Já o  “motorista”  do Fiat  deu trabalho.  Confessou que havia bebido  “umas cervejas”, recusou-se a fazer o teste do etilômetro e  também de ceder  sangue para exame.  Ivson estava completamente alterado  segundo os policiais relataram no boletim.  Se comportava de forma arrogante e  com muita agressividade.  Foi conduzido à   CPJ e  teve determinada a sua prisão em flagrante  por lesão corporal culposa na condução de veículo e  por estar dirigindo embriagado.

MOTO CONTRA CARRO NA AVENIDA

Ivo Kosby Floor, 58 anos,  trafegava no sentido bairro-centro pela avenida Décio Pacheco de Almeida Prado, com seu Fiat Siena, placas DKD 5072-Barra Bonita, quando ao chegar no confluência com a rua  José Nabuco  deu sinal de seta, à esquerda, para retornar. O motociclista Jaime Gabriel Martins, 19 anos, que transitava atrás do carro com a moto Honda CB 300R, placa FXG 1170,  não percebeu a seta e tentava ultrapassar o carro.  Foi quando colidiu com a porta traseira do Siena, foi ao solo e sofreu ferimentos na mão e na perna direitas. O acidente aconteceu por volta das 12h30 do sábado. O motociclista  foi levado ao Pronto Socorro da Santa Casa pelo motorista do Siena. Sua moto foi levada à sua  casa.

EM ZIGUEZAGUE NA RODOVIA

Osmar dos Santos Conceição, 41 anos,  residente no Jardim Nova Jaú,  foi flagrado pelos policiais rodoviários  cabo Goldoni e soldados Couto e Paulo Cunha, transitando em ziguezague pela rodovia SP-304,  com o veículo Gol, placas  EGS 3056. Abordado, foi constatado que o motorista  apresentava sinais de embriaguez. Concordou em passar pelo teste do etilômetro que apresentou 1,8 miligramas de álcool por litro de ar expelido. Confessou ter bebido e também cedeu sangue para exame.  Osmar  foi levado ao plantão da CPJ, isso às 13h20 do sábado e  seu veiculo  foi liberado para pessoa habilitada.

ABUSO CONTRA ANIMAL

Nas rua Humberto  Baroni, 16, no Jardim Santa Helena, vizinhas acordaram às 6h deste sábado com o barulho de um cão, depois constatou-se ser uma fêmea. O barulho todo vinha da casa ao lado.  Elas subiram numa cadeira e espiaram por sobre o muro e viram quando o vizinho batia na cachorra  com um cabo de vassoura. Ele foi repreendido pelas mulheres, parou de agredir o animal e se trancou em casa. Policiais militares e também representante da Apaja estiveram no local.

AGREDIU A MULHER COM  VARA

A. P. B., 39 anos, calçadista, compareceu ao plantão da CPJ  queixando-se de ter sido agredida pelo seu companheiro, J.S.S.F., com uma vara, isso por volta das 3h de sábado. A mulher contou que viveu por três anos e meio em união estável com o agressor, que por duas vezes  antes já a havia agredido. Desta vez, após uma discussão, ela  passou a ataca-la com uma varinha, segundo a mulher. A filha dela, de 16 anos, ouviu a discussão  mas não presenciou a agressão. O J.S.S.F.  disse que a próxima que ele iria atacar seria a adolescente, ofendendo-a com palavrões.  A.P.B.  teve que passar pelo Pronto Socorro da Santa Casa e no plantão policial  foi orientada a se valer das medidas protetivas da Lei Maria da Penha.    

 

 

VENDIA DROGA PARA PAGAR DIVIDA

Os policiais Alexandre e Edson receberam a denúncia de que na rua João Buoro, 161, nop Jardim Nova Jaú, acontecia o comércio de entorpecente num estabelecimento comercial.  No local, conhecido como “Bar do Macaxeira”,  encontraram o dono do estabelecimento, J.C.S.O., de 25 anos, que confessou estar vendendo cocaína. Disse que havia contraído uma divida de R$ 1.800,00 com um  traficante e este o obrigava a vender a droga até  pagar o débito. Mostrou aos policiais um pote de vidro onde estavam 14 porções de cocaína, que totalizaram 4,43 gramas, além de 1.000  eppendorfs  vazios, que serviam para porcionar  a droga que o traficante lhe trazia, cerca de 30 gramas de cada vez.  Contou, ainda, que vendia a R$ 10,00 a porção. Recusou-se a dar informações sobre o traficante que lhe fornecia o entorpecente para a venda.  Foram apreendidos também R$ 202,00 em  dinheiro. Levado à  CPJ,  o comerciante recebeu  voz de prisão em flagrante e  agora vai passar por audiência de custódia.

 

FURTO DE  HIDRÔMETRO

Aconteceu no dia 5 último mas só na sexta-feira, dia 9, a vítima procurou a CPJ para prestar queixa. Foi mais um furto de hidrômetro. Ismael Silva Medeiros, que mora  na rua Braz Nicodemo, 245, no Cila Bauab,  contou que estouram o cadeado do compartimento e furtaram o aparelho medidor do consumo de água.

 

FORAGIDO É  CAPTURADO

Após receberam denúncia, o cabo Wellington e n o soldado César localizaram e prenderam na rua  Tenente Navarro, altura  do número 114, por volta das 16h45 de sexta-feira, Adenilson Aparecido da Silva, 30 anos, natural de Barra Bonita, que estava foragido da cadeia. Ele  saiu do CPP 2, de Bauru, para as festas do final de ano e deveria  retornar no dia 3 de janeiro último, mas não voltou.  Foi levado à CPJ e conduzida à cadeia de Barra Bonita, de onde deve seguir de volta para o sistema em Bauru.

 

IDOSA É  ATROPELADA

Ao tentar atravessar a avenida Gustavo Chiozzi, próximo do CAIC, Laura Messias Alves de Freitas, de  69 anos, foi atropelada pela moto Honda 150 Titan, placa DOQ 7447, que era cnduzida por M.S.R., de 18 anos. A mulher atropelada  foi levada ao Pronto-Socorro da Santa Casa onde estiveram os policiais militares Felipe e Menegasso. O moço da moto não é  habilitado e disse ter saído com a moto do seu pai sem que este soubesse. Apesar disso tudo,  ele próprio foi à CPJ  e contou o ocorrido, sem fugir do local, como normalmente acontecesse nessas situações. Disse que a mulher atravessou a avenida correndo e que ele não teve tempo de frear, sendo inevitável o atropelamento.

 

FORAGIDO É  CAPTURADO

Em patrulhamento pela cidade, às 22h30 de sábado,  os policiais militares Felipe e William receberam a denúncia anônima de que na rua Paraná, na Vila Maria Cristina, encontrava-se um foragido da lei. No local encontraram Rodrigo Régis Cardoso, de 31 anos, que tinha um mandado de prisão em aberto  pela Vara de Execuções Criminais de Jaú. Ele tem que cumprir dois anos e 11 meses em regime fechado por furto. Foi levado à CPJ e dali segue para a cadeia de Barra Bonita, ficando à disposição da Justiça.

 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2018. Todos os direitos reservados