quinta, 27 de fevereiro de 2020
Início » Geral » Rio Jaú transborda e causa inundação em vários pontos da cidade

Rio Jaú transborda e causa inundação em vários pontos da cidade

Gravatar
17/01/2011 às 19h51

Galeria de Fotos

J.H. Teixeira

As chuvas da madrugada e manhã desta segunda-feira fizeram com o rio Jaú voltasse a transbordar em vários pontos na cidade, houve alagamentos em vários bairros e o trânsito teve que ser interditado em pelo menos três pontos. Conforme a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, 104 pessoas foram afetadas diretamente pelas chuvas, sendo que 12 delas ficaram desabrigadas, por terem as suas casas invadidas pelas águas, especialmenten no Jardim Sempre Verde. O coordenador da Defesa Civil, Valdir Baltazar, disse que oito casas precisaram ser desocupadas pelos moradores, mas estes voltaram depois quando a água baixou, fizeram a limpeza e continuram nas moradias. Extraoficialmente, a informação é que as chuvas da madrugada e manhã atingiram 100 milímetros, o que representaria um terço de todo um mês de janeiro.

"Nós tivemos a informação que durante a madrugada uma tromba d'água atingiu Dois Córregos e Mineiros do Tietê, onde está a cabeceira do rio Jaú. Essa água toda chegou em Jaú por volta das 8h30, quando o rio começou a transbordar", disse o vice-prefeito João Brandão. O prefeito Osvaldo Franceschi Junior viajou a São Paulo para visitar a Couromoda, feira de calçados da qual participam 32 empresas jauenses. Brandão chegou a dar declarações no meio da tarde de que a enchente em Jaú aconteceu porque uma represa tinha sido aberta em Dois Córregos. Depois pediu desculpas e disse que não houve nenhuma abertura de comportas de represa.

Um dos pontos onde o rio Jaú transbordou foi no centro da cidade, no início da rua Quintino Bocaiúva. A água seguiu pela rua General Galvão, chegando quase ao cruzamento com a rua Tenente Lopes. Pela Quintino, ela subiu quase até o cruzamento com a rua Campos Salles. Os locais foram interditados ao tráfego.

Também foram interditados pela Secretaria de Trânsito, conforme relatou a secretária Silvia Melges, outros pontos na cidade. "Tivemos que interditar também trecho da rua Alfredo Leitão, além da avenida Julinho de Carvalho, próximo do Estádio Municipal", falou. O rio transbordou também no Jardim Sempre Verde, na altura da rua Floriano Peixoto, na avenida Julinho de Carvalho e avenida Joaquim Ferraz de Camargo, bem como no Jardim São José.

Refluxo e taxação

Em muitas casas aconteceu o refluxo pelos ralos, com água da chuva e esgoto voltando para o interior das residências. Isso acontece porque em bairros mais antigos a água pluvial das calhas das casas é lançada na mesma tubulação da rede de esgoto, o que sobrecarrega essa rede.

A superintendente do Saemja (Serviço de Água e Esgoto do Município de Jaú0, Claudia Baccaro, disse que os fiscais da autarquia estão percorrendo os bairros e verificando se há lançamento de águas pluviais na rede de esgoto.Onde a irregularidade é constatada o proprietário é notificado e tem o prazo de 30 dias para corrigir o problema. Caso não tome providência é sobretaxado em 20% no esgoto.

"Ja existem casos em que moradores estão pagando 20% a mais no esgoto. Nas construções mais novas não existe esse problema porque o habite-se não é dado se a água pluvial for lançada na rede de esgoto. As casas mais antigas, no entanto, tem essa irregularidade e isso precisa ser sanado", falou Claudia Baccaro.

 

5 Comentários(Deixe o seu)

  • Andre Martins

    As chuvas de verão são muito fortes, mas elas ja acontecem a muitos anos.Sabendo disso as autoridades da cidade tinham que realizar obras antes do periodo chuvoso, para depois não terem que ficar dando explicaçoes idiotas para o povo.
    Já, que conseguiram dinheiro do Pac, por que não começam as obras?. Vão esperar morrer pessoas para fazerem alguma coisa?.
    E politicada folgada essa de Jaú em !!!!!!!!!!!!
    Espero que os eleitores façam uma escolha melhor da proxima vez.

  • alice mary

    tenho 52 anos nunca tinha visto tamanha furia da natureza, na cidade de jau foi calamentoso tudo o que passamos ontem dia 15/11/2011 essa data ficará marcada muita tragedia pessoas sem abrigo mas Deus é maior e ele sabe porq d tudo isso,o homem nao respeita a natureza isso q é a verdade

  • cecilia raquel goi ferreira

    tenho 61 anos e até os 16 anos, quando dava enchente no rio jau, como morávamos na rua general osorio, bem perto da ponte da rua sete de setembro,sempre havia enchentes e sempre inundava as casas que ficavam perto, e olha q as enchente eram homericas, até que resolveram alargar o rio, e não pegamos mais enchente.Agora se o povo de jau continuar colocando essa curriola no poder, jau não saira dessa calamidade, pois franceschi e brandão já são muito manjados pelos sobrinomes e não fazem nada pela cidade, por isso povo jauense, na proxima eleiçao acho bom vcs colocarem alguem do POVO MESMO, para tomar conta desta cidade que realmente é minha paixão. sou moradora de são paulo mas sempre estou sabendo de tudo q acontece por ai, estou torcendo por vcs.

  • cecilia raquel goi ferreira

    desejaria receber mais informações sobre a evolução desta cidade que amo muito, quem sabe volto a morar aí,pois afinal é uma cidade que mora em nossos corações

  • cecilia raquel goi ferreira

    povo de jau faço minha as palavras do colega andre martins, pois desde que me conheço por genta, uma jauense que morou por 16 anos nessa cidade, ^não da¡ p esquecer o qto de agua que a gente tirava de dentro de casa toda vez que havia inundação, gostaria de receber respostas sobre meus comentarios

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados