sábado, 21 de outubro de 2017
Início » Geral » Morre o radialista Antenor Zago

Morre o radialista Antenor Zago

Seu “Boca no Trombone” virou um ícone para o povo. Como se diria hoje na linguagem cibernética: viralizou.

Gravatar
04/06/2017 às 16h05
Antenor  Zago,  um ícone do rádio.

Antenor Zago, um ícone do rádio.

Aos  81  anos de idade, o radialista Antenor Zago morreu na madrugada deste  domingo (04/6), na Santa Casa de Jaú, onde estava  internado há  vários dias após sofrer um AVC.  O  polêmico  Zago atuou por décadas ao microfone das  rádios AM, Piratininga e Jauense, bem como na Bariri Rádio Clube e, por algum tempo,  na  TV Local.  É autor de dois livros “O Décimo Quinto Dia”,  de 2006, e  “O Diabo Riu”, de 2009.  Além disso, após participar de uma excursão do XV de Jaú ao Japão, durante um mês, em meados dos anos 80,  escreveu várias crônicas no jornal “Comércio do Jahu” sobre aquela excursão e sobre as maravilhas do país  oriental.

Mas Zago  começou no rádio em Dois Córregos, onde nasceu, na Rádio Cultura.  No início dos anos 60 do século passado  veio para Jaú,  para a Rádio Jauense,  comandada por Alides Fabris. Nela  ficou por muitos anos e fez de tudo.  Apresentou programas musicais, de auditório, festivais,  festas de aniversário da cidade, comícios de candidatos a prefeito, além dos programas noticiosos.

Paulo Preto  escreve em suas  crônicas no “Comércio do Jahu”, sobre maio de 1964: “Ainda um pouco provinciana, mas despertando para o futuro Jaú, com 111 anos, vivia as emoções da 1ª Fija. A Rádio Jauense completou 30 anos, auspiciosamente, apresentado ao público, inicialmente no Cine Jahu e posteriormente, às 22 horas, na Fija, levando a alegria a todos os recantos da cidade, o Festival Jauense. Com a apresentação dos seus locutores Ediê Romero, Felício Buchala, Sinval Ribeiro, Antenor Zago e Vantier Mantovanelli, teve início a festa. Desfilaram os artistas Oslain Galvão, Miguel Ângelo, Claudia Regina, Antonio Alfredo, José Augusto, Glaucia, Nadir de Lima, Carlos Cesar, Wilson Miranda e Barnabé”.

Mas Zago acabou deixando Jaú nos anos  70 e se transferindo para outra emissora da Rede Coligadas, em Lins,  da mesma rede da Rádio Jauense.  Ficou  cerca de uma década fora de Jaú, voltando no início dos anos 80 e  assumindo a gerencia da Rádio Piratininga, então de propriedade do ex-prefeito Waldemar Bauab e seu irmão, Raul Bauab.  Ali, comandando  também o jornalismo, criou o celébre quadro “Boca no Trombone”, no qual criticava as mazelas todas da cidade.

Num  estilo  sem travas na  língua,  Zago angariou uma legião de admiradores, mas  também  uma porção de críticos à sua atuação, principalmente entre os que criticava. Seu “Boca no Trombone”  virou um ícone para o povo. Como se diria hoje na linguagem cibernética: viralizou. Seria um estilo comparável ao de  Vicente Leporace, da Rádio Bandeirantes.

Em 10 de março de 2016,  Paulo Preto escrevia em sua crônica no “Comércio”, referindo-se à  Rádio Jauense: “ A trajetória da emissora fez surgir, ainda, inúmeros locutores que se tornaram famosos, alguns em atividade até os dias de hoje. Esses merecerão capítulos à parte, como o também escritor Antenor Zago que continua pondo a boca no trombone, alertando o povão sobre os percalços políticos da atualidade que, convenhamos, são mais que preocupantes. São alarmantes”.

Zago se preocupava com  todas as questões da cidade  e  da  população, desde a abandonada Lagoa Preta,  próximo ao Distrito de Potunduva,  até a Piscina Municipal Ricardo Bagaiolo, no centro da cidade. Em 4 de setembro de 2013, José Aleixo Marques escreve em Carta do Leitor, no “Comércio do Jahu”:  ”Em ótimo artigo  publicado na edição de anteontem do Comércio do Jahu, o radialista Antenor Zago pediu desculpas ao saudoso Ricardo Bagaiolo pelo abandono da piscina municipal. Pela notícia de ontem, caro Antenor, vai preparando um novo pedido de desculpas ao dr. Neves. É incrível como são tratadas as coisas públicas. Logo, logo, acredito mesmo, teremos de pedir desculpas ao próprio dinheiro! Parabéns.”

Na Rádio Piratiminga, com Waldemar Bauab,  Zago foi incentivado a se lançar candidato a  vereador nas  eleições de 1988.  Waldemar não foi  reeleito prefeito,  perdeu para Sigefredo Griso, mas Zago  foi eleito  vereador pelo PTB, com  603 votos. Não seria se o Tribunal Regional Eleitoral  reduzisse de 15 para 10 o número de cadeiras da Câmara de Jaú. Mas, após a eleição, o Tribunal, em vez de reduzir, elevou para 17, e Zago foi eleito na 15ª  posição. Cumpriu mandato até o final de 1992. Ao mesmo tempo, continuou na rádio.

Foi candidato  a reeleição em  1992, mas não se reelegeu.  Só  voltaria ao Legislativo  na eleição de 2000, quando foi eleito prefeito  João Sanzovo Neto.   Zago obteve, então,  851 votos, pelo PDT.  Havia rompido com Waldemar Bauab, que  foi candidato pelo PTB e perdeu para Sanzovo.

Deixando a Rádio Piratininga,   Zago  foi para a Rádio Clube de Bariri, onde ficou por um tempo, até retornar a Jaú, aí para  a sua ex-emissora,  a Rádio Jauense, no inicio dos anos 2000.  Ficou mais uns três ou quatro anos na  Jauense.  Deixou  emissora e  atuou por um tempo na Cultura Regional, de  Dois Córregos.  Depois foi para a TV Local.  Mais recentemente, retornou à  Rádio Piratininga, onde se licenciou para ser candidato a vereador em 2016, não conseguindo novo mandato,  como também não retornando ao rádio.  A sua saída foi explicada, pelo próprio, por “questões  políticas”.

Chegou a ser assessor da presidência da Câmara, em 2009-2010, quando Paulo de Tarso Nuñes Chiode  foi presidente do Legislativo.  Mas foi exonerado do cargo quando Carlos Lampiãpo Magon assumiu a presidência  em 2011.

Antenor Zago , que escreveu  uma  das páginas mais importantes do meio  radiofônico em Jaú e região, deixou  viúva Rosa,  os filhos Viviane,  Daniela e  Fábio,  além de netos. O corpo  foi sepultado neste domingo,  no cemitério de Jaú.

 

Fontes de pesquisa:  Jaunews,  Comércio do Jahu e  o livro “Dos Farrapos  à  Urna Eletrônica”, de Hamilton Chaves.

Mais sobre: Antenor Zago

Um comentário(Deixe o seu)

  • Luiz Carlos Direnzi

    Gostava muito de ouvir os programas jornalísticos do radialista Antenor Zago. Realmente tinha muitos assuntos e dava a oportunidade de qualquer pessoa expressar diferentes opiniões sobre esse ou aquele assunto. Infelizmente alguns meios de comunicações não permitem a participação do ouvinte para se manisfestar sobre diversos assuntos.

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados