sábado, 28 de março de 2020
Início » Geral » De inicio, CIDE atenderá 680 crianças

De inicio, CIDE atenderá 680 crianças

"A obra não é do prefeito A ou do prefeito B. A obra é do povo do Cila Bauab, é do povo de Jaú e dos gestores e educadores do nosso município", disse Rafael Agostini.

Gravatar
13/02/2016 às 22h14

Galeria de Fotos

Prédio do Ensino Fundamental e o playground

Prédio do Ensino Fundamental e o playground

Cerca de 350 pessoas participaram na manhã deste sábado (13/2) da inauguração do CIDE “Prefeito Waldemar Bauab”, no Jardim Cila Bauab. Muitos pais e crianças do bairro, que frequentarão , como disse o prefeito Rafael Agostini, “o maior e melhor complexo educacional do interior do Estado de São Paulo”, estavam presentes.  Todos aplaudiram o prefeito em seu discurso. Com um custo de R$ 28 milhões, com recursos municipais, o CIDE conta com Centro Municipal de Educação Infantil (creche e pré-escola), Escola Municipal de Ensino Fundamental, anfiteatro, ginásio de esportes, piscina semi-olimpica e plauground. A capacidade é para atender mil crianças e inicialmente atenderá 680.

Todo o complexo recebeu o nome de “Prefeito Waldemar  Bauab”.  O prefeito Agostini se referiu ao homenageado destacando: “Espero que essa obra possa honrar a memória do nosso mito, Waldemar Bauab, um dos maiores prefeitos que esta cidade já teve. Esteja Waldemar onde estiver deve estar muito feliz por dar seu nome a um complexo que vai transformar a vida de milhares de crianças”.

Cada unidade dentro do CIDE homenageou  pessoas ligadas à educação ou ao esporte. A Escola de Ensino Fundamental recebeu o nome de “Professora Isa Rosa Meirelles Name”. O Centro Municipal de Educação Infantil ficou com o nome de “Professora Ivany Sudaia Almeida Prado” . Para o Anfiteatro, onde foi realizada a solenidade, foi dado o nome de “Professora Maria Terezinha Gomes”.  O Ginásio de Esportes teve o nome de “Paulo Roberto da Silva”, o “Boca”, técnico desportivo.  As quatro placas foram descerradas no palco do anfiteatro e depois seriam instaladas em cada unidade.

Ao destacar a grandiosidade da obra, o prefeito Agostini  lembrou que conclui-la “foi um grande desafio”.  “Quando assumimos tinha só o prédio da creche lá embairo, o resto era só mato e terra. Construimos o prédio do ensino fundamental, este anfiteatro onde estamos, o ginásio de esportes, o vestiário, a piscina, o playground e toda a estrutura que estão vendo aqui. Tudo isso com recursos próprios do município”,  enumerou.

O prédio da creche e pré-escola foi  inaugurado ainda em 2012, na gestão do ex-prefeito Osvaldo Franceschi Junior. Agora, Agostini  disse que tinha a oportunidade de explicar a todos porque não colocou aquela unidade para funcionar preferindo concluir tudo. “Algumas pessoas não entendiam  porque a gente não começou a funcionar parcialmente, só com a creche. Na administração pública nem sempre a gente faz aquilo que quer, e sim  faz aquilo que a lei determina que seja feito e o que está dentro das disponibilidades financeiras. Se a gente fosse colocar só a creche para funcionar, só com o custeio para manter o pessoal, insumos e despesas correntes, consumiria mais da metade dos recursos do Fundeb dos quatro anos da nossa administração. Iria, com certeza, faltar dinheiro para concluir o restante da escola. Primeiro termina o investimento, depois começa a custear, já que a despesa de custeio é fixa. É por isso, por administrar bem o dinheiro do contribuinte, é que estamos entregando o CIDE, e importante, sem dever um centavo para fornecedores”.

Agostini observou, ainda, que a sua administração inverteu a lógica de não concluir obras iniciadas pelo antecessor.  “ Houve um tempo em que obras iniciadas por governos anteriores eram tratadas como  não prioritárias pelas administrações seguintes. Estamos invertendo essa lógica e dizendo que a obra não é do prefeito A ou do prefeito B. A obra é do povo do Cila Bauab, é do povo de Jaú e dos gestores e educadores do nosso município”. O prefeito lembrou, ainda, que outras obras foram concluídos ou estão em  andamento.  “ Terminamos a escola do Pires, que estava parada desde 2008 e já tem aulas. Estamos terminando o Ginásio do Novo Horizonte. Tem três creches para entregar. Trocamos o mobiliário de todas as escolas, carteiras mesas novas, armários, tudo novo, e ampliamos para 18 escolas o contraturno escolar. Tudo isso pagando funcionário  e fornecedore em dia. Esse é o lema de uma administração que focou o seu legado na responsabilidade fiscal, no respeito ao equilíbrio entre receitas e despesas, o que possibilita que a gente comece e termine as obras sem dever nada para ninguém”.

Rafael Agostini destacou também todos os homenageados cujos  nomes foram dados às unidades do CIDE. Seus familiares estavam presentes.

No palco do anfiteatro, além do prefeito Agostini, estavam a primeira-dama Rachel Sudaia Agostini, os secretários Sigefredo Griso (Mobilidade Urbana) e Daltira Pirágine Tumolo (Educação), além da presidente da Câmara, Cleonice Furquim.

Estavam presentes também os secretários Paulo Mattar (Saúde), Alecssandro Scudilio (Projetos), Angelo Soave (Desenvolvimento), Luís Vicente Federice (Economia e Finanças), Wilson Turini (Gabinete), Eduardo Abussamra (Meio Ambiente),  Celso Vequi (Esportes) e José Carlo Borgo (Agricultura), além do presidente da agência reguladora Saemja, Jorge Alcalde. Compareceram os vereadores Lucas Flores, Charles Sartori, José Aparecido Segura  Ruiz, Roberto Carlos Vanucci, João Carlos de Toledo, João Carlos de Lourenço, Fernando Barbieri e Fernando Henrique da Silva.

Prestigiaram o evento, ainda, o ex-prefeito Paulo Sergio Almeida Leite e sua mulher, Heloiza Campana Almeida Leite, ela ex-vereadora e ex-secretária municipal de Educação.

 

 

 

 

 

Mais sobre: CIDE, CIDE de Jaú

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados