sexta, 15 de dezembro de 2017
Início » Geral » Hortaliças à vontade

Hortaliças à vontade

Os números se referem às hortas municipais dos bairros Pedro Ometto, Cila Bauab, Itamaraty, Vila Maria e Santa Helena. Uma sexta horta municipal atende aos moradores do Distrito de Potunduva.

Gravatar
19/06/2013 às 10h01
Horta comunitária do Jardim Cila de Lúcio Bauab

Horta comunitária do Jardim Cila de Lúcio Bauab

As cinco hortas municipais comunitárias de Jaú  de Jaú atendem cerca de 500 pessoas em cada dia de comercialização de verduras e hortaliças, conforme a Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Agronegócio. Atualmente, a produção das hortas é vendida aos cidadãos às terças e quintas-feiras, das 7h30 às 11h. A cada semana cerca de 2 mil unidades vão para as mesas jauenses ao custo de R$ 1,00 o maço/pacote.

A estimativa é do gerente de Agricultura, José Carlos Borgo. Os números se referem às hortas municipais dos bairros Pedro Ometto, Cila Bauab, Itamaraty, Vila Maria e Santa Helena. Uma sexta horta municipal atende aos moradores do Distrito de Potunduva. As hortas da Vila Maria e do Itamaraty são as responsáveis pela produção de mudas para todas as demais.

José Carlos Borgo calcula que as hortas estejam  produzindo com 70% de sua capacidade, ou seja, bem acima do que se verificava em janeiro, quando a administração do prefeito Rafael Agostini assumiu a Prefeitura. Borgo lembra que as hortas do Pedro Ometto e do Santa Helena estavam desativadas e que as outras três produziam no máximo 30% do potencial.

Hoje, formam-se filas de moradores dos bairros para adquirir as verduras e hortaliças. A cada morador é liberado uma ou duas unidades de cada espécie, segundo o gerente, para que mais pessoas possam ser atendidas. “A prioridade é atender a maioria das pessoas.”

Os principais cultivos nas hortas são de alface, rúcula, couve, almeirão, chicória, cheiro verde, cebolinha e quiabo. Estes alimentos, segundo o gerente de Agricultura, têm prioridade na produção, uma vez que são de colheita rápida e permitem atender a um maior número de pessoas. A rúcula, por exemplo, é vendida com 20/25 dias. A alface vai para a mesa com 35/40 dias.

Também em algumas hortas são vendidas mandioca, repolho e couve-flor. Estes alimentos, no entanto, estão cedendo espaços às verduras, tendo em vista que demoram para chegarem ao ponto de comercialização.  Borgo comenta que o repolho demora 90 dias. A mandioca cerca de 6 meses.  “A prioridade nossa é plantar verduras e hortaliças.”

 Hidroponia – O sistema de cultivo de alface e rúcula conhecido como hidroponia foi adotado este ano na estufa da horta do Jardim Itamaraty. “As verduras estão crescendo, mas ainda não estamos vendendo. Começamos a produzir agora. Vai demorar mais uns 15 dias para vender a rúcula e uns 20 para vender a alface”, explica José Carlos Borgo.

O gerente de Agricultura diz que a hidroponia vai ter potencial para produzir 2.500 pés de verdura a cada 15 dias quando estiver na rotina de plantio e colheita. Quando isso ocorrer, parte da produção será levada para as demais hortas para atender aos moradores de outras regiões da cidade.

3 Comentários(Deixe o seu)

  • wendel

    Parabéns pelo projeto, nunca tivemos uma horta tão bem administrada em nosso município.

  • Eva Gomes de Oliveira

    Uma grande e bela notícia. A foto acima mostra o quando bem cuidada e produtiva está a horta. Parabéns a todas as pessoas empenhadas nesse trabalho. Quem ganha é a população.

  • Juca

    O tempo e o número de funcionários de confiança que aumentaram na secretaria ajudaram também.

    Mas secretário,quando vc for no varejão ,veja que cada banca tem um preço,se é cobrado o minimo de aluguel,a prefeitura da toda a barraca,o pé de alface ta no mínimo 3 reais.

    Não dá para vc levar um pouco dessa verdura para vender no varejão,tem muita gente ,cidadã,que paga imposto e o seu salário que não tem tempo para ir no expediente nas hortas municipais.
    Pensa com carinho senhor.
    E pare de demagogia

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados