terça, 27 de junho de 2017
Início » Geral » Mulher é morta a facadas quando ia ao culto

Mulher é morta a facadas quando ia ao culto

Imaculada Carnavale foi surpreendida pelo companheiro quando chegava à igreja para o culto. Ele fugiu após desferir os golpes contra a mulher mas foi preso em seguida.

Gravatar
15/05/2013 às 00h21

Quando se dirigia para um culto na sua igreja evangélica, no Jardim Pires de Campos, por volta das 18h30 desta terça-feira uma mulher foi morta a facadas pelo companheiro. Preso pouco tempo depois numa praça do bairro, o homem confessou o crime e disse que agiu por  motivos passionais.

A vítima fatal, Imaculada Conceição Carnavale, de 47 anos, foi atacada praticamente em frente da igreja à qual se dirigia, na avenida Arminda Victória Furlani Bernardi, no Jardim Pires de Campos. Ela recebeu vários golpes no tórax e nas costas, desferidos pelo seu companheiro, José Antonio da Silva, 55 anos. A mulher foi socorrida ao Pronto Socorro da Santa Casa mas não resistiu e morreu.

Imaculada Carnavale foi surpreendida pelo companheiro quando chegava à igreja para o culto. Ele fugiu após desferir os golpes contra a mulher. Uma equipe da Força Tática da Polícia Militar conseguiu localizar José Antonio minutos depois. Com ele os policiais apreenderam a faca usada no homicídio e uma chave de fenda. Ele confessou que foi atrás da mulher com a intenção de mata-la por motivos passionais.

José Antonio da Silva foi preso em flagrante e levado à cadeia pública de Barra Bonita.

Conforme um filho dela, sua mãe e José Antonio viveram juntos durante 16 anos. Agora no final ele não trabalhava e tinha se tornado violento, a ponto de ela resolver deixa-lo. Existem, segundo o filho, vários boletins de agressão dele contra a companheira foram registrados na Delegacia da Mulher, indiciando-o pela Lei Maria da Penha. José Antonio estava incoformado com a separação e passou a acusar a mulher de traição.

 

2 Comentários(Deixe o seu)

  • Miro

    A cidade de Jau precisa de um reforço no efetivo.
    O Estado não vai resolver
    Precisamos de uma estrutura munipal com apoio do governo federal
    uma guarda municipal armada é uma boa sugestão
    mas tem que ter vontade politica
    e sentir o que a comunidade esta passando,resolver tudo impossível.
    É preciso melhorar a infraestrutura.

  • isso é um absurdo brasil tem que ter pena de morte

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados