terça, 25 de julho de 2017
Início » Geral » Amaral Carvalho se destaca no transplante de medula

Amaral Carvalho se destaca no transplante de medula

O balanço anual aponta que em 2012, dos 1.753 transplantes de medula óssea realizados por equipes brasileiras, 206 foram feitos pelo serviço do HAC. O saldo mais expressivo é o de transplantes alogênicos (de doador compatível): 136 foram realizados na instituição, o que representa 21,6% do total desse tipo de procedimento.

Gravatar
05/04/2013 às 08h08

Pelo terceiro ano consecutivo, o Serviço de Transplante de Medula Óssea (TMO) do Hospital Amaral Carvalho (HAC) de Jaú destacou-se entre as equipes que realizam o procedimento no Brasil, segundo relatório da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO).

O balanço anual aponta que em 2012, dos 1.753 transplantes de medula óssea realizados por equipes brasileiras, 206 foram feitos pelo serviço do HAC. O saldo mais expressivo é o de transplantes alogênicos (de doador compatível): 136 foram realizados na instituição, o que representa 21,6% do total desse tipo de procedimento.

O Serviço de TMO do Hospital Amaral Carvalho, diferente da maioria dos centros de transplante do Brasil, não é vinculado a nenhuma instituição universitária. A Fundação Hospital Amaral Carvalho é a gestora do programa.

A equipe é composta por 65 colaboradores que desempenham funções de enfermagem e medicina, nas unidades de ambulatório e enfermaria. Conforme relata o superintendente da instituição, Antonio Luis Cesarino de Moraes Navarro, hoje o serviço é referência para o Norte e Nordeste.

 Além de transplantar pacientes de todo o país, e por consequência, colaborar com o cenário nacional no que se refere a transplantes de medula óssea, a Fundação estruturou laboratórios, como os de virologia e biologia molecular, por exemplo, que foram criados para dar suporte na realização dos transplantes e hoje prestam serviços a várias unidades do Hospital Amaral Carvalho.

Nestes laboratórios, que geram resultados imediatos de exames para cuidados dos pacientes, foram realizadas pesquisas, teses de mestrado e doutorado. A seriedade do trabalho realizado pelo Serviço de TMO é comprovada em pesquisas feitas em parceria com hospitais como Albert Einstein, Sírio Libanês, Escola Paulista de Medicina, entre outros.

De acordo com Navarro, é importante salientar a relevância dos doadores de sangue e plaquetas para o sucesso nos procedimentos. “Para suprir a necessidade de sangue e hemoderivados, a equipe do Hemonúcleo Regional de Jahu, que atua em parceria com o Serviço de TMO do Hospital Amaral Carvalho, promove coletas diariamente em sua sede, além de campanhas externas em empresas, universidades e centros de saúde de Jahu e cidades da região. O apoio dos doadores é essencial”, completa. 

Mais sobre: Medicina, transplantes, medula

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados