segunda, 23 de outubro de 2017
Início » Geral » Carnaval popular reúne apenas 500 pessoas na praça

Carnaval popular reúne apenas 500 pessoas na praça

Gravatar
12/02/2013 às 10h44

Galeria de Fotos

 

O Carnaval popular de Jaú, na praça do Centenário, na tarde/noite de domingo, reuniu em momento de pico cerca de 500 pessoas, segundo a Polícia Militar. A festa começou com a chegada do Bloco Saco do Jão, que saiu da praça Siqueira Campos e desceu até o chamado “Beco”, onde já estava tocando as marchinhas carnavalescas a Banda Carlos Gomes.
 
Compareceram também integrantes dos blocos Filho de Ilunga e Corredores do Samba. Estava prevista a participação da bateria da Escola de Samba Unidos da Vila XV, mas ela não participou.
 
Por volta das 19h30 a animação ficou por conta da Banda Sinhá, integrada por músicos jauenses, que apresentou sambas antigos e também marchas carnavalescas até por volta das 22h30.
 
O prefeito Rafael Agostini (PT), que esteve na praça e entrou no samba com a filha Clara nos braços, considerou que o evento foi válido. “As pessoas puderam se manifestar culturalmente e pudemos demonstrar que é possível fazer uma festa animada sem gastar muito dinheiro”, disse.

 

14 Comentários(Deixe o seu)

  • José Henrique Teixeira

    REPRODUZIDO DA COLUNA "BASTIDORES" DO JORNAL GENTE DE 12/2:

    Não tem dinheiro, não houve custo porque empresas patrocinaram os poucos gastos que houveram, mas também muitas pessoas disseram que há muito tempo não viam um Carnaval tão chinfrim como o deste ano em Jaú. O governo passado fez voltar os desfiles no centro da cidade, que atraiam milhares de pessoas; o outro anterior realizou o Carnajaú no kartódromo, com banda tocando as quatro noites e com grande público. Este fez uma só noite de Carnaval na cidade, que começou ainda com sol e terminou pouco depois das 22 horas, reunindo apenas 500 pessoas numa praça. Foi o único evento carnavalesco no centro da cidade. Teve baile e de graça, mas no Pouso Alegre de Baixo.

  • Eva Gomes de Oliveira

    Meu amigo Teixeira, sejamos justos. Rafael Agostini pegou a Prefeitura mal das pernas financeiramente e acredito que existam outras prioridades. Carnaval pode esperar. Críticas são saudáveis quando justas. Criticar a administração do atual prefeito em apenas um mês e meio de trabalho não é nada coerente.

  • Oswald Mosley

    Para fazer mal feito é melhor não fazer nada.

  • Osvaldo

    Perguntar não ofende:
    PORQUE ELEVAR O SALÁRIO PARA 19 MIL E DO GRIZO 15 MIL SE A PREFEITURA NÃO TINHA DINHEIRO?
    NÃO DAVA PARA ESPERAR RECUPERAR A FINANÇAS

  • Ronaldo

    Osvaldo, acho que você deveria se informar melhor antes de fazer qualquer tipo de comentário, ler um pouco, entender um pouco, antes de fazer qualquer tipo de comentário, pois, se não você acaba passando por desentendido e mal informado, quem votou os salários dos atuais administradores foi a bancada anterior de vereadores no ano passado, acho importante então antes de mais nada procurar ser mais esclarecidos das coisas faz bem...

  • HERIC

    EU NÃO ENTENDO A POPULAÇÃO E OS JORNALISTAS DESSA CIDADE, TODOS APOIAM E VALORIZAM AS AÇÕES DE SITUAÇÕES QUE ENVOLVEM CORRUPÇÃO E DESVIO DE VERBAS PÚBLICAS, ESTÃO TODOS VALORIZANDO CARNAVAIS PASSADOS QUE TINHA COMO PRINCIPAL OBJETIVO ENCHER OS BOLSOS DE DONOS DE "ESCOLAS DE SAMBA" DE JAÚ E PAGAR CERVEJAS PARA SEUS INTEGRANTES, A MESMA COISA ACONTECEM COM A ENTIDADE ARISTOCRATA, É A POLÍTICA DO ROUBA MAIS FAZ SENDO DEFENDIDA EM JAÚ, VERGONHA

  • José Getúlio Scandiuzzi

    Teixeira, o carnaval da administração passada deu até CPI, meu amigo!! Chegaram a gastar R$ 240 mil reais em um carnaval. Você se esqueceu que Jaú não é só o centro, houve 2 noites e 2 matinês no Pouso Alegre, um dia no Distrito de Potunduva e 1 dia na Vila Ribeiro. E 500 pessoas no Beko tinha no começo da noite, porque depois juntou muito mais gente pelo que vi.

  • José Henrique Teixeira

    Eu sei muito bem que o Carnaval da gestão passada deu CEI na Câmara. Eu acompanhei. Não estou defendendo gastar dinheiro a toa com Carnaval e dar grana para o pessaol gastar R$ 5 mil em fantasias e R$ 20 mil enm cervejam churrasco e pro bolso. Sou contra isso. Quem quer desfilar faça eventos o ano inteiro, levante dinheiro e compre tudo, sem depender da Prefeitura. Mas o poder público, cá entre nós, mesmo com 40 dias de governo, poderia er feito algo melhor. Na Potunduva e Vila Ribeiro foi som com DJ. O único que valeu mesmo foi o do Pouso Alegre, mas ninguén inventou a roda, porque todo ano tem Carnaval em Potunduva, Pouso Alegre e Vila Ribeiro.

  • José Henrique Teixeira

    Aliás, tô com vontade de postar aqui fotos do Carnaval de Barra Bonita (12 mil por noite na avenida), de Pederneiras, de Bariri, mesmo de Bocaina. A Escola da Vila XV de Jaú desfilou na Barra.

  • Carlos Bianco

    PARABENIZO ao prefeito RAFAEL AGOSTINI, por nao ter gasto o dinheiro que nao tem com o carnaval, mesmo sendo a festa que todos esperavam, assim como o cancelamento de contratos com entidades "pilantropicas", que se propõem a fazer algo, apenas com o intuito de botar a mao na grana, como era feito no passado.
    Aos criticos do Rafael, aos amigos o ex, gostaria de saber se alguem sabe do paradeiro do ex prefeito, pois acredito que todos os "amigos do Osvaldo" hoje, deveriam se considerar a "VIUVAS DO OSVALDO" e pleitear judicialmente o quinhao na herança

  • Giuseppe Zangara

    Carlos Bianco, pelo tom que você usa batemos aonde dói no Rafael. Nada gastou dinheiro no carnaval, mas recebe 19 mil mensais.
    Tudo bem que foi a legislativo anterior que aumentou o subsídio do Prefeito, sem o seu pedido (?). Mas dia 8, p.p., ele já recebeu o primeiro pagamento e pelo visto gostou, pois não devolveu NADA.

  • Mônica Mattielo

    Caro Osvaldo a elevação do salário ocorreu no ano anterior, quem votou foram os vereadores, não partiu do atual prefeito. Veja nessa notícia publicada aqui no Jaunews: http://www.jaunews.net/noticias/Politica/1268/Vereadores-
    aprovam--221-para-futuro-vice-e-R-19-mil-para-Rafael.html. Não estou aqui para criticar ou defender ninguém, apenas acho
    justo publicar a realidade. Não houve APENAS 500 foliões. A festa durou quatro horas, e nesse tempo muitos passaram por lá.
    Mais de 2 mil. E quando a banda Grupo Sinhá começou a tocar, havia mais de mil pessoas no local. Quem estava lá viu. Uma
    pena nossa imprensa jogar contra a própria cidade.

  • Luis Fato

    Amiga entendo sua boas intenções em defender o atual prefeito. Venho acompanhando a disposição sobrenatural do prefeito e resolver tudo quer a outra administração fez de errado. Fim de convênios com ONGs, Fim do acordo com Santa Casa denuncia de gasto irregulares, só penso que ele poderia utilizar um pouco desta energia e resolver o erro grave criado pelo legislativo passado. Convenhamos que 19 mil e 15 mil é totalmente inadequado para realidade salarial do município de jaú. A proposito com a bancada totalmente em suas mãos isso seria muito fácil.

  • Luis Fato

    (conclusão do meu comentário)

    E como ele está muito (o)-culpado, deixo para facilitar até uma proposta mais viável...

    Prefeito: 10 salários mínimos e correção fracionaria anual .
    Vice prefeito: 8 salários mínimos e correção fracionaria anual .
    Secretários: 5 salários mínimos e correção fracionaria anual .
    Secretário adjunto: sem vencimento
    Vereadores: 5 salários mínimos e correção fracionaria anual .(um assessor*)

    Proibindo vereadores de contratar parentes de outros vereadores e de possuir parentes com quaisquer cargo comissionado.
    Seria um bom começo...

    Só para peguntar será que os funcionários públicos de carreira receberão também a valorização salarial média de 40% como o prefeito e seu vice?

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados