terça, 19 de setembro de 2017
Início » Geral » FGV aponta queda nos indicadores sociais de Jaú

FGV aponta queda nos indicadores sociais de Jaú

Gravatar
07/12/2012 às 07h55

 

Um novo estudo divulgado na última terça-feira pelo Centro de Microeconomia Aplicada da FGV (Fundação Getúlio Vargas), com base em dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), e ministérios da Saúde e da Educação, revela que Jaú registrou queda nos indicadores de desenvolvimento social e qualidade de vida no período compreendido entre 2000 e 2010.
Diferenciando-se de pesquisa divulgada esta semana pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), que tomou como base estatísticas de emprego, renda, educação e saúde, o Indicador Social de Desenvolvimento dos Municípios (ISDM) da FGV também considera, além destas categorias, os dados relativos à habitação e segurança levantados nos 5.565 municípios brasileiros existentes até 2010.
As notas do estudo variam de zero a dez, sendo que a média do Estado de São Paulo foi de 5,71 e a do Brasil, de 5.
Embora ficando acima da média nacional e estadual em 2010, com 6,03, a situação de Jaú já foi melhor. Em 2000, a média do município foi de 6,06.
Barra Bonita aparece no estudo com os melhores indicadores sociais entre os 11 municípios da microrregião de Jaú, com média de 6,17. Em 2000 a média do município foi de 6,13. (veja quadro).
A melhor colocação nacional na lista ficou com Trabiju, cidade de 1.544 habitantes, na região de Araraquara, que obteve média de 6,28.
Na região de Jaú, outras três cidades apresentaram queda dos indicadores sociais na década abrangida pela pesquisa. São os casos de Bariri, que teve queda de 6,06 para 5,90, Boracéia (queda de 5,95 para 5,73) e Itapuí (5,75 para 5,53).
Amanda Arabage, membro da equipe de pesquisadores da FGV responsáveis pelo estudo, disse que a queda da média de alguns municípios não deve ser tomada, necessariamente, como um indicador de piora preocupante dos indicadores sociais dos mesmos. “Isso pode representar apenas uma diferenciação entre municípios, que por circunstâncias variadas, tiveram um desempenho melhor em determinadas dimensões consideradas pelo estudo”, disse Amanda, que ressaltou o bom desempenho de Jaú na comparação com a média nacional dos municípios. “Jaú está entre os 23% melhores municípios do Brasil nos indicadores de Saúde, onde o município aparece na posição 1.278 entre os 5.565 municípios brasileiros”.
A professora da FGV também ressalta o bom desempenho do município na área da segurança. “Em 2010, Jaú registrou 9 casos de homicídios para cada 100 mil habitantes, quando a média no Brasil foi de 27 crimes desse tipo para cada 100 mil habitantes”, pontua Amanda.
Os dois itens mencionados pela professora (Saúde e Segurança), foram englobados dentro de uma mesma dimensão da pesquisa, para a qual Jaú registrou média de 6,06. A maior média do município, entretanto, ficou com a Habitação, com média de 6,11.
Embora Barra Bonita tenha ficado na dianteira entre os municípios da região na média do ISDM, o município que registrou maior evolução do indicadores na década considerada foi Bocaina, que saltou de 5,83 em 2000 para 6,16 em 2010.
INDICADORES
O estudo da FGV considera, no total, 28 indicadores básicos para o fechamento da nota agregada do ISDM. Educação concentra o maior número de critérios estudados, com 11. Entre eles estão o fluxo escolar de diferentes faixas etárias, notas na Prova Brasil e taxa de analfabetismo.
Saúde e segurança são analisadas em conjunto, proporcionando notas a partir de indicadores de mortalidade infantil, nascidos vivos com baixo peso, gravidez precoce e taxa de homicídios por cem mil habitantes. Em habitação, o estudo considera, entre outros indicadores, a disponibilidade dos serviços de coleta de lixo e esgotamento sanitário.
Os indicadores sobre renda são apurados tomando-se o percentual da população do município em extrema pobreza ou na linha de pobreza, enquanto na dimensão trabalho são consideradas a taxa de ocupação e de formalização no trabalho e taxa de trabalho infantil.
Desempenho das cidades da região no ISDM
Cidade               2000                                 2010
B. Bonita             6,13                                  6,17
Bocaina              5,83                                   6,16
Jaú                      6,06                                   6,03
Igar. Do Tietê     5,83                                   5,98
Brotas                 5,82                                    5,92
Bariri                  6,06                                    5,90
D. Córregos      5,87                                    5,88
Min. Do Tietê    5,87                                    5,87
Boracéia           5,95                                    5,73
Torrinha             5,81                                    5,55

 

Itapuí                  5,75                                    5,53             

2 Comentários(Deixe o seu)

  • Joaquim portugues

    Estes dois índices representam o trabalho do prefeito oswaldo e de sua equipe,que não realizaram uma administração a altura de Jau,mais duas administração desse tipo ,vamos igualar a bauru.
    Não sentiremos saudades,ja foi tarde.

  • Roberto Lima

    Parabéns a Barra Bonita por despontar no ranking da FGV ficando entre os dez municipios mais bem avaliados do Brasil.

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados