terça, 12 de novembro de 2019
Início » Geral » A Medicina brasileira perde um grande homem: Ricardo Brandão

A Medicina brasileira perde um grande homem: Ricardo Brandão

Gravatar
20/11/2012 às 19h46
Ricardo Cesarino Brandão

Ricardo Cesarino Brandão

 Texto: José Henrique Teixeira

O médico radiologista Ricardo Cesarino Brandão, 70 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (20/11) em Jaú. Estava internado na UTI do Hospital Amaral Carvalho, onde atuava e era o presidente da Fundação Dr. Amaral Carvalho, entidade mantenedora do hospital. O seu corpo foi velado na sede da Associação Paulista de Medicina – Regional de Jaú, sendo sepultado no meio da tarde desta terça-feira no Cemitério Municipal de Jaú. Ele era viúvo de Iara de Amorim Brandão e deixa três filhos.
 
Não é só Jaú que perde o dr. Ricardo Brandão. A Fundação Amaral Carvalho,  os pacientes do Hospital Amaral Carvalho, a medicina do Brasil e, por que não dizer, do mundo, perdem um grande profissional.
 
Ricardo Brandão era um exemplo de dedicação profissional. Esteve presente em todas as lutas do Amaral Carvalho. Na crise vivida pela instituição no final dos anos 70 e início dos 80 foi ele quem liderou um grupo de colegas médicos pela salvação do Hospital Amaral Carvalho como instituição especializada no tratamento do câncer. E nunca parou, foram muitas e muitas lutas para a melhoria do hospital e de seus equipamentos, na busca de verbas junto aos governos estadual e federal e junto a parlamentares. Ele vibrava a cada conquista e a cada recurso destinado a ampliação do hospital.
 
Por tantas e tantas lutas foi que merecidamente tornou-se presidente da Fundação Dr. Amaral Carvalho.
 
Em setembro de 2010, Ricardo Brandão foi eleito também diretor de Ética e Defesa Profissional da Sociedade Brasileira de Biologia,Medicina Nuclear e Imagem Molecular. Vejam bem: diretor de Ética. Só podia ser ele, porque ética era o       que não lhe faltava.
 
Ricardo Brandão vinha atuando na área de Medicina Nuclear desde 1972 quando o Hospital Amaral Carvalho recebeu o primeiro equipamento de medicina nuclear do interior do Estado de São Paulo. Ele tornou-se precursor dessa especialidade médica no Estado. “Queremos sempre os mais modernos equipamentos para o melhor diagnóstico e tratamento dos nossos pacientes, disponibilizando-os aos mais carentes a mesma qualidade de serviçosque existe nos grandes centros do país e do mundo”, dizia o dr. Ricardo Brandão.
 
Seguindo os passos de seu pai, o dr. Pedro de Paula Brandão, pioneiro da radiologia em Jaú, o dr. Ricardo Brandão fundou, junto com uma gabaritada equipe de profissionais a clinica Diagi de Diagnóstico por Imagem.É um dos mais modernos centros de diagnóstico do país., que conta hoje com duas unidades em Jaú.
 
Mas Ricardo Brandão não se destacava somente na Medicina. Tinha um trabalho incansável na área social, especialmente através do Rotary Clube de Jaú, onde desenvolveu inúmeras campanhas em favor dos mais carentes.
 
Pessoalmente, lembro que quando presidente do Rotary Clube, em 1990, Ricardo Brandão instituiu o Troféu Rotary de Imprensa. Ele seria destinado aos profissionais da área que mais divulgassem Jaú na grande imprensa.Á época eu era correspondente em Jaú do jornal “O Estado de S.Paulo”. Ganhei o troféu, juntamente com a colega jornalista Heleny de Arruda Falcão, por termos sido os dois que mais divulgaram a cidade na imprensa de fora. O meu troféu está comigo até hoje, datado de 23 de maio de1990. Foi entregue pelo dr. Ricardo Brandão.

 

Um comentário(Deixe o seu)

  • Anneliese R, G. Fischer thom

    Ricardo Brandão e a Medicina Nuclear.
    Embora sua primeira formação fosse de radiologista, Ricardo foi um dos mais ativos sócios da Sociedade de Medicina Nuclear. Promovia a especialidade dentro das outras sociedades médicas como ninguém o fêz. Na crise dos anos 80, Ricardo foi o primeiro a oferecer sua cidade para sediar o início dos Encontros de MN e participou com garra de todos os demais. Os Encontros e Ricardo ajudaram a especialidade a transpor a crise e a continuar crescendo. Devemos muito a Ricardo, de quem nos despedimos com muita dor e saudade.

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2019. Todos os direitos reservados