quarta, 26 de junho de 2019
Início » Geral » Tem carro adaptado mas falta médico para deficiente tirar CNH

Tem carro adaptado mas falta médico para deficiente tirar CNH

Gravatar
03/08/2012 às 08h45
Alanca (destaque) funciona como acelerador e freio

Alanca (destaque) funciona como acelerador e freio

 

Cinco pessoas portadoras de deficiência motora aguardavam até esta quinta-feira (2/8) pela realização de exame para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na única auto-escola de Jaú que possui veículo adaptado para essas pessoas por falta de médico para acompanhar a realização da prova. Além do examinador, existe a obrigatoriedade legal da presença de um médico acompanhando esse tipo de exame, mas segundo a proprietária da auto-escola Alvorada, Ana Lúcia Lazari Salerno, nenhum profissional consultado aceitou acompanhar o exame sem a cobrança pelo serviço. “A cobrança de médicos para acompanhar exames de CNH por portadores de deficiência é ilegal, mas temos encontrado resistência dos médicos em aceitar o serviço”, afirma.
 
A auto-escola Alvorada adquiriu o veículo adaptado no final de março, e desde então, cinco portadores de deficiência receberam a primeira habilitação pela empresa. Antes disso, os portadores de deficiência motora da cidade eram obrigados a fazer o exame final da CNH em Bauru.
 
A principal adaptação do veículo está numa alavanca abaixo do volante que possibilita que tanto a aceleração quanto a frenagem sejam realizadas com as mãos pelo motorista. O câmbio é automático.
 
A disponibilização pelas auto-escolas da cidade de veículos adaptados a portadores de deficiência motora é um pleito do presidente da Comissão das Pessoas com Necessidades Especiais e Idosos da 20ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o advogado Carlos Eduardo Brandão.
 
De acordo com a responsável pela auto-escola Alvorada, ainda é pequena a demanda pelo veículo entre portadores de deficiência candidatos à CNH. “Dependendo do tipo de deficiência de que a pessoa seja portadora, as adaptações existentes não são suficientes para atender aos requisitos do exame”, diz ela, atribuindo principalmente a isso o fato de as outras auto-escolas da cidade não terem se interessado até agora pela compra desse tipo de veículo.

 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2019. Todos os direitos reservados