quarta, 26 de junho de 2019
Início » Geral » Dois policiais e caminhoneiro morrem na Jaú-Barra

Dois policiais e caminhoneiro morrem na Jaú-Barra

Gravatar
12/05/2012 às 18h04

Galeria de Fotos

J.H. Teixeira

 

As fotos no local do acidente são de Malavolta Jr, do Jornal da Cidade de Bauru
 
Quando atendiam a um acidente que havia acontecido no final da madrugada deste sábado, na rodovia Barra Bonita-Igaraçu do Tietê (SP 255), no quilômetro 176, dois policiais rodoviários da Base Operacional de Jaú morreram, bem como o motorista de uma carreta, em outro acidente no mesmo local. O segundo acidente aconteceu por volta de 9h e envolveu um caminhão canavieiro vazio, com dois reboques, e uma carreta de Joinville-SC, como também foi atingida a viatura dos policiais rodoviários.
 
Morreram no local o cabo Alberto Borges Ribeiro, de 48 anos, e o soldado Rodrigo Ferreira, de 37 anos, bem como o motorista da carreta de Joinville, Nelson Ferreira de Carvalho, de 53 anos, morador em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Este último foi degolado e teve o corpo todo dilacerado. O seu caminhão teve a parte superior toda arrancada.
 
Conforme a própria Polícia Rodoviária, os policiais Borges e Ferreira sinalizavam o trecho, conhecido como “curva do fedor”, próximo da Usina da Barra, onde um caminhão de Dois Córregos havia caído numa valeta. De repente, um caminhão canavieiro, o “Romeu e Julieta”, carreta com placa CZC 8996-Torrinha, perdeu o controle na curva.  A carreta fez o chamado “L”, atravessando toda a largura da rodovia e atingido em cheio a carreta de Joinvile que vinha em sentido contrário, ou seja, no sentido Barra-Jaú.
 
Os dois policiais rodoviários, que estavam no acostamento, próximos da viatura, foram atingidos violentamente pela segundo reboque do caminhão canavieiro. O corpo do soldado Ferreira ficou preso no para-choque traseiro e foi arrastado por cerca de 150 metros.

O motorista do caminhão canavieiro, que teria dado causa a tragédia, foi encaminhado à Delegacia de Barra Bonita e preso acusado de homicídio culposo. O seu nome não foi revelado pela polícia.
 
Os dois policiais rodoviários mortos trabalhabam na Base de Jaú mas residiam em Bauru. O cabo Borges estava há mais de 30 anos na corporação e muitos anos em Jaú e prestes a se aposentar. O soldado Ferreira estava há oito anos na Polícia Rodoviária e há alguns meses em Jaú. Ele veio da Base de Botucatu. Os dois eram casados e tinham filhos.
 
Na Base da Polícia Rodoviária, uma placa anunciava: “Estamos há 27 dias sem acidente de trânsito com vítima fatal”. O capitão Wanderley de Andrade Junior, comandante da 1ª Cia. de Polícia Rodoviária, a qual está subordinada a Base de Jaú, disse: “ Nós estamos na rodovia e expostos por um período muito maior do que os usuários. Trabalhamos 12 horas na pista. Temos essa consciência que saímos de casa para trabalhar e não sabemos se retornamos para a nossa família. Infelizmente, às vezes, a fatalidade é sentida na própria pele”.
 

 

12 Comentários(Deixe o seu)

  • Ronaldo Formigão

    Teixeira é com muita tristeza que vemos a vida de mais três pessoa serem ceifadas nesta rodovia da morte, entre elas dos nossos amigos Policias Cb Borges e Sd Ferreira.

  • Elaine Cristina Sprocati

    Muito triste com o falecimento do meu primo Roberto Ferreira e do Cabo Borges , meus sentimentos a todos os familiares!

  • douglas

    Ameu o cara do caminhao nao tem culpa e ele sóh foi preso pk no acidente moreu 2 policias c naun ele nen tinha sido prezo

  • marta

    meu esposo era amigo do senhor nelson,tabalhavao junto carregando chasi de onibus,o caminhao esta na empresa de sao paulo,sentimos muito pela morti dele,nossos sentimentos para a familia dele e dos policiais.

  • fatima

    SÓ quem sente na pele é qe sabe,tambem passei por isso.Meus sentimentos as familias dos rodoviarios e a do motorista,que Deus os conforte.

  • Claudia

    Peço a Deus que dê forças a toda essas famílias que perderam seus entes queridos neste triste acidente.O motorista Nelson da carreta de Joinville era companheiro de trabalho do meu marido.

  • Karla Duchatsch de Freitas

    Sou amiga da família Ferreira e fiquei muito triste com a notícia. Mas tenho certeza que o Rodrigo cumpriu o papel dele por aqui. Meus sentimentos aos familiares.

  • fatima nancy pavani tofanin

    Aos familiares meus sentimentos,que Deus os conforte.

  • Lucas

    O Rodrigo estudou comigo na FIB, durante quase todo o primeiro semestre da segunda turma de análise e desenv. de sistemas, meus pêsames a toda a família era uma pessoa super gente boa e gente fina.

  • ANISIO cOELHO

    Sou amigo de infância do motorista, NELSON FERREIRA DE CARVALHO, aos 53 anos de idade, sua vida profissional foi toda ela viajando por todo Brasil e tb pela América do sul.
    Sempre foi um motorista que praticava a direção defensiva. Mas as péssimas condições de segurança e o grande fluxo de BI-trens com muito peso, não da aos motorista e até mesmo aos Policiais Rodoviários de trabalharem com segurança!!!

  • aminadabe santos do nascimento

    e com muita tristeza e pesar quero deixar meus semtimentos a todos familiares do cabo em especial a familia do amigo nelson assim como eu ganhava o pao de cada dia no volante de um caminhao que todos descanse em paz ivaneide e nascimento

  • marcos

    douglas so fala merda que prezo que culpa

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2019. Todos os direitos reservados