terça, 20 de agosto de 2019
Início » Geral » Restauração da Matriz começa com troca de telhas

Restauração da Matriz começa com troca de telhas

Gravatar
11/05/2012 às 07h59
J.H. Teixeira
Andaime instalado na lateral para as obras

Andaime instalado na lateral para as obras

 

A restauração da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Patrocínio já começou. A empresa Incorplan Engenharia Ltda., de São Paulo, instalou o seu canteiro de obras e já ergue um grande andaime na lateral da rua Edgard Ferraz para a retirada das telhas do templo. As telhas, inclusive, já estão sendo retiradas no telhado menor do lado esquerdo. Os responsáveis pela obra notaram que na maioria essas telhas são originais e foram fabricadas na França, em Marseille.
 
No interior do templo foram colocados banners nas laterais onde podem ser vistos, de um lado, nomes dos patrocinadores da restauração, através da Lei Rouanet, e de outro, os nomes de colaboradores. As obras vem sendo realizados com as doações feitas à Associação para o Desenvolvimento Cultural de Jaú. O custo total será de R$ 3,577 milhões, dos quais pouco mais de R$ 1,5 milhão já foram arrecadados para a execução da etapa inicial que é a obra na parte externa, especialmente a substituição do telhado.
 
As obras só foram iniciadas depois que a empresa vencedora da licitação contratou um seguro. Foi uma exigência da associação que é presidida pela ex-secretária de Cultura e Turismo de Jaú, Lucy Rossi.
 
A segunda etapa da restauração  vai compreender os serviços de substituição das redes hidráulica e elétrica. A terceira etapa das obras vai ser a da retirada do revestimento das paredes externas. “Primeiro vamos sanar os problemas que causaram infiltrações no prédio e a última etapa será a parte artística, quando as pinturas e outras obras de arte serão restauradas”, disse Lucy Rossi.
 
A Associação não tem os recursos para executar toda a obra. Por isso ainda precisa das doações que podem ser feitas pelas empresas com base na Lei Rouanet. Pela lei, as empresas podem deduzir 6% do Imposto de Renda a pagar para aplicar em obras de cunho artístico-cultural. “Temos que levantar os recursos junto aos empresários, junto à comumidade”, disse Lucy Rossi, lembrando que faltam mais de R$ 2 milhões para completar o custo total das obras.
 
Por enquanto, os serviços que vem sendo executados não interrompem a realização dos ofícios religiosos no interior do templo.
 
 

 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2019. Todos os direitos reservados