sábado, 24 de agosto de 2019
Início » Geral » Praça da Matriz deve ser inaugurada no final de junho, diz secretário

Praça da Matriz deve ser inaugurada no final de junho, diz secretário

Gravatar
11/05/2012 às 05h41
J.H. Teixeira
Obras de colocação do piso prosseguem

Obras de colocação do piso prosseguem

 

A nova praça Siqueira Campos, em frente da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Patrocínio, deve ser inaugurada no final de junho. A previsão é do secretário de Planejamento e Obras, Francisco Marcolan (Kiko), acrescentando que a obra já se encontra em fase de acabamento. O prazo de oito meses para a sua conclusão vai se transformar em 11 meses, já que as obras foram iniciadas em julho do ano passado.
 
“A obra sofreu atraso de outubro a dezembro do ano passado por causa das chuvas e a dificuldade de encontrar pessoal especializado. Agora houve um reforço de pessoal,  o tempo está bom e está na fase de acabamento. Mais da metade do piso já está assentado”, disse Kiko Marcolan. Sobre as especificações do piso o secretário explicou que trata-se de material drenante e intertravado com um desenho personalizado.
 
Kiko Marcolan disse que  o restante do material, como os postes, bancos, e degraus estão sendo confeccionados fora de Jaú e vão chegar simultaneamente.
 
“A parte ajardinada será formada por floreiras em concreto aparente ripado, para diluir um pouco o impacto do próprio concreto. Em alguns casos essas floreiras tem 20 cm de altura. O projeto paisagístico não foi iniciado ainda porque tem muito cal no canteiro de obras o que pode matar as plantas. Seráo plantadas 25 a 27 arvores de grande porte, mais os arbustos e plantas rasteiras”, explicou Marcolan.
 
A nova  praça Siqueira Campos é um projeto do próprio secretário Marcolan que venceu um concurso realizado na faculdade quando ela ainda estudava arquitetura, em 1992. “Naquela época já se pensava em acessibilidade, mas não de forma tão enfatizada como hoje. A praça, no entanto, oferece todas as facildades de acesso para todos”, garante.
 
Kiko Marcolan esclareceu que a própria calçada em volta da praça, que é um alargamento geral já é a acessibilidade. “Ela forma um grande quadrilátero de rampa. Nos desníveis entre um patamar e outro já existem as rampas próprias.. Toda a acessibilidade está garantido, com piso podotátil com corrimão onde pretendemos incluir  identificação em Braille”, disse o autor do projeto. O piso podotátil que Marcolan se refere é aquele utilizado em calçadas em algumas cidades ou em prédios públicos que pode ser sentido ao pisar, orientando assim a caminhada do deficiente visual.
 
“A idéia é terminar no final de junho. Pode ser que sofra atraso de 10 dias e fique para o início de julho”, completa Marcolan.
 
A empresa Consdon Engenharia, com sede em São Paulo, é quem executa os serviços, orçados em R$ 774 mil mas que pode ter repasse de até R$ 975 mil pelo Ministério do Turismo.
 

 

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2019. Todos os direitos reservados