segunda, 17 de fevereiro de 2020
Início » Esporte » Polícia faz última vistoria no Estádio Zezinho Magalhães

Polícia faz última vistoria no Estádio Zezinho Magalhães

Gravatar
25/01/2011 às 08h06
Paulo César Grange - Ass. XV de Jaú

A vistoria pré-jogo da Polícia Militar de Jaú no Estádio Zezinho Magalhães vai ser realizada nesta quarta-feira, dia 26. Trata-se da segunda vistoria no clube desde o fim de novembro do ano passado, quando foi feita a vistoria anual prevista na legislação. Agora, os policiais fazem um vistoria para confirmar se está tudo em ordem e pedir a tradicional faxina de véspera de jogo, com o objetivo de garantir segurança ao torcedor.

O XV vai jogar no Jauzão só no dia 6 de fevereiro, no primeiro domingo do mês que vem - será às 10h, contra a Santacruzense. Antes, no dia 29 de janeiro, o clube estreia na Série A-3 em Leme, jogando contra o Lemense, às 19h.

Para reforçar o pedido da vistoria, o presidente do XV de Jaú, José Construtor, e o conselheiro fiscal Ary Campanhã estiveram nesta segunda-feira no Batalhão da Polícia Militar de Jaú. Os dirigentes do Galo foram recebidos pelo Major Ramis Ramses Raduan, sub-comandante do Batalhão; e pelo capitão Jefferson Bastos, coordenador operacional do local.

Entre os assuntos discutidos esteve a reforma e adaptações feitas no Jauzão para dar melhores condições de segurança ao torcedor. Hoje, o estádio está liberado para receber jogos com até 10 mil pagantes - a capacidade é de 16,7 mil, mas o limite foi estipulado uma vez que ainda não foi instalado o sistema de monitoramento eletrônico.
"Estou feliz porque o estádio está em boas condições. Tem mais algumas coisas a serem feitas e melhoradas", diz Construtor. Ele lembrou que começou hoje a fazer a limpeza geral no estádio, com o corte e mato e a retirada de sobras de construção. "Pedreiros agora no estádio só depois do campeonato", falou o presidente do XV.

O capitão Jefferson falou da necessidade da vistoria e de se cumprir as exigências. "Se algum dia ter algum problema todo mundo responde", falou, lembrando em seguida que o Jauzão é um estádio tranquilo e sem registro de ocorrências graves contra o torcedor.


O major Ramis disse que fiscalização e vistorias são feitas em praças esportivas com o objetivo de se evitar incidentes. Uma das vistorias, em novembro, foi feita pelo tenente Norberto, que também esteve no encontro de hoje no Batalhão.

Pode não pode no dia do jogo
O tenente Norberto aproveitou para passar orientações aos dirigentes do XV sobre o que é permitido ou não nos dias de jogos. Segundo ele, a legislação proíbe o acesso aos estádios de objetos e material que possam causar insegurança aos torcedores.


Nessa lista estão: Bandeiras com hastes, guarda-chuva com ponta, capacetes, fogos de artifício e rádios de médio e grande porte. Na eventualidade de algum torcedor portar algum desses objetos nos dias de jogos ele será orientado a deixar na portaria devidamente identificado, para que retire após a partida.
Em relação aos rádios, o tenente Norberto explica que os rádios pequenos, com fones de ouvidos, celulares com rádio são permitidos.
 

Mais sobre: XV de Jaú

Nenhum comentário(Deixe o seu)

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados