terça, 25 de fevereiro de 2020
Início » Economia » Servidores fazem assembléia e podem votar por paralisação

Servidores fazem assembléia e podem votar por paralisação

Gravatar
28/03/2012 às 07h55
J.H. Teixeira

 

A presidente do Sindicato dos Funcionários Municipais de Jaú, Eliana Contarini, convocou assembléia para às 18h de hoje com os servidores da Prefeitura. Até ontem no final da tarde não havia nenhuma nova contraproposta da Prefeitura para ser discutida, além daquela recusada na assembléia de sábado. Se até o momento da assembléia não houver contraproposta, a dirigente sindical disse que os servidores vão decidir o que fazem e a decisão pode ser até de uma paralisação.
 
O secretário de Administração, João de Chico, disse que o prefeito já chegou ao limite na contraproposta apresentada sexta-feira passada. Sobre a possibilidade de paralisação, considerou que ela é direito do trabalhador, mas a assembléia que rejeitou a contraproposta da Prefeitura teve presença diminuta e não deve representar a opinião da maioria dos quase três mil servidores.
 
“O servidor vai decidir qual é o seu posicionamento através do voto secreto, por isso não precisam ter medo de comparecer à assembléia. Vamos declarar estado de greve, operação tartaruga, greve branca? Os funcionários vão decidir”, disse Contarini.
 
Conforme a presidente, “a Prefeitura tentou impor o reajuste de 5,84% mais 0,5% de aumento real, mandando o projeto para a Câmara na segunda-feira, sabendo que os funcionários haviam rejeitado essa contraproposta em assembléia no sábado. Nós estamos lá na Câmara, falamos com os vereadores e conseguimos segurar a votação do projeto”.
 
A assembléia de hoje vai acontecer no saguão do Paço Municipal. Os servidores querem, segundo Eliana Contarini, que o prefeito apresente uma nova contraproposta ou que mande para a Câmara o projeto da reestruturação de cargos e salários.
 
Limite
 
Para o secretário de Administração, João Roberto de Chico, na mesa-redonda de sexta-feira passada, o prefeito Osvaldo Franceschi Junior (PV) “chegou no limite do que podia oferecer ao funcionalismo e disse até que seria a proposta final”.
 
O secretário acrescenta que há aumento real nos salários dos servidores na contraproposta da Prefeitura. “O reajuste não é só de 5,84%. O total é 6,34%. O primeiro índice é relativo a inflação do período e há mais 0,5% de ganho real, como consta do projeto enviado à Camara”, explica João de Chico.
 
Sobre o aumento o tíquete de compras, o secretário destacou que o valor é reajustado com base no que foi definido na negociação do ano passado.  Em março de 2011 o tíquete passou para R$ 253,00 e agora a proposta é para R$ 300,00. “A diferença dá R$ 47,00 o que representa quase 19% de reajuste (18,57%) e não 14% sobre o valor atual do tíquete que é de R$ 263,00”, completa o secretário.
 
Paralisação
 
Conforme o secretário João de Chico, a paralisação, se for decidida em assembléia que o sindicato convocou para hoje, “é direito do trabalhador e cada um vai analisar o seu ideal”. Ele, no entanto, disse que a assembléia passada que rejeitou a contraproposta da Prefeitura não é representativa. “A assembléia teve a presença de 113 servidores e nós temos perto de três mil. Será que todos acompanham os votos desses que foram à assembléia? “.
 
João de Chico lembrou que os servidores municipais vem tendo aumento real nesta administração. “O tíquete teve aumento de R$ 97,00 nos oito anos da administração e nesta, em três anos, estamos chegando a R$ 172,00. O salário também teve ganho real. Na gestão anterior, por quatro anos não foi dado o índice inflacionário, mas aplicado R$ 40,00 de aumento para cada servidor. Agora, além da inflação tivemos aumento real”, observa o secretário.
 
Os funcionários não perderão, conforme João de Chico, o 0,5% de aumento real se o projeto for votado e aprovado pela Câmara na próxima sessão, de 2 de abril. Se ficar para o dia 9 só poderá ser dada a reposição da inflação.

 

3 Comentários(Deixe o seu)

  • ELIANA CONTARINI

    OCORRE QUE: FOMOS "COMUNICADOS" NA 6ª FEIRA, NO FINAL DA REUNIÃO QUE "AQUELA PROPOSTA" JÁ ESTAVA PROTOCOLADA PARA VOTAÇÃO DOS VEREADORES NA 2ª FEIRA. TIVEMOS "HORAS" PARA ORGANIZAR E DIVULGAR A ASSEMBLÉIA. MAS INDEPENDENTE DE QUALQUER COISA: " A ASSEMBLÉIA É SOBERANA "! O SERVIDOR É CIDADÃO, ELEITOR, FORMADOR DE OPINIÃO, DEVE E MERECE SER RESPEITADO!

  • Antonio Amaral

    Funcionário TAMBEM VOTA, não se esqueça disso SENHOR PREFEITO. Vai ter TROCO.

  • cleber

    Nossa Antonio menos em nem adianta fazer esta comparação, pois se fosse assim o João nem reeleito tinha, pois este cara sim fez e desfez com o funcionario to mentindo? então vamos comparar.......

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2020. Todos os direitos reservados