segunda, 25 de setembro de 2017
Início » Economia » Emendas ao Orçamento priorizam segurança e pólo calçadista

Emendas ao Orçamento priorizam segurança e pólo calçadista

Gravatar
02/11/2012 às 10h19

 

O vereador Ronaldo Formigão (DEM) pretende incluir na Lei do Orçamento Anual (LOA) de Jaú para 2013 dotações orçamentárias que contemplem serviços para atender a segurança pública no município. Uma das propostas é de emenda para que seja implementada a Lei Delegada,aquela que permite ao município utilizar policiais em seus horários de folga para prestar serviços à Prefeitura, na área de segurança. A outra proposta de emenda é para a criação da Guarda Municipal.
 
“Já apresentei essas emendas na Lei das Diretrizes Orçamentárias, mas como houve a demora para votação da LDO devido ao trancamento da pauta, a LOA chegou para ser votada sem que desse tempo de serem incluídas as emendas. Agora vou apresenta-las diretamente à lei orçamentária”, disse Formigão,manifestando essa intenção na audiência pública da LOA realizada
no dia 31 último.
 
Formigão entende que para o orçamento de 2013 será mais fácil incluir uma emenda para a aplicação da Lei Delegada. “A destinação de recursos para a Guarda Municipal talvez tenha que esperar para o próximo orçamento, porque seria uma verba em torno de R$ 1 milhão e não teríamos de onde remaneja-la agora”, explicou.
 
Para propor a emenda ao orçamento o vereador tem que explicitar de onde sairá a verba que pretende que seja aplicada em determinada obra ou serviço. Caso a emenda seja aprovada, o valor a ser dispendido com a sua execução sairá de determinada dotação orçamentária e irá para outra específica.
 
Ainda na audiência pública do orçamento de 2013, o vereador Ademar Pereira da Silva (PSD) lamentou que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico tenha uma dotação muito reduzida para o próximo ano. “Vemos aqui que a Secretaria do Meio Ambiente terá uma verba de R$ 61 milhões, enquanto que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico tem apenas R$ 864 mil. Isso é uma disparidade muito grande quando vemos a indústria calçadista precisando de ajuda para participar de feiras, precisando gerar emprego e renda. Também vou apresentar emenda para que esta secretaria tenha mais recursos a fim de subsidiar a indústria calçadista”, disse Dema.
 

 

2 Comentários(Deixe o seu)

  • marcos cunha

    o Dema citou a industria calçadista se as autoridades não se mexerem, logo jau vai ficar só o pó porque ta perdendo espaço para outros polos calçadista espero que o ano que vem aconteça alguma coisa pro setor ..

  • Artur

    Essa conversa de investir no setor calçadista,é simplesmente politica. Hj Jau não vive só de produzir calçados.O orgão publico não tem essa responsabilidade.

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2017. Todos os direitos reservados